Notícias

26/12/2016 | 13h30m - Publicado por: Julia Teixeira | Foto: Grosby Group

Cinco momentos que geraram polêmica na carreira de George Michael

Cantor morreu na manhã do último domingo (25), aos 53 anos, de insuficiência cardíaca

Cinco momentos que geraram polêmica na carreira de George Michael - Grosby Group

Com mais de 100 milhões de álbuns vendidos, George Michael conseguiu conquistar milhares de fãs, ao redor do mundo, com sua voz pra lá de talentosa e seu característico carisma. Sua carreira, contudo, assim como a de muitos outros nomes bem conhecidos, não foi marcada apenas por bons momentos. As passagens pela polícia e a luta contra as drogas fizeram parte da vida do artista, que, aliás, chegou a fazer parte da banda Wham!. 

A depressão também trouxe momentos muito difíceis para o cotidiano do cantor, que, inclusive, já havia afirmado, em uma das centenas de entrevistas que deu, que "não era capaz de suportar o sucesso", mesmo com seu imenso reconhecimento, até entre os famosos. 

George Michael morreu no último domingo (25), em sua própria casa, localizada no Reino Unido. Segundo informações de seu próprio empresário, Michael Lippman, o artista faleceu de insuficiência cardíaca e foi encontrado sem vida "deitado em sua cama, em paz". Confira abaixo alguns dos momentos mais polêmicos da trajetória do cantor.

 

1 - Posse de substâncias ilícitas

As drogas realmente trouxeram vários problemas para George. Em outubro de 2006, por exemplo, o cantor se declarou por dirigir sob a influência de várias substâncias, também sendo acusado, apenas dois anos depois, por posse de produtos como o crack. Já em setembro de 2010, ele passou quatro semanas preso, depois de perder o controle de sua caminhonete e invadir uma loja, em Londres, também dirigindo sob o efeito de drogas. Na época, assim que saiu da prisão, o cantor chegou a afirmar que estava fazendo um tratamento para se curar de tal vício. 

 

2 - Incidente em banheiro público da Califórnia

George Michael viu seu nome estampar, ainda mais, as manchetes de veículos da imprensa do mundo todo, depois de ser preso, em abril de 1998, em um banheiro público da Califórnia, nos Estados Unidos, acusado de participar de "ato lascivo". Assumidamente bissexual, o artista foi multado e condenado a cumprir 80 horas de serviço comunitário. Tal episódio ainda lhe serviu de inspiração, na hora da elaboração do videoclipe para a música Outside. 

 

3 - Perda de batalha jurídica contra a gravadora Sony

Mesmo batendo recorde de vendas, principalmente com seu álbum solo Faith, George travou uma batalha judicial contra a gravadora Sony, alegando que o contrato que assinara com a empresa, em 1988, era injusto, de acordo com as leis da Inglaterra e da União Européia, principalmente por mantê-lo preso à marca, por 15 anos. Ainda segundo o próprio, os empresários da Sony queriam continuar mantendo sua imagem de símbolo sexual, mesmo contra a sua vontade. George acabou perdendo tal luta, mas acabou tendo seu contrato comprado pela empresa Virgin, retornando à Sony apenas em 2003. 

 

4 - A escolha de um título polêmico para o álbum Faith

Antes mesmo de seu grande lançamento, em 1987, o disco Faith já havia causado uma enorme polêmica, principalmente nos Estados Unidos. Tudo porque George Michael tinha escolhido, inicialmente, para tal projeto, o título I Want Your Sex (Eu Quero Seu Sexo), que, aliás, também deu para uma música, cuja letra falava de um homem que fazia de tudo para se relacionar sexualmente com uma mulher. Algumas estações de rádio americanas não quiseram colocar, em sua programação, tal hit, que, aliás, acabou conquistando o primeiro lugar nas paradas de sucesso, não só nos Estados Unidos, mas também na Inglaterra. 

 

5 - Crítica a políticos americanos e britânicos, com a canção Shoot the Dog

George Michael também fez parte da lista de artistas que usam suas composições para protestar sobre determinado assunto. Ao escrever a música Shoot the Dog (Atire no Cachorro), por exemplo, o artista criticou a relação do então presidente americano George W. Bush com o primeiro-ministro britânico na época, Tony Blair. Com vários tipos de sátiras e ironias, o videoclipe da canção também causou polêmica e revolta, com várias pessoas chegando a chamar o cantor de "antiamericano". 



Instagram

Instagram

  • @anamaria16 ensina aos repórteres e aos participantes do Superchef Celebridades a fazer a melhor coxinha do Brasil 📽 @flaviacirino
  • @robertoljustus e @ticipinheiro comemoraram os oito aninhos de #RafinhaJustus, neste sábado
Foto: Manuela Scarpa/Brazil News
  • Filha caçula de @eliana é pura fofura na festa do irmão mais velho, Arthur 
Foto: Manuela Scarpa/Brazil News
  • @oceara e @misantosoficial realizaram uma festança para @valentinamunizreal. Veja tudo no #OFuxico 
Foto: Leo Franco/AgNews
  • @marinaruybarbosa e @brumarquezine arrasam na Grécia! Confira as fotos no #OFuxico 
Fotos: Reprodução/Instagram
  • @fatimabernardes é pura elegância no lançamento do livro Poesia que Transforma, de @brauliobessa, na Livraria da Travessa, no Barra Shopping, Rio de Janeiro.

Foto: Wallace Barbosa/AgNews
  • @simoneses e @simaria cantando dutente coletiva de imprensa em São Paulo

OFuxico