Notícias

31/07/2011 | 10h07m - Publicado por: Felipe Carvalho | Foto: Arq.Pessoal

Nostalgia: Saiba por onde anda a 'Maluca' do Disney CRUJ

Jussara Marques hoje é diretora de um dos maiores estúdios de dublagem do país

<b>Nostalgia:</b> Saiba por onde anda a 'Maluca' do Disney CRUJ - Arq.Pessoal

Saiba por onde anda a 'Maluca' do Disney CRUJJussara Marques começou sua carreira artística bem cedo: aos nove anos já tinha responsabilidades e um emprego como dubladora. Mas foi com 12 anos que ficou nacionalmente conhecida como a Maluca, do Disney CRUJ, no SBT. Afastada da tevê há mais de 10 anos, ela hoje está com 26 naos e trabalha como diretora em um dos maiores estúdios de dublagem.

A menina, que virou mulher, hoje também estuda cinema para se inserir neste ramo que tanto ama. Mas ainda hoje sente saudades daquele clima amistoso que existia entre os atores, produtores e todos que estavam por detrás das câmeras, mas deixa claro que ainda pretende voltar a trabalhar como atriz.

Quer saber um pouco mais sobre o que a Jussara Marques anda fazendo hoje em dia, confira a entrevista que O Fuxico fez com ela.

O Fuxico: Desde que saiu do ar com a Maluca da TV Cruj, o que fez a Jussara Marques neste tempo?

Saiba por onde anda a 'Maluca' do Disney CRUJJussara Marques: Continua sendo atriz e baixinha! [risos] Atuo desde os 7 anos, sempre fiz cursos, peças de teatro, e desde os 9 anos trabalho como dubladora, nos maiores estúdios de Sampa, o que continuo fazendo até hoje. Aos 21, comecei a dirigir dublagem no estúdio Álamo. Gosto muito de cinema, estou fazendo cursos e oficinas para entrar nesse meio, como diretora, produtora, roteirista, atriz, iluminadora... Qualquer função acho maravilhosa!

OF: Você acredita já ter alcançado o sucesso profissional depois de sair do programa?
JM: Minha maior realização profissional foi o Disney CRUJ! Sem dúvida. Alcancei isso muito cedo, então exijo muito de mim, pra que me realize agora como adulta. Quero fazer muito mais e tenho MUITO a oferecer. Gosto muito do que faço!

OF: O que você faria tudo de novo? E o que não faria?
JM: Nunca pensei nisso na verdade... Como comecei muito cedo, é difícil se arrepender de coisas que fiz quando criança. [risos] Para mim, tudo era divertido, mágico...  Cumpri todas minhas obrigações profissionais e me diverti. Fiz o que devia e queria!

OF: A Jussara Marques de hoje tem alguma característica da Maluca? Ou você emprestou alguma sua para o personagem? Quais?
JM: Ambas somos engraçadas. Sou mais crítica e a Maluca mais divertida, dividimos isso acho. Ah, e antes de conhecer a Maluca não gostava de me arrumar tipo menininha. [risos] A Maluca me deu um pouco de vaidade! 

OF: O que a Maluca representou em sua vida?
JM: Nossa, difícil... Bom, eu era menina estranha, feinha e sem graça do interior. De repente virei a figura forte e destemida do CRUJ! Ela me ofereceu o que nunca imaginava vivenciar: contato com lugares e pessoas que eu nunca teria conhecido se não tivesse conhecido a Maluca. Ela representa talvez a minha passagem de criancinha tapada a uma adulta mais esperta e interessante! [risos]

OF: Qual a maior herança que os tempos do programa te deixou?
JM: Isso que eu disse, experiências, lugares, pessoas... Me deu conhecimento, carreira... Muita coisa importante para mim!

OF: Você é reconhecida como a Maluca nas ruas ainda?
JM: Algumas vezes sim! os ultrajovens cresceram com a gente. É engraçado ver um marmanjão falando “Cara, eu adorava o CRUJ, os desenhos...”.

OF: Acredita que falte programação para os ultrajovens de hoje?
JM: Com certeza! Essa geração tem pouca opção na tevê, por isso são mais internéticos. [risos]

OF: O Comitê Revolucionário UltraJovem era meio 'rebelde' pelo nome. Acredita que a fórmula do programa pudesse ter criado uma certa rebeldia nos adolescentes daquela época?
JM: Ao contrário, acho que formamos uma geração que questiona, que vai atrás dos seus interesses e que busca um mundo em que todos podem ter vez e voz. Tenho muito orgulho de ter feito parte da revolução ultrajovem, ter aberto a cabeça das crianças e ter lutado por elas!

OF: Nas mensagens do programa vocês diziam frases de incentivo para que os as crianças ou adolescentes enfrentassem os adultos. Isso pode ter criado uma geração de 'mal-educados'?
JM: Na minha opinião fizemos adultos e crianças pensarem. Muitos pais assistiam ao programa e adoravam! É melhor ter crianças que sabem o que querem, que pensam, com cabeça aberta, do que um monte de robozinhos que dizem ‘sim, senhor’! Além dos pais ouvirem os filhos e os conhecerem, saberem o que gostam e não gostam, através do programa. E sempre que a gente falava sobre isso, representava os dois lados, nunca só o lado do ultrajovem.

OF: Se tivesse oportunidade, voltaria à tevê? Em que tipo de programa?
JM: Puxa, adoro o que faço, faria teatro, tevê, cinema, circo, teatro de rua...  Adoro comédia, faria fácil qualquer programa de humor.  Mas acho que qualquer ator gostaria de explorar todas a vertentes, então séries e novelas são bem-vindos também. Tudo é experiência!

OF: Durante sua carreira qual foi o pior momento dela? E o melhor?
JM: Pior momento foi a crise dos 18, não sabia se era essa carreira que eu queria porque é linda, mas muito sofrida, muitos ‘nãos’, portadas na cara, decepções, sonhos! Não sabia se era forte pra enfrentar um mundo cruel. O melhor ainda está por vir! [risos]

OF: Você sente vergonha de algo do seu passado?
JM: Não... Fiz tudo com o coração e com minha verdade!

OF: A TV Cruj era uma TV pirata que roubava o sinal de outra emissora. Isso é um crime, mas que era levado com humor pelo programa.  Como encara isso?
JM: Ficção né... [risos] Licença poética! “Crianças rebeldes são mais espertas que adultos!”  

OF: Quando houve uma quebra do elenco, com a saída do Macaco, chegou a ter medo que você fosse a próxima?
JM: Não... Isso foi muito natural, a gente sabia que não era mais engraçadinho, tivemos a sorte do programa se adequar a nossa idade conforme o tempo, tratando de outros assuntos e até levando para o lado mais de dramaturgia, que pudemos mostrar mais nosso lado de ator. 

OF: Acredita que tenha começado a trabalhar muito nova?
JM: Sim, comecei muito nova, mais isso me deu mais responsabilidades, profissionalismo. Não foi ruim não, mas quero me aposentar mais cedo também! [risos]

OF: Na sua opinião, qual a mensagem mais positiva que o Cruj tenha passado para os telespectadores?
JM: O nosso lema principal “Nós somos ultrajovens e merecemos respeito!”. Quer coisa mais linda que isso? Pregamos a igualdade, respeito entre os seres! 

OF: Conseguia ter uma vida normal na escola, por exemplo, mesmo sendo famosa em todo Brasil?
JM: Ah, como eu disse quando se é criança tudo é divertido. O que me incomodava era, com 16 anos, não ter tempo para namorar e tal. [risos] Mas já passou, tudo tem a hora certa! Pegavam no meu pé, gritavam meu nome na rua, faziam brincadeirinhas sem graça, mas eu não ligava não. Era normal sim!

OF: Ainda tem contato com o elenco da época?
JM: Sinto muita falta da convivência diária. Depois de um tempo éramos todos amigos, não só os atores, mas produção, maquiadores, câmeras... Sinto falta de todos juntos, cada um fazendo seu melhor para aquele programa. Tenho a Danny Lima como irmã. Nos falamos sempre e temos projetos profissionais juntas. O Léo há pouco tempo temos nos falado com mais frequência! A Marisol Ribeiro também é minha amiga! Os outros estão mais distantes, mas a gente sempre marca uma pizzada no final do ano para tentar encontrar todo mundo!

OF: As roupas que a Maluca usava no programa eram meio fora de moda. Já chegou a não gostar do estilo 'clubber' da personagem?
JM: Na época não gostava muito, hoje adoro! E acho a maluca precursora desse movimento Lady Gaga, com roupas estranhas, “fora de moda”. Katy Perry e Britney usam perucas coloridas hoje, na minha época só tinha a Maluca! Acho que ela lançou moda, viu!?

OF:A Maluca era uma das únicas, senão a única, que tinha um bordão dela 'Eu não sou maluca, eu me chamo Maluca'. Qual a importância que você dá a isso?
JM: Era a marca da Maluca. Quando as pessoas me viam diziam a frase, sempre! Era uma forma de aproximar mais do público!

OF: Sua personagem chegou no programa exigindo espaço feminino em uma TV machista. Acredita que exista este machismo hoje na TV?
JM: Na minha opinião isso é passado! Acho o que tem espaço pra todo mundo!

Bate-Bola

Nome completo: Jussara Marques de Oliveira
Apelido: Juju, Jujuba
Casada ou​ solteira: Solteira (buááááá) [risos]
Mulher bonita: Scarlett Johansson
Homem bonito: Johnny Depp e Rafinha Bastos
Família é: Meu porto seguro
Fama é: Reconhecimento
Um livro: Laranja Mecânica ( mais recente leitura)
Um herói: Homem de Ferro! [risos] (não era isso?)
Uma mania: Roer unhas
Deus é: O hoje, o agora!
Uma Frase: Nenhuma em especial
Twitter: Quase nem uso
Quem é Jussara Marques: Uma maluca aí! [risos]

Lembra da Maluca no CRUJ? Então relembre:

O Fuxico: O site que é referência sobre famosos. Notícias apuradas, sempre em primeira mão.  

Instagram

Instagram

  • @feribeiromusic lança música e clipe com @mcdede. Eles mandaram recado ao #OFuxico!
  • Luane Dias é eliminada de A Fazenda com 28,30% dos votos
📷 Divulgação/ Record TV
  • Wesley Safadão pediu perdão para a ex-mulher, Mileide Mihaile. Vem saber tudo em #OFuxico!
📷: Reprodução/Instagram
  • Catia Paganote e Luane Dias estão na Roça em #afazenda. Quem você acha que deve permanecer no confinamento?
📷: Divulgação/A Fazenda/Record TV
  • Olha a dica: A Aquasport antecipa a #blackfriday com preços imbatíveis !
www.aquasport.com.br
  • A Fazenda: Formação da Roça rende chuva de memes na web. Confira! 📸: Reprodução/Record TV/A Fazenda http://www.ofuxico.com.br/noticias-sobre-famosos/a-fazenda-formacao-da-roca-rende-memes-muito-divertidos/2018/11/13-334690.html
  • Na noite desta segunda-feira, a #TVGlobo estreou a novela #OSetimoGuardiao!! Entre no #OFuxico e saiba a audiência do primeiro capítulo! Comente se você gostou da trama!
📷 Divulgação/ TV Globo

OFuxico