Notícias

01/09/2012 | 16h05m - Publicado por: Larissa Moggi/ TV Press para O Fuxico | Foto: Pedro Paulo Figueiredo/Carta Z Notícias

Jéssica Ellen, a Rita de Malhação, quase desiste da carreira de atriz

Ao receber o convite para a novela teen, manteve seu intuito

Jéssica Ellen, a Rita de Malhação, quase desiste da carreira de atriz - Pedro Paulo Figueiredo/Carta Z Notícias

Os olhos negros de Jéssica Ellen ganham brilho intenso quando a morena de traços delicados fala do seu primeiro papel na tevê, a Rita de Malhação. A personagem sueca, que chegou na escola roubando olhares dos alunos, voltou ao Brasil para encontrar o verdadeiro pai. A determinação, característica forte da atriz, é o que a aproxima de sua personagem.

"Isso é tão forte nas duas, que às vezes me pergunto: 'quem é Ellen? Quem é Jéssica?'. Mas fora isso, o perfil tímido da Rita contrasta com o meu jeito alegre, falante e dançante de ser", observa.

O encanto pelas artes surgiu aos 13 anos, quando a jovem entrou para o balé em uma academia na Rocinha, onde mora desde pequena. Certa do caminho que pretendia seguir, focou nos estudos e foi chamada para participar do projeto social Novos Horizontes, um reforço à escola, que lhe rendeu uma bolsa de estudos de um mês na Inglaterra. Foi a dedicação da carioca de 20 anos que, aos poucos, abriu as portas para que a arte entrasse de vez em sua vida.

No folhetim da Globo, Jéssica vive a filha da protetora Luiza, interpretada por Thalma de Freitas. A atriz explica que os atores que estão no início da carreira são constantemente ajudados pelo elenco de mais experiência na tevê. Para Jéssica, isso a faz ter segurança em frente às câmaras. Entretanto, a atriz ressalta que sente dificuldade nas cenas em que há festas na trama.

"Como a Rita é tímida, ela não se solta nas festas. Para mim, que vivo a dança desde cedo, é difícil me conter. Dá vontade de sair dançando por aí", diz aos risos.

Antes de entrar para Malhação, a atriz questionou se deveria interromper a faculdade de Teatro e de Dança para tentar a carreira na tevê. Mas, quando recebeu a notícia de que tinha passado, após três testes, não teve mais dúvidas.

 "Não tinha como recusar. A minha faculdade estava em greve há três meses e isso veio como um presente na hora certa", orgulha-se.

Ficha da atriz
Nome: Jéssica Ellen Dias da Costa

Nascimento: 16 de junho de 1992, no Rio de Janeiro

Primeiro trabalho na tevê: Malhação

Atuação inesquecível:  "Quando gravei uma cena inteira com o Mocotó", diz referindo-se ao personagem de André Marques

Interpretação memorável:  "A primeira peça que assisti, da minha professora de teatro Virgínia Maria. Vê-la no palco me inspirou a ter o mesmo desejo de estar ali".

Momento marcante: "Quando ganhei a bolsa de estudos na Inglaterra, em um concurso que envolvia 30 alunos de favelas que tivessem bom desempenho na escola".

Ao que gosta de assistir: "Na Moral" e "Mais você".

O que falta na televisão: "Nunca parei para pensar nisso. Agora que não sou apenas telespectadora, estou começando a criar o meu senso crítico".

O que sobra na televisão: "Acho que está completa. Os temas são abordados por alguma razão. Se são abordados mais de uma vez, é porque a mensagem precisa ser reforçada".

Ator: José Mayer.

Atriz: Alinne Moraes.

Com quem gostaria de contracenar: Taís Araújo.

Se não fosse atriz, o que seria:  Professora de História.

Novela preferida: Cobras e Lagartos, de 2006.

Cena inesquecível na tevê: "O primeiro beijo de Kayky Brito em O Beijo do Vampiro".

Melhor trilha sonora de novela: Chocolate com Pimenta, de 2003.

Melhor abertura de novela: Da Cor do Pecado, de 2004.

Vilão mais marcante: "Carminha, de Adriana Esteves, em Avenida Brasil".

Personagem mais difícil de compor: "Qualquer personagem que tenha perfil bem próximo ao meu".

Melhor bordão da tevê: "Tô pagando", da personagem Lady Kate, de Katiuscia Canoro, no humorístico Zorra Total.

Que novela gostaria que fosse reprisada: O Beijo do Vampiro, de 2002.

Que papel gostaria de representar: "Todos, desde mocinha à vilã".

Com quem gostaria de fazer papel romântico: Rodrigo Simas.

Filme: Um Amor para Recordar, do diretor americano Adam Shankman.

Autor predileto: Pedro Bandeira.

Diretor favorito: João Fonseca.

Vexame: "Quando eu e um amigo passamos por uma roda de crianças sem pedir licença, porque estávamos atrasados para uma festa. Quando nos demos conta, percebemos que era um ensaio de dança. Fomos vaiados e fiquei triste por ter atrapalhado".

Projeto: "Mostrar para as meninas das favelas do Rio que elas podem chegar onde quiserem através do estudo".

 

Malhação - Segunda a sexta, às 17:30 h, na Globo.

Instagram

Instagram

  • @aldairplayboy também colocou todo mundo para dançar, durante sua incrível apresentação, no evento no CTN, em São Paulo, que também contou com a participação de Devinho Novaes
  • @xandaviao agitou a madrugada deste sábado (18), com um super show no Centro de Tradições Nordestinas, em São Paulo. Na ocasião, ele interpretou sucessos de todas as fases do Aviões do Forró
  • @RenatoAragão fala da emoção de estar mais uma vez no #CriançaEsperanca, uma ideia que ele teve há mais de três décadas
  • @RenatoAragão fala da emoção de estar mais uma vez no #CriançaEsperanca, uma ideia que ele teve há mais de três décadas
  • Olha só o recadinho que a dupla #Sandro&Gustavo mandou para os leitores de OFuxico!
  • @projota fez questão de convidar os seguidores de #OFuxico para conferir sua mais nova música de trabalho, Sr. Presidente, que já conta até com videoclipe. Confira mais!
  • Confira suposta lista de participantes de #AFazenda! Quem você gostaria que estivesse na nova edição do programa?
📷: Divulgação/Record TV

OFuxico