Notícias

25/04/2015 | 11h50m - Publicado por: Ará Rocha | Foto: AgNews

Famosos e familiares chegam ao velório de Roberto Talma

Diretor morreu na quinta-feira (23)

Famosos e familiares chegam ao velório de Roberto Talma - AgNews Abrir Galeria

Um sábado (25) com sabor de despedida. Nesta manhã, familiares e amigos de Roberto Talma chegaram ao seu velório, que acontece no Memorial do Carmo, no bairro do Caju, zona portuária doRio de Janeiro.

O corpo do diretor, que estava internado desde março, no Hospital Samaritano do Rio de Janeiro e morreu na quinta-feira (23), vítima de falência múltipla dos órgãos  decorrente de insuficiência renal, será cremado neste sábado, em uma cerimônia apenas para familiares e amigos.

Muita gente famosa compareceu ao local. Xuxa, Milton Nascimento, Silvia Pfeifer, Jorge Fernando, Luciano Huck e Angélica, Boninho com a esposa Ana Furtado, Tyzuca Yamasaki, Betty Fariz, entre outros, foram se despedir do querido diretor.

"Talma é meu mestre. Tudo que sei sobre TV aprendi com ele. Ele tinha a capacidade de idealizar, criar um programa e coloca-lo no ar no dia seguinte", disse Jorge Fernando.

"Eu disse que o amava e ele disse que me amava também. Para sempre ele será o meu diretor", falou a apresentadora Xuxa.

Biografia
 
Roberto Talma Vieira nasceu no dia 29 de abril de 1949, em São Paulo. Começou a carreira na TV aos nove anos integrando um grupo de sapateado que se apresentava no programa A Grande Gincana Kibon, na Record.
 
No início dos anos 60, mudou-se para o Rio de Janeiro. Em 1969, foi contratado pela Globo na função de operador de videotape. Em pouco tempo, tornou-se um dos homens mais importantes da emissora.

Roberto Talma completaria 66 anos no próximo dia 29. Sua família era proprietária de um circo no interior do estado. Ele começou sua grande carreira de sucesso bem cedo: aos 9 anos já integrava um grupo de sapateado que se apresentava no programa A Grande Gincana Kibon, na TV Record.  Foi lá que conheceu o diretor Nilton Travesso, com quem trabalhou anos depois na Rede Globo, editando os primeiros clipes do Fantástico.

Na década de 60, Janeiro, conheceu o diretor da TV Rio, Walter Clark. Passou pelas também extintas TV Excelsior e pela TV Tupi e foi contratado pela Rede Globo em 1960. Além deseu trabalho na TV, Roberto Talma também estava incluso na música e no teatro. Ele se apresentava com um grupo musical e também em algumas peças.

Seu primeiro trabalho na Globo foi como operador de videoteipe, onde participava do núcleo de jornalismo da casano Jornal Nacional, Jornal Hoje e Jornal da Globo. Também esteve na primeira equipe do programa Fantástico no ano de 1973 e foi o responsável pela edição de atrações como Globo Repórter e Globo de Ouro.

No final dos anos 70, foi para a TV Bandeirantes, onde dirigiu o programa Rosa e Azul, com Débora Duarte e Antônio Marcos. Seis meses depois, voltou à Globo para dirigir as novelas Pai herói (1979), de Janete Clair, e Água Viva (1980), de Gilberto Braga. 

Em 1982, voltou à TV Bandeirantes, onde produziu as novelas Campeão (1982), de Jaime Camargo e Marcos Caruso, e Braço de Ferro" (1983), de Marcos Caruso. Voltou para a Globo, em seguida, onde assumiu o cargo de diretor executivo da Central Globo de Produção. Foi responsável pela criação de séries como Armação Ilimitada (1985) e Tarcísio & Glória (1989) e das minisséries Anos Dourados (1986), de Gilberto Braga, Sampa (1989), de Gianfrancesco Guarnieri, Boca do Lixo (1990), de Silvio de Abreu e O Sorriso do Lagarto (1991), de Walther Negrão e Geraldo Carneiro.

Em 1995, Roberto Talma deixou a Globo e foi dedicar-se a projetos pessoais, que incluíam a criação de uma produtora independente. Voltou em 1999 assumindo o núcleo de programas infantis da Central Globo de Produção: Gente Inocente (1999), Flora Encantada (1999), Bambuluá (2000) e a segunda versão do Sítio do Picapau Amarelo (2001). Também assinou a direção do Domingão do Faustão, Fantástico e do programa LLinha Direta (1999).

No ano de 2002 um susto: teve um infarto e foi internado às pressas em uma clínica de Botafogo, no Rio de Janeiro. Pouco menos de dois meses após o ocorrido, assinou a direção-geral do especial de fim de ano com o cantor Roberto Carlos. Em 2004, marcou presença  na novela Celebridade, de Gilberto Braga. No teatro, dirigiu as atrizes Maitê Proença e Clarice Derziê na peça Achadas e Perdidas (2006). Em junho de 2012, ele voltou a ser internado: ficou na UTI São José, em São Paulo, para se recuperar de uma angioplastia para colocação de stents.

Em 2011, Roberto Talma foi o diretor-geral da microssérie Amor em 4 Atos, com quatro episódios inspirados em canções de Chico Buarque e também compartilhou o roteiro e direção do especial  Ivete, Gil e Caetano com Rafael Dragaud.

No ano de 2012, Talma assumiu a direção de núcleo da novela Gabriela, uma releitura da trama exibida às 23h. Já em 2013, produziu o filme Dores de Amores, com direção de Raphael Vieira.

Cerimônia de cremação de Roberto Talma será fechada para família no sábado (25)
Famosos lamentam a morte do diretor Roberto Talma
Morre o diretor Roberto Talma, aos 65 anos

Instagram

Instagram

  • @aldairplayboy também colocou todo mundo para dançar, durante sua incrível apresentação, no evento no CTN, em São Paulo, que também contou com a participação de Devinho Novaes
  • @xandaviao agitou a madrugada deste sábado (18), com um super show no Centro de Tradições Nordestinas, em São Paulo. Na ocasião, ele interpretou sucessos de todas as fases do Aviões do Forró
  • @RenatoAragão fala da emoção de estar mais uma vez no #CriançaEsperanca, uma ideia que ele teve há mais de três décadas
  • @RenatoAragão fala da emoção de estar mais uma vez no #CriançaEsperanca, uma ideia que ele teve há mais de três décadas
  • Olha só o recadinho que a dupla #Sandro&Gustavo mandou para os leitores de OFuxico!
  • @projota fez questão de convidar os seguidores de #OFuxico para conferir sua mais nova música de trabalho, Sr. Presidente, que já conta até com videoclipe. Confira mais!
  • Confira suposta lista de participantes de #AFazenda! Quem você gostaria que estivesse na nova edição do programa?
📷: Divulgação/Record TV

OFuxico