OFuxico - saiba tudo sobre as Celebridades e os Famosos

Envie por Email

» sair

Por: Ará Rocha | Foto: Reprodução | 20/01/2014 14:14:42

Morre Márcio Antonucci, da dupla Os Vips, aos 69 anos

Ele sofreu complicações decorrentes de uma pneumonia

Morre Márcio Antonucci, da dupla  Os Vips, aos 69 anos - Reprodução

Publicidade


Atualizada às 15h28

Morreu na manhã desta segunda-feira (20) o cantor, compositor e produtor musical Márcio Antonucci, também conhecido como Márcio Vip, que ao lado do irmão Ronaldo formava a dupla Os Vips nos anos 60. 

Acausa da morte foram complicações por conta de uma forte pneumonia, que o deixou internado no último final de semana em um hospital de ANgra dos Reis, no Rio de Janeiro. Ainda não foram divulgadas informações sobre velório e sepultamento do músico.

Em sua página do Facebook, Bruno Antonucci, filho do músico, escreveu uma homenagem ao pai:

"Aqui quem fala é o Bruno, filho do Marcio em nome de toda a família. É com muito pesar que informo que o meu pai, ídolo e amigo nos deixou hoje pela manhã. Como disse nos últimos dias o quadro dele estava estável, porem hoje esse quadro mudou. Quando estivermos mais conformados com a situação poderemos tentar esclarecer o que houve. Darei assim que puder as informações onde acontecerá o velório que vai ser no Rio de Janeiro. Peço a todos que respeitem esse momento pelo qual toda a família esta passando, entendo que meu Pai foi um ídolo, um “muso” para muitos, mas peço a compreensão de todos. Eu amo e sempre vou te amar. Meu Pai foi a minha inspiração para ser o melhor homem que eu posso ser".

No último dia 16, Bruno escreveu sobre internação de Márcio em um hospital, onde teve de ser entubado e colocado em coma induzido.

"Bem, não sei muito bem como começar mas é o seguinte: Meu pai esta internado nesse momento, ele foi com pneumonia pro hospital e acabou não melhorando e teve que ser entubado e entrar em coma induzido pra medicação funcionar e poder melhorar, amanhã ele vai sair do coma induzido e provavelmente vai estar muito melhor. Queria pedir pra todos os amigos e fãs do seu trabalho torçam e rezem pelo meu Pai. Eu sei que ele ta bem sei que é algo passageiro mas ele vai ficar muito feliz de ver todas as mensagens de carinho que vocês puderem dar pra ele. Eu devo ir pro hospital que ele esta ainda hoje ficar com ele e conforme for vou postando informações. Já agradeço a todo mundo por tudo, muito obrigado".

 
Darei assim que puder as informações onde acontecerá o velório que vai ser no Rio de Janeiro. Peço a todos que respeitem esse momento pelo qual toda a família esta passando, entendo que meu Pai foi um ídolo, um “muso” para muitos, mas peço a compreensão de todos.
 
Eu amo e sempre vou te amar. Meu Pai foi a minha inspiração para ser o melhor homem que eu posso ser."

Trajetória
Os Vips se consagraram na década de 60, junto como movimento Jovem Guarda, encantando ao público com sucessos como Faça Alguma Coisa Pelo Nosso Amor, A Volta, Largo Tudo e Venho Te Buscar, É Preciso Saber Viver, entre outros tantos.

Ainda nos anos 60, a dupla gravou uma série de versões dos Beatles, como Obrigado Garota (Thank You Girl), Menina Linda (I Should Have Known Better), Coisas Que Acontecem (Things We Said Today),  Michelle e Submarino Amarelo.

Em 1968, com o final do programa Jovem Guarda, da record, Márcio se mudou para o Rio de Janeiro, para trabalhar na Som Livre, enquanto Ronaldo ficou em Santana para montar algo com o dinheiro que a dupla havia ganhado, sendo primeiro empreendimento foi o Vip’s Burguer, que virou rede, com uma filial aberta na Alameda Jaú, nos Jardins, e outra em Atibaia. Em 1969, teve início o Vip’s Buffet, na Avenida Nove de Julho. O bufê e as lanchonetes foram vendidos, posteriormente.

Em 1970, voltaram à Continental e, sob o nome artístico Márcio e Ronaldo, gravaram sucessos como Só Até Sábado (de Lilían Knapp). Em 1976, a dupla se separou e Márcio se tornou produtor da gravadora Som Livre.

Em 1990, um retorno da Jovem Guarda lotou a casa de espetáculos Asa Branca, no Rio de Janeiro. Juntos, gravaram um disco ao vivo pela Som Livre, batizado de A Volta, que vendeu 300 mil cópias. Em 1995, foi lançado um CD quíntuplo com 29 artistas, capitaneados pelos Vips, para comemorar os 30 anos do movimento, e vendeu 3 milhões de cópia.

Na década de 1990, Márcio assumiu a direção geral do programa Som Brasil, da Globo, além de trabalhar em programase novelas da emissora. Depois, assumiu o cargo de diretor musical da Rede Record, que posteriormente foi passado ao comando de Marco Camargo.

Morre Márcio Antonucci, da dupla  Os Vips, aos 69 anos




Avalie esta Matéria


Tudo sobre o mundo dos famosos, novelas, festas e TV, você encontra em O Fuxico!



Publicidade



Publicidade

+ Relacionadas

+ Notícias



Acesso Rápido


Think4

É proibido o uso ou publicação deste conteúdo sem a devida autorização. Os infratores ficarão sujeitos às penas previstas por lei.
Ofuxico não envia mensagens de e-mail sobre promoções, notícias e novidades.
Ofuxico explora este site e, em particular, oferece e disponibiliza os conteúdos aos usuários visitantes do site em seu nome e por sua conta.
2000-2013 OFuxico - Todos os direitos reservados