Por: Claudia Dias | Foto: OFuxico | 03/02/2006 | 12:10

Filho de Isabel Fillardis vence Síndrome de West

Filho de Isabel Fillardis vence Síndrome de West - OFuxico

Publicidade


A atriz Isabel Fillardis passou por maus momentos, desde o nascimento de seu filho, Jamal Anuar, que hoje está com quase três anos. Aos dois meses de idade da criança, ela e o marido, o empresário Júlio César, descobriram que o menino era portador da Síndrome de West, um tipo de epilepsia, que causa atraso no desenvolvimento mental da criança.

Em entrevista à Revista Caras desta semana, a artiz  fala pela primeira vez, abertamente sobre o drama vivido pela família, e conta que o menino se livrou das crises e vem, a cada dia, superando obstáculos e se desenvolvendo.

“Atualmente, toma três anticonvulsivos, que estão sendo reduzidos aos poucos. Faz fisioterapia diariamente: temos que ensinar ao corpo dele, para que servem as mãos, os pés...uma vez por semana, vai à equoterapia (modalidade de fisioterapia que usa cavalos) e ao Hospital Sarah para revisão”, contou a atriz na reportagem.

Isabel contou ainda que, além da medicina, ela e o marido recorreram ao tratamento espiritual.

“Nós somos espiritualistas kardecistas. Uma ressonância magnética tinha acusado que a parte frontal do cérebro do Jamal era ligeiramente pequena. Depois que começamos a fazer o tratamento espiritual, fizemos outra e estava normal”, lembra. Ela lembrou ainda, os problemas que teve quando esperava o menino.

“A gravidez do Jajá foi complicada desde o início. Nos primeiros exames, descobri que tinha contraído um vírus chamado citomegalovírus e o infectologista me deu um parecer horroroso. Disse que o bebê podia nascer cego, surdo e mudo. Com cinco meses, tive um sangramento feroz. Eu chorava porque era louca para ter um filho homem. Na época, fiz todos os exames e deram normais. Com quase nove meses, Jamal se enrolou em duas alças do cordão umbilical, e o médico disse que teríamos que fazer uma cesariana. No dia marcado para a cirurgia, entrei em trabalho de parto, o que significava sofrimento para o bebê. Jamal demorou dois segundos para chorar, mas mesmo assim, recebeu 9/10 no Índice de Apgar”, contou.

Hoje, o casal comemora os avanços do pequeno. “Dizer que não cheguei a desanimar, seria mentira. Aconteceu várias vezes. Eu pensava: meu Deus, porque o senhor fez isso comigo? Passei pela fase da vergonha, do entendimento, do amadurecimento como pessoa. Jamal veio me ensinar o que é o amor incondicional. Qualquer coisa que eu venha a passar não é nada em relação à luta do meu filho para viver”, finalizou Isabel.

 


Siga @Ofuxico_oficial no Twitter

Seja fã de OFuXico no Facebook

Clique para ler as notícias mais lidas do dia


Avalie esta Matéria



Acesso Rápido


Think4

É proibido o uso ou publicação deste conteúdo sem a devida autorização. Os infratores ficarão sujeitos às penas previstas por lei.
Ofuxico não envia mensagens de e-mail sobre promoções, notícias e novidades.
2000-2011 OFuxico - Todos os direitos reservados