Notícias

05/07/2012 | 17h00m - Publicado por: Flavia Serra | Foto: Divulgação

Sambô faz inusitada mistura de rock com samba

O grupo ganhou maior visibilidade após se apresentar no BBB 12

Sambô faz inusitada mistura de rock com samba - Divulgação

Eles eram um grupo de amigos que se juntaram apenas para se divertir e fazer um samba de qualidade. Mas a diversão virou coisa séria e se transformou no grupo Sambô, banda que ficou conhecida por tocar vários clássicos do rock internacional em ritmo de samba.

O Fuxico conversou com o tecladista do Sambô, Ricardo Gama, que contou um pouco da história e da trajetória do grupo que é formado por Daniel San, na voz e pandeiro, Sudu Lisi na bateria, Ricardo Gama no teclado, Júlio Fejuca no cavaquinho, guitarra e banjo, Max Leandro no surdo e rebolo e a alegria e o swing de Zé da Paz no pandeiro

“Nós começamos por diversão mesmo. Não foi nada daquilo de montar banda à sério e tal. Já éramos músicos profissionais e cada um tocava com algum artista, eu tinha uma produtora e aí nos juntamos para fazer um som. Isso tudo em 2005, lá em Ribeirão Preto”, explica Gama a O Fuxico.

Os amigos começaram a fazer um som em festas no interior de São Paulo. Eles faziam rodas de samba, tocando e cantando composições de nomes como Zeca Pagodinho, Fundo de Quintal, Arlindo Cruz, entre outros.

“Um dia, em uma festa, um cara chegou e pediu pra gente mandar um rock. Achei que ele estava tirando com nossa cara né? Mas, como todos somos músicos e estávamos acostumados com todos os estilos, mandamos Mercedes Bens, da Janis Joplin. Só que em ritmo de samba, por que eram os instrumentos que tínhamos em mãos. E no fim todo mundo curtiu aquilo e nós também achamos que ficou bom”, conta o músico.

A partir daí os meninos do Sambô conversaram e resolveram tocar só o que gostavam e curtiam, mas sempre na levada do samba.

“Em 2010 um vídeo nosso acabou sendo mandado para o quadro Garagem do Faustão, a gente nem sabe como. Depois disso fomos participar do Se Vira nos 30, também no Faustão, como o San fazendo malabarismos com o pandeiro. Aí o Fausto já começou a dar uma moral, deixou a gente mostrar umas coisas sem competir e tal. Foi muito legal”, lembra Gama.

A partir daí o Sambô foi caindo cada vez mais no gosto popular  e das celebridades e participou de vários programas na Globo, intensificando a agenda de shows e ganhando mais fãs e seguidores nas redes sociais.

Os rapazes participaram também de três capítulos da atual temporada da novelinha Malhação, ao lado dos atores Pedrinho do Cavaco e Douglas Sampaio, que interpretavam a dupla Dieguinho e Jefferson na trama adolescente.

“A gente ficou no ar por três dias, gravamos cenas de uma festa em que os garotos pagodeiros da história participaram”.

A carreira do Sambô deu uma guinada ainda maior quando em fevereiro deste ano o grupo animou uma das festas do Big Brother Brasil 12.

“Tocar no BBB foi uma experiência inexplicável. Quando fizemos a festa tinha 8 pessoas na casa, acho que foi a menor e ao mesmo tempo a maior plateia para que nos apresentamos – devido ao alcance até internacional do reality show. Fiquei surpreso com o esquema e com a organização da produção do programa. É tudo muito bem feito. Recebemos várias instruções antes de entrar na casa e tivemos até que tirar os relógios”, diz Gama.

+SAMBÔ TOCA NA FESTA LAPINHA, NO BBB 12

Após a apresentação no reality a projeção do Sambô aumentou. Segundo o músico eles começaram a apresentação no programa com cerca de 30 mil seguidores no Facebook e quando terminaram o show já tinham passado para 40 mil.

“Foi uma coisa muito louca. A coisa cresceu demais em pouco tempo. E ficamos, claro, muito felizes com isso”, afirma.

Os rapazes já dividiram também os vocais com alguns nomes importantes da música brasileira. Já cantaram ao lado de nomes como Jair Rodrigues, Seu Jorge, Luciana Melo, Thiaguinho, Simoninha, entre outris. Mas o que mais os surpreendeu, pelo inusitado, foi Sérgio Reis.

“Uma vez estávamos tocando em um aniversário e o Sérgio Reis era um dos convidados da festa. Em determinado momento ele subiu ao palco, elogiou nosso trabalho e pedimos para ele cantar alguma coisa. Foi muito legal! Acabamos tocando Coração de Papel, Pinga Ni Mim, tudo em ritmo de samba e ele adorou”, relembra Gama.

Atualmente o grupo, que tem um DVD gravado em 2009, viaja por todo o Brasil apresentando o seu “Rock Samba”. Até agosto a banda faz uma temporada fixa, às terças-feiras, na casa noturna Clube A, na zona sul de São Paulo.

Para o segundo semestre o Sambô já prepara um novo DVD ao vivo, que deve ser gravado em São Paulo. 

Sambô faz inusitada mistura de rock com samba

Instagram

Instagram

  • @guguliberato manda o recado!!! Todo mundo ligado no @powercouplebrasil , na próxima terça-feira, na @recordtvoficial Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • Comheça os ambientes do #powercouplebrasil.  @guguliberato @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli

OFuxico