Notícias

08/01/2006 | 16h02m - Publicado por: OFuxico

Bahia: Terra do verão, do carnaval, da festa

Bahia: Terra do verão, do carnaval, da festa

Bahia é sinônimo de culinária apimentada, tropicalismo, sincretismo religioso, a alegria do seu povo e o maior carnaval de rua do país. Mas, principalmente, é um celeiro de talentos como Dorival Caymmi, Caetano Veloso, Maria Bethânia e Jorge Amado.

Todos esses ingredientes encantadores podem ser encontrados em uma viagem à Bahia. E muita gente já descobriu isso. Não é à-toa que a baianidade virou uma verdadeira febre, e Salvador, o epicentro desse movimento.

As belezas do estado, em conjunto com sua gente e suas tradições, alcançaram um lugar bem especial na imaginação e nos sonhos de muitas pessoas. Hoje, não há quem descarte ou não se apaixone pelos encantos contidos em cada canto desta terra.

Como se não bastasse, a Bahia é também palco de cenários de rara beleza, onde a natureza reina absoluta e agracia os visitantes com todo o seu encanto; um verdadeiro toque dos deuses no Nordeste brasileiro. Toda essa mistura transforma a Bahia em um lugar mágico. Com certeza, uma terra abençoada por Deus!

História

A história da capital, Salvador, se inicia 48 anos antes de sua fundação oficial, com a descoberta da Baía de Todos os Santos, em 1501. O local se tornou referência para os navegadores, passando a ser um dos pontos mais conhecidos e visitados do Novo Mundo. Isso fomentou a idéia de construção da cidade. A riqueza atraiu a atenção de estrangeiros, que promoveram expedições para conquistá-la. De maio de 1624 a abril de 1625, Salvador ficou sob ocupação holandesa. Em 1638, mais uma tentativa de invasão da Holanda.

A cidade foi escolhida como refúgio pela família real portuguesa ao fugir das investidas de Napoleão na Europa, em 1808. Nessa ocasião, o príncipe regente D. João abriu os portos às nações amigas e fundou a escola médico-cirúrgica, primeira faculdade de medicina do país.

Em 1823, mesmo um ano depois da proclamação da Independência do Brasil, a Bahia continuou ocupada pelas tropas portuguesas do Brigadeiro Madeira de Mello. No dia 2 de julho do mesmo ano, Salvador foi palco de um dos mais importantes acontecimentos históricos para o Estado e que consolidou a total independência do Brasil. A data passou a ser referência cívica dos baianos, comemorada anualmente com intensa participação popular.

Praias

Pensar na Bahia deixando de fora os seus mais de 1000 km de litoral é quase impossível. Da Costa dos Coqueiros, na divisa com Sergipe, até a Costa das Baleias, no extremo sul, são mais de 300 belíssimas praias.

À beira do mar da Bahia fica o Monte Pascoal, primeiro local avistado pelos navegadores portugueses em 1500. Se há cinco séculos os portugueses se encantaram com a beleza natural da região, o que dizer de quem a descobre hoje, quando percebe que nas praias e arredores ela preserva o mesmo encanto, descrito por Pero Vaz de Caminha na Carta da Descoberta?

O litoral da Bahia também tem outros atrativos. O Parque Nacional Marinho de Abrolhos, onde os mergulhadores se encantam com extensos corais; as cidades do ciclo do cacau, como Ilhéus, encravada numa região de praias quase desertas, como Camamu e Barra Grande; Morro de São Paulo, vilarejo na ilha de Tinharé, alcançado de barco a partir da cidade de Valença e onde o mar de águas calmas forma piscinas naturais e as praias são quase desertas; Itaparica, ilha em que convivem lado a lado um dos maiores complexos hoteleiros do país e a tranqüilidade de vilarejos onde o tempo parece ter parado. E, é claro, Salvador, onde as praias de areias brancas misturam-se aos prédios e à arquitetura colonial da primeira capital do país, à alegria que reina o ano inteiro, à musicalidade, ao misticismo e à religiosidade, marcas do povo baiano.

E quanto mais o turismo avança, mais a Bahia se mostra capaz de revelar novas praias. Podemos citar como exemplos de alguns desses recantos, a Barra Grande, ao norte de Ilhéus, Cumuruxatiba, no extremo sul do Estado, e Boipeba, ao sul de Salvador. Ao lado de Itacaré, que já vem sendo falada há alguns verões. Esses três destinos têm tudo para agradar a quem quer a praia baiana sem o som do axé em alto volume nas barraquinhas, passear por ruazinhas estreitas e tomar uma boa água-de-coco.

Atrações Turísticas da Capital

Existem pontos em Salvador que não podem ficar de fora de nenhum roteiro turístico. Na chamada Cidade Baixa, é impossível deixar de conhecer a Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, construída em Portugal, desmontada e trazida para o Brasil. Além dela, há o Mercado Modelo e o Mercado São Joaquim. Na Cidade Alta, a atração maior é o Bairro do Pelourinho, onde restaurantes e lojas de artesanato são maravilhosos e o lugar ferve com eventos culturais noturnos. Há ainda o Plano Inclinado e o Elevador Lacerda. Isso sem falar nas igrejas da região.


Carnaval

Se é verdade que o carnaval é uma festa democrática, é na Bahia que se tem certeza disso. Quase um mês antes da festa – logo depois do réveillon - já começa o frenesi, que pode ser sentido pelos nativos até a chegada do carnaval, considerada pelos baianos – e por que não dizer, pelos brasileiros em geral - como a maior festa popular a céu aberto do planeta.
Da singela “fubica” de Dodô e Osmar, até os trios elétricos colossais de hoje, o carnaval ganhou status, infraestrutura, novos artistas, e acabou por conquistar, definitivamente, os milhões de corações que aqui já brincaram. Dentro dos blocos de trio, na “pipoca” em meio à multidão, ou sobre os recém-criados e superluxuosos camarotes, os foliões vivem experiências sensacionais. Nos seis dias de uma festa praticamente ininterrupta, os grandes nomes da música baiana se reúnem nos 26km de ruas e avenidas da cidade, a bordo de seus trios e envolvidos por seus blocos, acionando as engrenagens desta imensa fábrica de sonhos.

Famosos que Moram na Bahia

A terra do Pelourinho e do Farol da Barra também é celeiro de grandes nomes. De Jorge Amado, que já nos deixou, à Ivete Sangalo, vários artistas de sucesso vieram de lá. Poderíamos perder um dia inteiro enumerando os soteropolitanos famosos e corremos o risco de esquecer alguém muito importante. Na música, por exemplo, Ivete Sangalo, Daniela Mercury, Carla Perez e Xanddy, Caetano Veloso, Maria Bethânia, Dorival Caymmi e toda a sua família, Luiz Caldas e Durval Lélys, entre outros, são orgulhos dos baianos. Esses, inclusive, preferiram continuar morando na terrinha.

Há também o caso de quem não nasceu, mas escolheu a Bahia para morar, como Sidney Magal e Juca Chaves, e também Elba Ramalho, que vive em Trancoso. E os que sempre que podem, dão um pulinho por lá. Essa lista já é maior: Adriane Galisteu, Astrid Fontenele, José Simão, Joyce Pascowitch, Luana Piovani, Dado Dolabella, entre outros.

Outros cantores, deixaram a cidade por conta de suas agendas, mas sempre que podem, voltam para matar as saudades.

Entre os atores, no entanto, a realidade é outra. Como os estúdios são no eixo Rio-São Paulo, nomes como Wagner Moura, Lázaro Ramos, Vladimir Brichta, e até Priscila Fantin (a baianinha que cresceu em Minas Gerais), entre outros nomes, deixaram a Bahia, em busca do sucesso.

Réveillon Baiano Atrai Celebridades

Na passagem de 2005 para 2006, muitos famosos optaram por festejar na Bahia. Eles se dividiram entre Salvador e outras cidades paradisíacas.

Trancoso, por exemplo, tornou-se um dos points mais procurados pelas celebridades. Passaram por lá: Elba Ramalho, Nelsinho Piquet, além do casal Thiago Lacerda e Vanessa Lóes.
Já a família de Glória Pires entrou 2006 em Salvador. A atriz, o marido, Orlando Morais, e os filhos - entre eles Cléo Pires. Eles estiveram presentes na festa promovida pela promoter, Lícia Fábio.

Em outro canto, no Bahia Marina, também na cidade de Salvador, Eri Johnson, Mylla Christie, Letícia Birkheuer, Virna Dias, Daiane dos Santos, além de Priscila Borgonov e Cristiano Rangel caíram na dança ao som dos melhores sons baianos. Priscila, ex-mulher de Fábio Assunção, e Cristiano, ex de Luana Piovani foram flagrados até trocando beijos.

Mas há aqueles que apostaram na Costa do Sauípe. Os atores Fernanda Souza, Emílio Orciollo Netto, Cynthia Benini, Ludmila Dayer e Paola Oliveira, foram alguns que embarcaram nessa viagem. Amigos da novela Alma Gêmea, da Globo, Emílio e Fernanda, que interpretam os personagens Crispim e Mirna, respectivamente, não se desgrudaram e ainda receberam elogios por conta de suas atuações.

Instagram

Instagram

  • @aldairplayboy também colocou todo mundo para dançar, durante sua incrível apresentação, no evento no CTN, em São Paulo, que também contou com a participação de Devinho Novaes
  • @xandaviao agitou a madrugada deste sábado (18), com um super show no Centro de Tradições Nordestinas, em São Paulo. Na ocasião, ele interpretou sucessos de todas as fases do Aviões do Forró
  • @RenatoAragão fala da emoção de estar mais uma vez no #CriançaEsperanca, uma ideia que ele teve há mais de três décadas
  • @RenatoAragão fala da emoção de estar mais uma vez no #CriançaEsperanca, uma ideia que ele teve há mais de três décadas
  • Olha só o recadinho que a dupla #Sandro&Gustavo mandou para os leitores de OFuxico!
  • @projota fez questão de convidar os seguidores de #OFuxico para conferir sua mais nova música de trabalho, Sr. Presidente, que já conta até com videoclipe. Confira mais!
  • Confira suposta lista de participantes de #AFazenda! Quem você gostaria que estivesse na nova edição do programa?
📷: Divulgação/Record TV

OFuxico