OFuxico - saiba tudo sobre as Celebridades e os Famosos

Envie por Email

» sair

Por: Flávia Almeida | Foto: Raphael Mesquita/FotoRioNews e Reprodução TV | 16/12/2012 22:44:22

Ellen Oléria: "A música brasileira não precisa de mim, eu que preciso dela"

Vencedora do The Voice Brasil só quer saber de trabalhar

Ellen Oléria: \

Publicidade


Confira mais fotos na galeria

  • <strong>Lulu Santos, Claudia Leitte, Ellen Oléria, Carlinhos Brown e Daniel</strong> - Raphael Mesquita/FotoRioNews
  • <strong>Thalita Pertuzatti</strong> - Raphael Mesquita/FotoRioNews
  • <strong>Tiago Leifer</strong> - Raphael Mesquita/FotoRioNews
  • <strong>Carlinhos Brown e a vencedora Ellen Oléria</strong> - Raphael Mesquita/FotoRioNews
  • <strong>Maria Christina</strong> - Raphael Mesquita/FotoRioNews
  • <strong>Ju Moraes</strong> - Raphael Mesquita/FotoRioNews

Favorita desde os primeiros 48 segundos de apresentação, quando os 4 técnicos bateram o botão em seu favor no primeiro dia de programa, Ellen Oléria sacramentou a preferência popular e sagrou-se vencedora do The Voice Brasil.

A brasiliense de Taguatinga conversou com a reportagem de OFuxico, e falou sobre sua homossexualidade, a carreira, as amizades feitas no programa, entre outros assuntos. Confira.

OFuxico: Você percebeu o favoritismo ao longo desses 3 meses?

Ellen Oleria: Foi tudo tão intenso, um tempo de celebração, não senti favoritismo. Estava cercada de pessoas com um potencial incrível. Tenho 13 anos de carreira e tenho principalmente a minha fé e minha cultura, acho que isso chega até as pessoas e todos me receberam com amor. O povo brasileiro foi generoso comigo, são os mistérios da natureza.

OF: Negra, homossexual e fora dos padrões de beleza. Como foi que recebeu essa aceitação imediata do público? Pela primeira vez a Globo destacou através dos créditos, em suas apresentações, a presença de sua namorada na plateia...

EO: As cadeias não podem sufocar o amor. Venho fazendo a minha parte lá no meu pedacinho de chão. Tenho uma companheira há 10 meses, a Poly, que me dá carinho, atenção, cuida de mim e me ajuda a colocar comida em casa. A Globo não fez nada mais justo do que dar as caras à verdade. De alguma forma, acabei prestando uma homenagem às minhas amigas, para que não desistam. Muitas de nós foram mortas por conta de uma legenda como essa...Nunca foi projeto meu levantar bandeira, e sim poder ser quem sou.

OF: Já tem planos de como será seu show no reveillon de Copacabana?

EO: Não deu pra digerir ainda, que coisa louca! O povaréu reunido pra mandar energia boa para o planeta. Fiz várias festas de reveillon na minha cidade. Mas agora, em Copacabana... eu não sei como será! Se puder levar minha banda, Pretutu, posso garantir que todos vão dançar sem parar!

OF: E o que pretende fazer com os R$ 500 mil?

EO: Gastar!!!

OF: E o carro?

EO: Adoro dirigir, serei piloto da minha nave!            

OF: O repertório que você apresentou ao longo do programa foi um show à parte. Como foi a escolha?

EO: Essa foi uma grande diferença, uma novidade à qual me adaptei. Sou cantora de uma banda, a Pretutu, sempre escolhi o que ia cantar. E aqui no The Voice,  escolhi a primeira música, do Benjor, que é meu amuleto. E poucas outras. De Maria, Maria em diante, não foi escolha minha. Foi uma experiência nova, já que sempre fui a senhora absoluta do meu som. Estar acompanhada por especialistas, pessoas com voz ativa, foi especial demais. Eu não queria cantar Maria, Maria porque achava que não teria como dar meu melhor diante de uma interpretação imortalizada por Elis Regina, minha inspiração. Eu falei, ‘gente, essa não!’. Mas deu certo... Teve músicas que cantei pela primeira vez na vida...

OF: Apesar dos 13 anos de careira, o aprendizado vai mudar a Elle Oléria?

EO: Tive afinidade imediata com tudo e todos. Os especialista foram incríveis. Aprendi demais.

OF: O que será da sua careira daqui pra frente? Tem medo de não acontecer, como a maioria de vencedores de reality de música?

EO: A música brasileira não precisa de mim, eu é que preciso dela. Antes de entrar no The VCoice Brasil, havia lançado um disco em 2009, a recentemente gravei um CD e DVD que estão disponíveis na Internet, mas não tive ainda como prensá-los. Tenho ainda gravado um projeto de ritmos amazonenses com heavy metal. Acredito que não se trate de momento, é carreira, é a continuação. Se precisar e tiver que pedir ajuda, o farei! Não tenho medo! Preciso me descobrir no meu caminho, cada um dos talentos que aqui estiveram tem o seu caminho, preciso bater cabeça.

OF: Fez amigos durante o programa?

EO: Claro, todos! Hoje mesmo, nos bastidores, estava torcendo tanto por todos... A Ludmillah é uma amiga que fiz pra vida! Ela tem uma luz só dela, é uma grande estrela, assim como a Maria Christina, a Ju Moraes, a Liah...

Ellen Oleria:

Ellen Oleria:


Avalie esta Matéria


Tudo sobre o mundo dos famosos, novelas, festas e TV, você encontra em O Fuxico!



Clique para ler as notícias mais lidas do dia!


Publicidade



Publicidade

+ Relacionadas

+ Notícias



Acesso Rápido


Think4

É proibido o uso ou publicação deste conteúdo sem a devida autorização. Os infratores ficarão sujeitos às penas previstas por lei.
Ofuxico não envia mensagens de e-mail sobre promoções, notícias e novidades.
Ofuxico explora este site e, em particular, oferece e disponibiliza os conteúdos aos usuários visitantes do site em seu nome e por sua conta.
2000-2013 OFuxico - Todos os direitos reservados