Notícias

26/05/2013 | 12h40m - Publicado por: O Fuxico | Foto: Ag.News

Letícia Sabatella quer cantar funk

A atriz está soltando a voz em Sangue Bom

Letícia Sabatella quer cantar funk - Ag.News

Letícia Sabatella tem impressionado o público com seu belo timbre de voz, quando canta em cena, na novela Sangue Bom, da Globo. Com o codinome Palmira Valente, ela vai se apresentar no capítulo que será exibido segunda-feira (27), numa bela interpretação de Fadas, de Luiz Melodia.

Mas, em entrevista ao jornal Extra, ela revela que o que quer mesmo é cantar um funk daqueles na novela.

“Foi uma delícia gravar cantando! Aprendi (a música) ouvindo a Elza (Soares) e o próprio Luiz. Mas acho que tiraria uma onda boa cantando funk. Adorei essa história de ter funk, as mulheres-fruta. Dá para se divertir”, empolga-se a atriz, cantarolando Solteirinha da Pompeia, hit da Mulher-Mangaba, personagem de Ellen Rocche na trama de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari.

Essa não foi a primeira vez que Letícia subiu num palco para cantar. Desde cedo, a mineira de fala mansa criada em Curitiba encara o microfone Brasil afora e explica que essa relação vem de berço.

“A paixão pela música veio da minha avó Cotinha e de minha mãe também, que sempre cantavam comigo quando estavam trabalhando, nos passeios. Minha mãe canta muito e tem um repertório rico. Meu pai toca piano. O quintal da casa da minha avó paterna, Jacyra, é o Teatro Guaíra, de Curitiba, que eu frequento desde os meus 4 anos de idade. Comecei no balé ali dentro, aos 8 anos, fiz teatro, participei do Coral Sinfônico do Paraná. Depois de vir para o Rio, continuei flertando com a música em meus trabalhos, como em “Hoje é dia de Maria”, e cantando no palco com alguns amigos", contou.

Letícia prepara um espetáculo musical com composições suas e de colegas.

"Tenho muitas ideias musicais que quero desenvolver. Sinto necessidade de trabalhar isto. A música me cobra, vem em sonhos, vem no dia a dia. Adoro cantar, interpretar o que componho - acrescenta Letícia, que escuta de ritmos indígenas a samba: - Ouço música de todas as maneiras, na floresta, no trânsito, gosto de música clássica, indígena, rock, punk, escuto até o barulho de golfinhos...”, conta Letícia.

Letícia Sabatella e Maria Fernanda Cândido prestigiam coleção de jóias
Sabatella adora o circuito São Paulo, Rio e Curitiba
Letícia Sabatella circula sozinha em shopping do Rio
Letícia Sabatella adota corte chanel para novela Sangue Bom

Instagram

Instagram

  • @guguliberato manda o recado!!! Todo mundo ligado no @powercouplebrasil , na próxima terça-feira, na @recordtvoficial Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • Comheça os ambientes do #powercouplebrasil.  @guguliberato @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli

OFuxico