Notícias

05/06/2011 | 12h21m - Publicado por: Felipe Carvalho | Foto: Reprodução

Nostalgia: Saiba por onde anda o primeiro Bozo da TV

Arlindo Barreto hoje é pastor de igreja evangélica e produz a dupla Patati Patatá, no SBT

<b>Nostalgia:</b> Saiba por onde anda o primeiro Bozo da TV - Reprodução Abrir Galeria

“Alô, criançada, Bozo chegou! Trazendo alegria pra vocês e o vovô!”. Era com o refrão desta música que Arlindo Barreto entrava no ar todas as manhãs no SBT, na década de 1980, para alegrar as crianças de todo o Brasil através da tevê. Hoje, com 58 anos de idade, o primeiro intérprete de Bozo vive em São Paulo, é pai de três filhos e é casado há 25 anos com Elizabete Locatelli, ‘a mais linda produtora da televisão brasileira’, como diz ele, que conheceu-a nos bastidores do programa.

Arlindo Barreto também atuou em diversas novelas e protagonizou 25 longas metragens, trabalho do qual recebeu várias indicações como melhor ator em festivais de cinema por todo o mundo. Com seu programa infantil, Bozo, ele foi líder de audiência absoluta por vários anos consecutivos e ganhou cinco Troféus Imprensa, três discos de ouro e mudou a linguagem dos programas infantis na década de oitenta.

Hoje, Arlindo utiliza o prenome de Pastor Arlindo após converter-se ‘para o Evangelho de Jesus Cristo’, como ele mesmo prefere denominar e trabalha como redator do programa infantil diário Carrossel Animado com Patati Patatá, no SBT.

Em entrevista a O Fuxico, ex-palhaço Bozo fala de passado e presente. Confira!

O Fuxico: Desde que deixou de representar o palhaço Bozo, o que o artista Arlindo Barreto fez desde então?

Arlindo Barreto: Ingressei no Seminário Teológico, graduei-me até o título de Doutor Honoris Causis em Ciências da Religião e completo, este ano, o Mestrado em Psicanálise. Fui aos Estados Unidos onde trabalhei como Ministro de Artes na First Brazilian Baptist Church (Orlando/Flórida), onde dirigi – com minha esposa, Elizabete – um belo espetáculo, sendo considerado pelos jornais da Central Flórida como o mais bonito e emocionante dos últimos anos. Também dei aula de Comunicação Eficaz na Flórida Christian University. Fui a Toronto (Canadá) a convite da World Mission Center, onde pude desenvolver trabalhos maravilhosos.

 

OF: Acredita ter alcançado um grande êxito em sua carreira após sua saída do programa?

AB: Com certeza! Em tudo o que fiz, sou mais que vencedor.

 

OF: O que faria de novo? E o que não faria?

AB: Faria tudo de novo e o que não faria é ter deixado me levar pelo ateísmo, que afirma que Deus não existe.

 

OF: Hoje em dia você tem alguma característica que tenha trazido de seu personagem Bozo em sua vida pessoal? Quais?

AB: Creio que a pergunta deveria ser , quais características eu emprestei ao personagem Bozo, pois como ator a minha função era dar vida e para isto emprestei a ele meu sorriso, a minha melhor gargalhada, a minha audácia, a minha intrepidez, criatividade e talento.

 

OF: O que o Bozo representou em sua vida?

AB: Tive o privilégio de aceitar o desafio de interpretar este personagem americano mundialmente conhecido e superar em técnica, graça, alegria e talento o seu criador, além de marcar o coração de milhões de meninos e meninas durante toda a década dos anos 1980, das 8h da manhã às 18h (ao vivo). Pude ter a honra em ajudar o senhor Silvio Santos a construir o SBT (a segunda maior do Brasil) a partir daquela pequenina emissora, a TVS , além de faturar três discos de ouro e vários Troféu Imprensa.

 

OF: Qual a maior herança que os tempos que o Bozo esteve na tevê te deixou?

AB: Casei com a mais linda produtora da televisão brasileira, Elizabete Locatelli, com a qual sou casado há 25 anos e dois lindos filhos missionários de Deus, David e Stacy e a educação de Diego, meu filho mais velho, que hoje é cirurgião-dentista e ministro de missões nos Estados Unidos. Naquele tempo havia um menino que queria ser mágico e eu dava muitas oportunidades para ele em meu programa e hoje ele é meu melhor amigo, produtor e diretor do programa Carrossel Animado, o Rinaldi Faria, que também é presidente da empresa onde sou redator e diretor artístico.

 

OF: Você acha que falta mais Bozo na televisão?

AB: Hoje esta lacuna foi preenchida pela dupla de palhaços mais amada do Brasil, Patati Patatá.

 

OF: O que o Bozo contribuiu para a geração que hoje é adulta?

AB: Livramos milhares de crianças da violência das ruas enquanto eu os entretinha em suas casas curtindo o programa. Recebo muitos testemunhos maravilhosos e agradecidos diariamente pelo meu site oficial.

 

OF: Se houvesse uma proposta da volta do Bozo, mesmo que não seja você interpretando-o, acredita que seria bem aceito e seria bom? Por quê?

AB: Creio que hoje a dupla mais amada do Brasil, Patata Patatá, preenche este vazio cultural de forma esplêndida e plena. Atingem no alvo, o coraçãozinho de milhões de crianças em todo país diariamente, ao vivo, no SBT. Rinaldi (diretor-criador e produtor) do programa, conseguiu atingir o ponto ideal na comunicação entre Patati Patatá e todas as crianças de idade compreendida entre os dois e seis anos. Duvido que qualquer emissora possa fazer melhor com o programa do Bozo além do que já foi feito.  Patati Patatá dão um show de comunicação e bom humor todos os dias das 7h às 9h.

 

OF: Por que foi proibido de usar a marca Bozo?

AB: É uma marca, um royalty registrado em nome da Larry Harman Pictures, empresa americana sediada em Hollywood e o modelo do programa que eu propus é gospel.

 

OF: Após ser proibido, ainda guarda as roupas do personagem?

AB: Não tenho espaço no meu guarda roupa... (risos)

 

OF: Durante sua carreira qual foi o pior momento dela? E o melhor?

AB: O melhor foi quando recebi o primeiro Disco de Ouro e o Troféu Imprensa. O pior foi quando eu vi estrear na TV Globo a Xuxa, com a saia curtinha, pois eu sabia que após cinco anos de liderança absoluta de audiência eu cairia para o segundo lugar. Isto é covardia! (risos)

 

OF: Você sente vergonha de algo do seu passado? Por quê?

AB: Nada me envergonha. Tudo o que fiz, fi-lo por que qui-lo e consegui aprender muito com meus erros.

 

OF: Como é a vida do pastor Arlindo Barreto hoje?

AB: Sou redator do Programa ao vivo infantil Carrossel Animado pelo SBT e fui convidado pelo roteirista e escritor do livro O Mensageiro de Deus, Luis Carlos Schroder, que também assume a responsabilidade da produção do filme de mesmo nome, a dirigir este longa-metragem. Para este trabalho não pretendo usar atores globais, mas sim atores cristãos que têm altíssima qualidade e comprometimento. Pretendo usar os atores globais renomados para os segundos papéis apenas para atraírem bilheteria. O intuito é lançar no circuito de cinemas seculares para colocá-lo na lista dos filmes indicados para o Kikito de Ouro (Festival de Gramado), Urso de Prata (Berlim), Festival de Cannes e Veneza além do Festival de Toronto (Canadá).

 

OF: Em sua vida como pastor, usa dos artíficios artísticos do Bozo?

AB: Aplico no altar a criatividade, alegria, intrepidez e a coragem para ser diferente.

 

OF: Qual testemunho de vida que você daria para as pessoas?

AB: Organizei um culto que na verdade é um espetáculo onde eu contraceno com meus filhos (David, Stacy e Diego). Ao contrário do que muitos pensam, nunca cobrei nenhum centavo de qualquer igreja ou instituição evangélica para realizar cruzadas ou congressos. Viajo de ônibus, hospedo-me na casa de irmãos e se por ventura recebo alguma oferta, deixo naquela instituição o meu dízimo de agradecimento ao nosso amado Senhor Jesus. Todas as igrejas ou instituições evangélicas que quiserem a nossa presença entrem em contato conosco pelo nosso site ou email. Será um prazer para nós!

 

OF: Como imagina Deus?

AB: Exatamente como está descrito em sua palavra, a Bíblia. Hoje eu o conheço não apenas de ouvir falar, mas também sinto a Sua presença.

 

OF: Seus companheiros de palco, o Papai Papudo e a Vovó Mafalda, já morreram. Chegou a pensar algo do tipo 'agora só falta eu'? 

AB: Enquanto Deus não tiver cumprido o Seu propósito em minha vida Ele ainda não vai me levar. Ainda tenho muita lenha pra queimar! A morte, para mim, é lucro. O viver é Cristo Jesus!

 

OF: Acredita que tenham bons programas de televisão voltados para a criança hoje em dia?

AB: Só conheço um: Carrossel Animado com Patati Patatá!

 

Bate-Bola

Filhos: A herança de Deus em minha vida.

Mulher bonita: Márcia de Windsor, minha mãe

Homem bonito: Meus filhos

Família: A célula do corpo de Cristo

Fama: Consequência de um bom trabalho

Livro: Bíblia

Herói: Jesus

Deus é: Amor

Uma Frase: “Esse segredo é Cristo, o qual é a chave que abre todos os tesouros escondidos do conhecimento e da sabedoria que vem de Deus." (Colossenses 2,3)

 

Quem é Arlindo Barreto: Uma vida transformada pelo amor de Deus.

 

Relembre um trecho do programa Bozo, no SBT:

O Fuxico: O site que é referência sobre famosos. Notícias apuradas, sempre em primeira mão.

Instagram

Instagram

  • @robertoljustus e @ticipinheiro comemoraram os oito aninhos de #RafinhaJustus, neste sábado
Foto: Manuela Scarpa/Brazil News
  • Filha caçula de @eliana é pura fofura na festa do irmão mais velho, Arthur 
Foto: Manuela Scarpa/Brazil News
  • @oceara e @misantosoficial realizaram uma festança para @valentinamunizreal. Veja tudo no #OFuxico 
Foto: Leo Franco/AgNews
  • @marinaruybarbosa e @brumarquezine arrasam na Grécia! Confira as fotos no #OFuxico 
Fotos: Reprodução/Instagram
  • @fatimabernardes é pura elegância no lançamento do livro Poesia que Transforma, de @brauliobessa, na Livraria da Travessa, no Barra Shopping, Rio de Janeiro.

Foto: Wallace Barbosa/AgNews
  • @simoneses e @simaria cantando dutente coletiva de imprensa em São Paulo
  • @simoneses e @simaria se encontraram com a imprensa em São Paulo para falarem da volta aos palcos. Ambas soltaram as vozes!

OFuxico