Notícias

11/12/2010 | 17h26m - Publicado por: Aurora Aguiar | Foto: Divulgação/SBT

Silvio Santos faz 80 anos em ótima forma e com novo desafio

A vida e a carreira do maior comunicador da televisão brasileira

Silvio Santos faz 80 anos em ótima forma e com novo desafio - Divulgação/SBT

'Larálará, Larálará, Larálará, laralarálará.... Silvio Santos vem aí, Larálará, Larálará, Larálará, laralarálará...' Ninguém tem dúvidas de que ele veio 'pra alegrar a senhora... e também ao senhor...' 

Há 49 anos Senor Abravanel, mais conhecido como Silvio Santos, detém o título de maior apresentador de auditório que este  Brasil já teve. Seu estilo ímpar e a clássica gargalhada fizeram com que ele conquistasse o posto. O Homem do Baú sabe, melhor que ninguém, divertir e encantar – sempre com o mesmo entusiasmo – seus fieis telespectadores. E com o mesmo talento construiu um império como empresário.

Quem viu o jovem Silvio do passado, quase nem percebe que o tempo passou. Ele mantém a mesma elegância, boa forma e entusiasmo e sua inconfundível cabeleira. Qual seria esse segredo da juventude? 

Neste domingo, dia 12 de dezembro de 2010, o comunicador e proprietário do Grupo Silvio Santos completa 80 anos de vida. É de conhecimento público que ele passa por uma das fases mais difíceis de sua vida com o golpe sofrido pelo desfalque de seu banco PanAmericano. Com o rombo, Silvio teve que empenhar todas as suas empresas, incluíndo o SBT, em troca de um empréstimo de R$ 2,5 bilhões. Esse valor, ele terá que pagar em 10 anos para não perder um império conquistado ao longo de muitos anos, fruto de muito trabalho e competência. 

Mas não será esse problema que irá tirar o brilho de uma data tão significantiva. Afinal, 'o Silvio Santos, é coisa nossa...' Ele já avisou aos seus milhares de funcionários que nada vai mudar e garante que paga a dívida em três anos, recuperando todo o seu baú patromonial.

Por tudo isso, O Fuxico abre um espaço especial aqui para prestar homenagem a essa figura carismática que os brasileiros aprenderam a amar e acompanhar na tevê, por gerações e gerações.       

A trajetória desse fenômeno da comunicação - nascido no bairro boêmio da Lapa, no Rio de Janeiro -  começou, como todos sabem, trabalhando como camelô pelas ruas do centro carioca. Seu dia a dia era vendendo canetas, usando um marketing semelhante ao que hoje emprega palco com auditório, foi o trampolim para que Silvio chegasse às principais rádios do País. Depois, conquistou a televisão e, num salto, virou dono de uma das principais emissoras de tevê do Brasil: o SBT.

Mas Silvio foi um menino simples. Tímido. Porém muito vivo, esperto. Gostava mesmo era de futebol. Seu passatempo favorito era falar das atuações dos times. A frase que mais ouviu quando  pequeno vinha de uma professora sua do 5º ano primário.

“Silvio, desse jeito você não vai ser ninguém na vida. Só pensa em futebol”.

E foi para a alegria dos telespectadores brasileiros que anos mais tarde esse octogenário se tornaria um grande e respeitável apresentador de televisão e administrador de empresas.

 

Vida de Camelô

Silvio Santos nasceu Senor Abravanel, no dia 12 de dezembro, de 1930. Filho de um comerciante grego e de uma dona de casa turca, o dono do Baú da Felicidade aprendeu cedo, aos 14 anos de idade, a arte de atrair o público. Antes de se tornar ‘patrão’, o garoto era visto percorrendo às calçadas da Av. Rio Branco, no Rio de Janeiro, vendendo canetas.

Foi com seu Augusto, o alemão das canetas, que jovem aprendeu a “malandragem” da venda, explicando detalhadamente aos seus clientes como era o seu produto. Mas o menino queria ser diferente dos demais vendedores. Precisava vender mais que seus concorrentes. Silvio tratou logo de montar uma barraquinha e vendia seu “ganha pão” fazendo números de mágica. Um jeito novo de chamar a atenção de quem passava pelas ruas no centro da cidade. O sucesso foi tanto que logo precisou contratar dois ajudantes.

Eles eram pagos para lhe avisar da chegada do ‘rapa’. Na época, a profissão de ambulante já era ilegal. Mas Silvio acabou tendo mais sorte do que seus colegas que foram presos pelo diretor de fiscalização da prefeitura. Renato Meira Lima, o fiscal, surpreso com o timbre de voz do menino e pela boa aparência de Silvio, estendeu-lhe um cartão para que ele tentasse uma nova profissão na Rádio Guanabara. A partir daí a sorte começava a sorrir para o apresentador Silvio Santos.

Rádio

O emprego conseguido por intermédio do fiscal durou apenas um mês. Como camelô, Silvio ganhava mais e trabalhava menos. Depois, Silvio então com 18 anos, só trocou seus clientes de rua quando ingressou na escola de paraquedismo do Exército Brasileiro, em Deodoro, Zona rural do Rio de Janeiro. Nas horas vagas, trabalhava de graça nas rádios cariocas da cidade. Um belo dia, Silvio resolveu mudar de vez o seu nome. A mãe turca, Rebecca Abravanel, ao invés de chamá-lo de Senor, sempre o chamava de Silvio. O ‘Santos’ veio da devoção religiosa - ele dizia que os santos sempre o ajudavam. Aí, o nome Silvio Santos.

Silvio perambulou por diversas rádios cariocas. Um delas que ficava em Niterói. Para voltar para casa, ele precisava atravessar toda a Baía de Guanabara a bordo de uma barca. Só que ele achava a instalação da embarcação triste, monótona, e aí teve mais uma brilhante ideia: instalar alto-falantes no local. Os aparelhos tocariam músicas alegres e divertidas para animar os passageiros. Mas não havia água e bebidas o suficiente para as pessoas consumirem durante a travessia. O pontapé definitivo para os negócios começou quando Silvio fez um acordo com a empresa de bebidas Antarctica para vender cervejas e refrigerantes. Nessa época, Silvio Santos ficou conhecido como o maior vendedor de cervejas da região.

Na TV

Vamos Brincar de Forca foi o primeiro programa de televisão comandado pelo apresentador Silvio Santos.  A atração, baseada na conhecida brincadeira em que os concorrentes eram enforcados à medida que errava a resposta, teve sua estreia no ano de 1961, à noite, na antiga TV Paulista, a atual Rede Globo.

Animado com o sucesso do programa, no ano seguinte, Vitor Costa, dono da emissora, propôs a Silvio Santos um programa dominical, recheado de variedades, e que fosse exibido do meio-dia às 14h. Quatro anos mais tarde, em 1966, quando Roberto Marinho comprou a TV Paulista, Silvio Santos foi mantido na grade da emissora. Fechou um contrato de cinco anos. Em 1968, Silvio liderada a audiência na emissora de Roberto Marinho. Podia-se ver o dono do Baú da Felicidade reinar do meio-dia às 20h com os programas Show de Calouros, Show da Loteria, Vamos Fazer Média, Disco de Ouro, Quem Sabe Mais, o Homem ou a Mulher?, Sinos de Belém e Boa Noite, Cinderela. No palco, o apresentador contava com a participação das ‘Silvetes’, assistentes que se destacavam pela beleza.

O Baú da Felicidade

Talvez muitos não saibam, mas o Baú da Felicidade não foi uma invenção de Silvio Santos. Antes de passar pelas mãos do animador, a empresa pertencia ao radialista e humorista Manuel da Nóbrega, pai de Carlos Alberto da Nóbrega, que ainda hoje senta no banco da Praça É Nossa. O negócio não andava bem das “pernas”, já havia acumulado dívidas e mais dívidas.

Silvio, então com 27 anos, logo percebeu que o negócio poderia lhe render uma boa fortuna quando fez ao amigo uma proposta de compra. Resolvido os problemas financeiros do seu novo negócio, o empresário passou a acumular grandes quantias em dinheiro. O cliente que adquirisse um carnê chamado Carnê de Mercadorias, e que deveria ser pago mensalmente, rigorosamente em dia, concorreria a sorteios e prêmios.

Após um ano, esse mesmo cliente poderia trocar o valor pago por mercadorias à sua escolha nas lojas do Baú da Felicidade. O processo de extinção do carnê do Baú começou em 2007. O grupo decidiu acabar com o produto por causa das inúmeras ofertas de crédito existentes hoje no País.

O Peru que Fala

Pode não parecer, mas Silvo Santos era dono de uma timidez ímpar. O divertido apelido “O Peru que Fala”, dado pelo amigo Manuel da Nóbrega surgiu das brincadeiras feitas entre os colegas de rádio. Silvio era muito branco e qualquer coisa o fazia ficavar vermelho.

Silvio compra a Record, cria a TVS e funda o SBT

O sucesso na televisão fez com que aumentasse ainda mais as vendas do Baú da Felicidade e com isso, mais dinheiro no bolso. Silvio era o seu próprio patrão. Pagava o horário à empresa, vendia comerciais e embolsava o lucro. Preocupados com o pulo do apresentador, a emissora carioca ofereceu-lhe um contrato em que o Silvio Santos perderia parte do poder. De bobo, Silvio não tinha nada. O animador fechou mais cinco anos de parceria com a emissora dos Marinho, só que por de baixo dos panos já articulava a compra de um canal de TV.

“Não nasci dono de televisão. Nasci animador de programa. Continuaria sendo animador de programas se os homens não fossem tão vaidosos, tão poderosos”

Foi quando surgiu a oportunidade de comprar 50% das ações da TV Record. Nascia aí o grande empresário Silvio Santos. Silvio deixou a emissora de Roberto Marinho no dia 5 de janeiro de 1976.  Em outubro de 1975 o então general Ernesto Geisel assinou o decreto que outorgava o canal 11(TVS) a Silvio Santos. Em pouco tempo, Silvio abocanhou outros quatro canais... Surgia aí o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).

Silvio Santos perde a voz

No final da década de 80, o maior comunicador do Brasil preocupou família e telespectadores com seu estado de saúde.  Em 1987 viajou para os Estados Unidos em busca de um tratamento para recuperar a voz.  Na ocasião, Silvio chegou a temer pelo seu próprio futuro como apresentador.

“Ele sofria de edema de Quink, alergia muito comum. Eu o obriguei a parar de tomar a tal injeção com cortisona e fiz uma autovacina”, contou Tufik à imprensa, na época seu médico. Durante três anos, religiosamente, ele tomou doses da nova vacina e, segundo o Tufik, Silvio ficou curado. “Agora, podem até beijá-lo com perfume, que não tem problema”, afirmou.

Silvio Santos e a Política

A deixa para que Silvio Santos entrasse para a política aconteceu durante a fase de sua recuperação do problema na garganta. Passado um mês longe do ar, Silvio voltou ao palco de um de seus programas e expôs suas inquietações sobre seu estado de saúde e falou também sobre as preocupações com o povo.

Em 1988, Silvio anunciou que queria se eleger a prefeitura da cidade de São Paulo. Não deu certo. No ano seguinte, arriscou sua candidatura à presidência do País. Mas dias antes da eleição, o apresentador teve sua candidatura impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), porque o registro do partido estava com problemas legais.

Família

Silvio Santos está em seu segundo casamento. O primeiro aconteceu com Aparecida Abravanel, a Cidinha, que morreu de câncer na década de 1970, com quem tem duas filhas: Cíntia e Silvia. Depois, em 1978, casou com Íris Pássaro, uma funcionária do Baú da Felicidade. Os dois se casaram longe da imprensa. Juntos, tiveram mais quatro filhas: Daniela, Patrícia, Rebeca e Renata.

Sequestro e Assalto

Fernando Dutra Pinto foi mentor do sequestro de Patrícia Abravanel, uma das seis filhas do empresário Silvio Santos, em 21 de agosto de 2001. A jovem saia de casa quando foi surpreendida pelo bandido. O sequestrador manteve a jovem presa em um cativeiro no bairro do Morumbi, em São Paulo, a 10 quilômetros de sua casa, por sete longos dias. O resgate no valor de R$ 500 mil chegou a ser pago. Dias depois, Fernando voltou à casa e manteve como reféns Silvio e toda a família.  A prisão do bandido só foi possível depois da chegada do governador Geraldo Alckmin.

Meses depois de ser preso, mais exatamente no dia 2 de fevereiro de 2002, Fernando foi encontrado morto no CDP (Centro de Detenção Provisória), no Belém, na Zona Leste de São Paulo, em consequência de uma infecção generalizada causada por um corte profundo nas costas.

Em fevereiro de 2010, a propriedade da família Abravanel mais uma vez foi invadida. Dessa vez era um assalto. O bando manteve como reféns a filha do empresário, a diretora artística Daniela Beyruti, o marido dela, o empresário Marcelo Beyruti, além de dois vigias e um copeiro.  Foram levados joias, aparelhos eletrônicos e o carro da casa. Na ocasião, Silvio Santos estava fora do País.

Curiosidades

* Poucos sabem sobre o microfone que costumamos ver sobre a gravata de Silvio Santos. Ele é um modelo de mão fabricado na Alemanha pela empresa Sennheiser, modelo MD 405S, produzido na década de 1960. Os suportes laterais, para a sustentação em volta do pescoço, foram adaptados para o uso do apresentador. Hoje, Silvio Santos usa um microfone parecido com o anterior, com um pescoço um pouco mais curto.

* Em 1993, o Programa Silvio Santos entrou para o livro dos recordes, o Guinness Book, como a atração mais duradoura da televisão em todo o mundo.

 Micos no palco

No palco, Silvio Santos também protagonizou cenas clássicas da tevê brasileira, que mais tarde virariam hit na internet. O mais conhecido, foi o caso da japonesinha e piadinha do bambu. O apresentador foi desafiado por uma menina a responder a seguinte questão: “Sabe qual é a diferença entre o poste, a mulher e o bambu?” Silvio Santos não soube responder. Ligeira, a garota veio logo com a resposta: “o poste da à luz por cima e a mulher dá à luz embaixo”. Intrigado com o “bambu” da piada, o animador pergunta: “E o bambu?” “Você enfia no seu c*”, respondeu a singela menininha, em meio a muitas risadas. O vídeo chegou a ser visto por milhares de pessoas.

Os Fiéis Escudeiros

A amizade de Silvio Santos com Gonçalo Roque é antiga. Assim como o ‘patrão’, Roque começou a carreira em rádio, na década de 50.  Trabalhou como porteiro da Rádio Nacional, entregando cartas, fazendo cobranças.  Admirado com a habilidade do rapaz, Silvio Santos acabou contratando para ajudá-lo em seu programa. Hoje, Roque e sua equipe são responsáveis pelo auditório de todos os programas do SBT.

Já a parceria entre Silvio Santos e Lombardi aconteceu no ano de 1968. Luiz Lombardi Neto acompanhou Silvio por 40 anos. Na época, o dono do Baú da Felicidade disse que faria dele o locutor mais famoso do Brasil. Silvio queria mexer com o imaginário dos ouvintes, mostrava apenas os braços e as mãos do locutor, porém, nunca o rosto. Lombardi faleceu em dezembro de 2009, vítima de um ataque cardíaco.

Rombo no banco PanAmericano

“Vou adiar o plano de aposentadoria”. Essa afirmação dita pelo empresário Silvio Santos, durante uma entrevista à revista Veja, em novembro deste ano, certamente pegou muitos de surpresa. À publicação, o apresentador contou como negociou o salvamento do seu banco que sofreu uma fraude no valor de R$ 2,5 bilhões.

“Acho que negociei bem com o Fundo Garantidor de Créditos, o FGC. Eles queriam que eu pagasse juros sobre aquele valor. Eu disse que juros eu não pagaria. Aceitei apenas corrigir o desgaste inflacionário em cima do dinheiro. Tenho dez anos para pagar, com três anos de carência. Isso significa que a primeira parcela vence em junho de 2014. Até lá, tenho só de cobrir a inflação. É uma pancada, mas posso pagar desde que venda algumas de minhas empresas, a participação no banco...”, conta o apresentador.

Questionado se colocaria à venda o SBT, o empresário respondeu que não. “A televisão não vendo. Vou fazer de tudo para não vender. Mas, as demais empresas, por que não? Estou com quase 80 anos e não tenho interesse especial em bancos ou indústrias de cosméticos. Posso vender empresas e ficar com a televisão, que penso em deixar para minhas filhas que se interessam por comunicações. Uma delas, a Daniela, já mostrou que gosta de televisão”.

Amigos e funcionários parabenizam Silvio Santos

Cristina Rocha - Apresentadora

“Silvio, cada dia que passa te admiro mais, te respeito mais. Pode contar comigo para o que der e vier. Você mostrou, mostra e vai mostrar sempre sua credibilidade e a sua fortaleza... Você será sempre um grande vencedor. Estamos aí no mesmo barco e eu tenho certeza que você vai tirar isso (a quebra do banco PanAmericano) de letra.”

Raul Gil - Apresentador

“Quero que Silvio continue sendo essa pessoa extraordinária. Muitos não sabem, mas é impressionante ver e saber que tantas e tantas famílias dependem dele, do trabalho dele. Eu que vi o Silvio Santos começar aqui em São Paulo, na rádio Nacional... A minha mensagem para o Silvio Santos é que daqui uns 40 anos nós estejamos aplaudindo e cantando o ‘parabéns a você’ pelos 120 anos dele.

Carlos Alberto da Nóbrega - Apresentador

“Eu só tenho elogios a ele. Agora (sobre a quebra do banco PanAmericano) o público viu o caráter que ele tem. Foi a primeira vez que um banqueiro colocou um dinheiro para não prejudicar o povo. E partiu dele. Se ele fosse apenas um profissional ele iria deixar estourar como os outros deixaram. Mas ele não. Se ele tem um patrimônio de R$ 2 bilhões e 700 mil ele depositou R$ 2 bilhões e 500 mil. Ele colocou tudo o que ele fez em todos esses anos de vida”.

Frases de Silvio

“Todas essas vitórias eu devo à comunicação. E às vezes eu sou convidado a ir numa escola, ou para ir num clube, para falar de comunicação. Eu não aceito convite porque eu não sei o que é comunicação. Eu não posso explicar o que é comunicação”

“...acreditando naquela frase que algum filósofo disse uma vez num livro, ganha dinheiro aquele que trabalha com 10% de inspiração e 90%  com  transpiração”

“Eu não nasci dono de televisão. Eu fui dono de televisão porque os donos de televisão fecharam as portas para mim. E eu então, quando se fecha uma porta Deus abre uma janela. Fui obrigada a ser dono de televisão e comprar 50% de ações. Eu não nasci dono de televisão. Nasci animador de programa, continuaria sendo animador de programas, se os homens não fossem tão vaidosos, tão poderosos”

 

 

           

Instagram

Instagram

  • @guguliberato manda o recado!!! Todo mundo ligado no @powercouplebrasil , na próxima terça-feira, na @recordtvoficial Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • @guguliberato fala sobre sua participação no comando do @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli
  • Comheça os ambientes do #powercouplebrasil.  @guguliberato @powercouplebrasil #recordtv  Video do reporter Luigi Civalli

OFuxico