Notícias

02/07/2013 | 14h10m - Publicado por: O Fuxico | Foto: Grosby-Group

Advogado diz que novas acusações contra Michael Jackson são repugnantes

Tom Mesereau, que defendeu o pop star no julgamento de assédio sexual em 2005, disse que ninguém nunca apresentou uma prova consistente contra o astro

Advogado diz que novas acusações contra Michael Jackson são repugnantes - Grosby-Group

A imprensa americana e britânica publicou, no último fim de semana, artigos sobre Wade Robson, que está processando o patrimônio de Michael Jackson, alegando ter sofrido anos de abusos sexuais do Rei do Pop. Ele afirma que o coreógrafo pediu a seus advogados que contratassem o FBI sobre supostos subornos feitos a outras vítimas para que ficassem caladas, conforme O Fuxico já havia relatado.

O homem que defendeu Michael durante o processo de abuso movido por uma suposta vítima, em 2005, veio a público para dizer que essa tentativa de lucrar e explorar o Rei do Pop, depois de sua morte, é repugnante.

O famoso advogado, Tom Mesereau, rejeitou os relatos dos tabloides de que Jackson teria pago R$ 70 milhões para silenciar 24 meninos, vítimas de seus abuso, e que o FBI possua documentos que comprovem isso.

"O FBI nunca teve qualquer documento que Michael Jackson tenha abusado de 24 meninos, porque isso nunca aconteceu", disse Mesereau ao Radar Online. "Lembrem-se que, em 2009, o FBI disponibilizou documentos relativos a Michael Jackson e não havia nenhuma comprovação de delito neles. Em 2005, quando se preparava para o julgamento do processo de assédio, o promotor de Santa Bárbara trabalhou junto com o FBI e a Interpol para levantar provas e não encontraram evidência de nenhum abuso sexual. Acreditem em mim. Se eles tivessem alguma informação, ela teria sido apresentada no julgamento."

Mesereau contou que o promotor do caso viajou regularmente para a sede do FBI em Quantico, Virginia, durante o estudo do processo julgado em 2005, tentando encontrar qualquer evidência contra Michael.

"Eles nunca acharam nada."

Mesereau também revelou que Michael sempre cooperou com as autoridades passando horas com elas e com seus advogados e que nunca caiu em contradição, afirmando sempre que não entendia por que as pessoas o acusavam daquelas coisas.

"O DCFS (departamento da criança e da família) inocentou Michael de qualquer delito em todas as suas investigações."

No dia 13 de junho de 2005, o júri considerou Michael Jackson inocente de todas as 14 acusações que pesavam contra ele.

Site revela depoimentos de Michael Jackson em processo de abuso sexual
Coreógrafo que acusa Michael Jackson de abuso, diz que o astro fez profecias
Vídeo inédito de Michael Jackson com filhos é exibido no tribunal
Coreógrafo diz que Michael Jackson pagou R$ 70 milhões pelo silêncio de meninos
Clínica de reabilitação rejeita internação de Paris Jackson

Instagram

Instagram

  • @guguliberato manda o recado!!! Todo mundo ligado no @powercouplebrasil , na próxima terça-feira, na @recordtvoficial Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • Comheça os ambientes do #powercouplebrasil.  @guguliberato @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli

OFuxico