Por: Felipe Abílio | Foto: Reprodução | 18/02/2011 | 13:36

Transex Lea T, filha do jogador Toninho Cerezo, é entrevistada por Oprah

A modelo transexual brasileira fez várias revelações para a apresentadora americana

Transex Lea T, filha do jogador Toninho Cerezo, é entrevistada por Oprah - Reprodução

Publicidade


Desde que estourou na mídia mundial, a modelo transexual brasileira Lea T - filha do ex-jogador Toninho Cerezo cujo nome real é Leonardo - não havia sido entrevistada na TV. Com contrato de exclusividade com Oprah Winfrey, ela, enfim, foi sabatinada na noite de quinta-feira (17), nos Estados Unidos, no The Oprah Winfrey Show.

Sem perder tempo, Oprah foi direto ao assunto, e com muito bom humor, questionou como Lea, que aguarda uma autorização da justiça para fazer a cirurgia de mudança de sexo, faz para esconder o volume durante os ensaios fotográficos. Sem pestanejar, a modelo respondeu:

“Todo mundo me pergunta isso, especialmente os homens com quem trabalho. É meio desconfortável, tenho que colocar o pênis para trás e usar calcinhas bem pequenas. É bem chato, principalmente quando me sento.”

Oprah foi mais além e não deixou de perguntar se o pai de Lea, o ex-jogador Toninho Cerezo, realmente teria renegado ela por conta de sua mudança e a modelo, que mora na Itália, desmentiu os boatos.

“Meu pai disse ‘se você é mulher, homem, cachorro ou qualquer coisa, eu vou amá-la pelo que você é’”, disse. A modelo contou que, após vê-la na passarela de Alexandre Herchcovitch no São Paulo Fashion Week no mês passado, Toninho Cerezo disse: “Agora posso morrer feliz, estou muito orgulhoso”.

Já a reação de sua mãe não foi tão boa e Lea atribui isso ao catolicismo fervoroso. “É uma luta com a religião dela. Mas ela é sempre legal comigo”.

Totalmente sincera, a modelo explicou que já tentou viver como um homossexual, mas era impossível, já que seu cérebro é de mulher em um corpo masculino.

“Eu gostaria de poder aceitar meu corpo como o de um homem. Acho que minha vida seria muito mais fácil e seria menos doloroso para minha família... Mas é algo dentro do meu cérebro. Medicamente é um transtorno. Eu tentei viver como um gay, como todo transexual tenta, porque é mais fácil, mas no fim das contas, quando você vai ao médico, vê que não tem homossexualidade alguma. Seu cérebro é como se fosse o de uma mulher. Quando se é transexual, você se sente realmente uma mulher. E eu gosto de homens”, finalizou.

A reportagem da O Fuxico entrou em contato com a assessoria do canal a cabo GNT, onde o programa The Oprah Winfrey Show é exibido no Brasil, e a entrevista com Lea T. vai ao ar na  na quinta-feira (24), às 23h, e na sexta-feira (25), às 17h, pelo GNT.

Assista um trecho da entrevista:

BBB 11: A mais completa cobertura do Big Brother Brasil e tudo sobre famosos você encontra em O Fuxico!


Siga @Ofuxico_oficial no Twitter

Seja fã de OFuXico no Facebook

Clique para ler as notícias mais lidas do dia


Avalie esta Matéria



Acesso Rápido


Think4

É proibido o uso ou publicação deste conteúdo sem a devida autorização. Os infratores ficarão sujeitos às penas previstas por lei.
Ofuxico não envia mensagens de e-mail sobre promoções, notícias e novidades.
2000-2011 OFuxico - Todos os direitos reservados