Notícias

17/05/2015 | 10h24m - Publicado por: Flávia Almeida | Foto: Divulgação/TV Globo

Corpo de Elias Gleizer será enterrado no Cemitério Israelita

Ator morreu no sábado (16)

Corpo de Elias Gleizer será enterrado no Cemitério Israelita - Divulgação/TV Globo

Está marcado para as 12hdeste domingo (17), o início do velório do corpo do ator Elias Gleizer, que morreu no sábado (16), em decorrência de consequências da queda de uma escada rolante no último dia 6, quando quebrou cinco costelas e teve o pulmão perfurado.

O enterro está marcado às 13h, no Cemitério Israelita Vilar dos Teles, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Lá são enterrados membros da comunidade judaica do Rio de Janeiro. Elias, de 81 anos, estava internado no Hospital Copa D'Or, em Copacabana, na Zona Sul carioca.

Única parente do ator, sua irmã, Rosa, que mora em São Paulo, chegou ao Rio no sábado (16), acompanhada pelos dois filhos. Elias era solteiro e não teve herdeiros.

Seu trabalho mais recente foi na novela Boogie Oogie, exibida no ano passado. 

Trajetória

Ilicz Glejzer era o nome de batismo de Elias Gleizer. Ele nasceu em 4 de janeiro de 1934, em São Paulo, filho de imigrantes judeus poloneses, de pai sapateiro e mãe dona de casa. Sua aparição aconteceu na TV Tupi, no final de 1950 e permaneceu na emissora até  até 1978. Em seguida foi para a Bandeirantes e depois SBT, de 1980 a 1983. 

Ele estreou na Globo em 1984, convidado pelo autor Walther Negrão para atuar em Livre para Voar. A lista de novelas das quais participou é extensa. Direito de Amar (1987), de Walther Negrão e Alcides Nogueira; Tieta (1989), de Aguinaldo Silva, Ana Maria Moretzsohn e Ricardo Linhares; Explode Coração (1995), de Gloria Perez, primeira novela gravada inteiramente no Projac; Terra Nostra, de Benedito Ruy Barbosa (1999) são alguns exemplos. Outra novela marcante foi Caminho das Índias, de Gloria Perez, a primeira a vencer o Prêmio Emmy, em 2009. Na trama, Elias Gleizer viveu o Seu Cadore, que sofria com a falsa morte de um dos filhos e a esquizofrenia do neto querido.

O ator também participou da minissérie Chiquinha Gonzaga (1999), de Lauro César Muniz e Marcílio Moraes. Em 2010, emendou duas novelas: Tempos Modernos, de Bosco Brasil, e Passione, de Silvio de Abreu. Três anos mais tarde interpretou o cigano Manolo em Flor do Caribe (Walther Negrão). Além do trabalho em novelas e minisséries, Elias Gleizer também fez participações no seriado Malhação e no humorístico Zorra Total. O ator também atuou no cinema em Didi Quer Ser Criança, dirigido por Alexandre Boury e Fernando Boury, com Renato Aragão (2004).

Famosos lamentam a morte do ator Elias Gleizer
Morre o ator Elias Gleizer, aos 81 anos

Instagram

Instagram

  • @aldairplayboy também colocou todo mundo para dançar, durante sua incrível apresentação, no evento no CTN, em São Paulo, que também contou com a participação de Devinho Novaes
  • @xandaviao agitou a madrugada deste sábado (18), com um super show no Centro de Tradições Nordestinas, em São Paulo. Na ocasião, ele interpretou sucessos de todas as fases do Aviões do Forró
  • @RenatoAragão fala da emoção de estar mais uma vez no #CriançaEsperanca, uma ideia que ele teve há mais de três décadas
  • @RenatoAragão fala da emoção de estar mais uma vez no #CriançaEsperanca, uma ideia que ele teve há mais de três décadas
  • Olha só o recadinho que a dupla #Sandro&Gustavo mandou para os leitores de OFuxico!
  • @projota fez questão de convidar os seguidores de #OFuxico para conferir sua mais nova música de trabalho, Sr. Presidente, que já conta até com videoclipe. Confira mais!
  • Confira suposta lista de participantes de #AFazenda! Quem você gostaria que estivesse na nova edição do programa?
📷: Divulgação/Record TV

OFuxico