Notícias

27/10/2012 | 17h05m - Publicado por: Mariana Trigo/ TV Press para O Fuxico | Foto: Pedro Paulo Figueiredo/ Carta Z Notícias

Roberta Gualda sobre mulheres de mafiosos para papel em Balacobaco

Em 10 anos de carreira, seus personagens sempre tiveram tom de seriedade

Roberta Gualda sobre mulheres de mafiosos para papel em  Balacobaco - Pedro Paulo Figueiredo/ Carta Z Notícias

Introspectiva, fala baixa, roupas discretas e sapatos rasteiros. Em nada Roberta Gualda consegue se assemelhar à espalhafatosa Dóris. Para moldar a vilã, que é gêmea de Diva, de Bárbara Borges, em Balacobaco, a atriz carioca não economizou em pesquisas. Assistiu desde seriados americanos sobre mulheres de mafiosos até a funkeiras em ação com seus passos populares e figurinos de gostos duvidosos. Tudo para esculpir a escrachada personagem em sua segunda novela de Gisele Joras. A primeira foi em Bela, A Feia, sua estreia na Record, onde viveu a destemida Luzia.

"Só tinha feito humor em rápidas participações. Estou adorando isso! Me divertindo trabalhando e saindo do drama onde as pessoas sempre me colocavam", analisa Roberta.

Em seus 10 anos de carreira na Globo, desde que estreou no seriado Mulher, em 1998, e mesmo quando teve seu primeiro papel de destaque, com a Paulinha, de Mulheres Apaixonadas - de Manoel Carlos, em 2002 -, Roberta sempre transitou por personagens densos. Foi assim também recentemente, na minissérie bíblica Rei Davi, onde a atriz de 35 anos teve de raspar a cabeça ao interpretar a sofrida Tirsa.

"Mas não sou de ficar sofrendo com personagem. Fecho a gavetinha quando a novela acaba, não fico carregando. Mas me coloco em segundo plano nesses momentos. Sempre por uma boa causa", valoriza.

O discurso seguro e articulado de Roberta não é fruto apenas da carreira como atriz, que se iniciou no teatro, quando Roberta tinha 14 anos e subiu aos palcos pela primeira vez em cursos no Teatro Tablado, no Rio de Janeiro. Neta de desembargadores, o que trouxe segurança à atriz foi ter cursado Direito, mesmo sabendo, nos primeiros períodos, que jamais exerceria a profissão.

"Só tive a intenção de seguir nos primeiros cinco minutos (risos). Na verdade, gostei de algumas matérias. Me fazia bem circular por outros meios totalmente diferentes do teatro. É enriquecedor viver outros universos", avalia a atriz, que também fez mestrado em Comunicação Social.

O gosto pelos livros e o interesse pelo aprendizado trouxeram uma inquietude permanente à atriz, que sempre procura fazer cursos. Sua próxima investida será em aulas de canto. Porém, por enquanto, as únicas aulas que Roberta têm tido tempo e uma certa obrigatoriedade em fazer são para esculpir as formas para o figurino justíssimo de Dóris. Apesar de não suportar fazer exercícios, a atriz tem frequentado a academia para séries de musculação e corridas na esteira sempre que pode.

"Depois dos 30, não dá para fugir, principalmente com uma personagem com figurino de funkeira! O problema é tempo. Quando não dá, coloco um saltão e faço truques", brinca, imitando a voz da personagem despachada.

"Ela é desbocada, fala alto, tem vários tons acima, mas também tem uma doçura. Apesar de viver de golpes e bicos, se preocupa com os outros. Não é tão ensimesmada", defende.

Para Roberta, o interessante de viver essa personagem nesse momento tem sido coincidir esse trabalho com outro que acaba de estrear no cinema, onde a atriz vive uma personagem radicalmente oposta. No longa Gonzaga - De Pai Para Filho, de Breno Silveira, Roberta interpreta Helena, a segunda mulher de Gonzagão, com quem ele viveu por quase toda a vida.

"Ela é uma grande personagem. O Breno apostou muito em mim nesse filme. Hoje sou grata de sobreviver do trabalho de atriz, pois nem todo mundo consegue. Minha carreira tem um saldo muito positivo", comemora.


 

Instagram

Instagram

  • @_antoniantonia, @leticiacolin e @giovannaantonellioficial surgiram poderosas durante evento de lingerie.
Foto: Manuela Scarpa/Brazil News
  • Linda!!! @eliana esteve na comemoração dos 50 anos do beauty artist Júnior Mendes, na noite de quarta-feira (19) na Casa Petra, no bairro de Moema, em São Paulo.
Foto: Manuela Scarpa/Brazil News
  • @cesarfilho desejou os parabéns ao #OFuxico, pelos seus 18 aninhos!
  • Com todo o seu carisma, @dilsinho fez questão de convidar os seguidores de #OFuxico para conferir a gravação de seu primeiro DVD, que acontece na próxima quinta-feira (20), com diversas participações especiais, no Rio de Janeiro. Confira!
  • @ahickmann mandou um parabéns carinhoso ao #OFuxico que comemora 18 anos de vida🤗🤗🤗
  • Quem aqui gostou do time de #AFazenda10? 
Foto: Reprodução/ Record TV
  • O cantor @xandaviao mandou um parabéns especial pelos 18 anos do #OFuxico!🤗🤗🤗

OFuxico