Notícias

28/07/2012 | 10h01m - Publicado por: O Fuxico | Foto: Fotomontagem + Getty Images

Veja tudo o que Madonna já causou em sua turnê MDNA

A nova turnê da diva pop é marcada por uma enxurrada de polêmicas

Veja tudo o que Madonna já causou em sua turnê MDNA - Fotomontagem + Getty Images Abrir Galeria

Quando o assunto é polêmica, Madonna pode ser considerada uma competente embaixadora. Ela esbanja personalidade e irreverência e, desde o início de sua carreira, sempre fez questão de ir na contramão dos padrões preestabelecidos da sociedade.

A verdade é que Madonna não está nem aí para as convenções e não esconde as suas ideias sobre os mais variados temas. Ela fala sem meias palavras sobre sexo, erotismo, religião, política.

Os mais rabugentos dizem que Madge resolveu apelas em busca de mais destaque na mídia. Mas, vamos combinar que ela não precisa disso. Madonna é uma estrela, e não há o que questionar.

Assim como em outras turnês, a MDNA Tour veio para sacudir o mundo da música com novas polêmicas. E ela é boa nisso!

O Fuxico faz um relatório apurado dos bafões que agitaram o novo giro mundial da rainha do pop!

Nome polêmico
O nome escolhido para a turnê , MDNA, causou falatório por ser muito parecido com a fórmula química MDMA, do metilenodioximetanfetamina, nome científico do ecstasy. A estrela explicou tudo e disse que o nome da turnê não seria nada mais que algumas letras de seu nome “MaDoNnA”.

Peitinho na Turquia: Madonna exibiu um de seus seios em um show na cidade de Istambul.

Popozão na Itália:  Nas apresentações em Roma e Milão a musa pop o bumbum.

Malcriada na Alemanha: Durante show em Berlim, Madonna mostrou o dedo do meio para a plateia.

Protesto em Paris: De passagem pela França, a turma da direita não gostou nem um pouco das alfinetadas de Madonna. Durante a música Nobody Knows Me, o telão do palco mostrou uma imagem da líder de extrema-direita francesa, Marine Le Pen, com um símbolo nazista na testa. O partido Frente Nacional ameaçou processar a cantora.

Em entrevista ao Fantástico, da Rede Globo, a cantora esclareceu que usou a montagem de propósito e com o intuito de provocar as autoridades contra o aumento da intolerância com estrangeiros e imigrantes no mundo.

Cenas fortes: O vídeo Nobody Knows Me, produzido especialmente para a MDNA Tour, mostra imagens de atentados, barbaridades e manifestações que marcaram a história. Familiares de crianças que cometeram suicídio autorizaram a cantora a mostrar as imagens. A intenção é alertar o publico sobre o problema do bullying.

Artilharia pesada: Sobre a utilização de algumas armas em seus shows, Madonna revelou que atualmente vivemos em uma sociedade muito violenta e que teve a ideia de usar algumas armas como uma forma de protesto para que o público realmente ficasse chocado com a atual fase em que todos estão vivendo.

Te cuida Gaga: Desde que a música Born This Way foi lançada, choveram comparações dizendo que trata-se de plágio do hit de Express Yourself. E Madonna nunca comentou o assunto.

Em sua MDNA Tour ela apresenta um remix de Express Yourself, intercalada com Born This Way, e com uma palinha de She's Not Me, de seu álbum Hard Candy. Uma cutucada de classe na loiraça que canta Judas.

Recentemente, também em entrevista ao Fantástico, Madge foi questionada por Zeca Camargo se cantar uma canção de Gaga é uma homenagem ou uma brincadeira. Ela respondeu com uma deliciosa alfinetada: : “Eu gosto muito dessa música, e fiquei feliz de ter ajudado Lady Gaga a compor”.

Russos caretas: Madonna tem escala programada em São Petersburgo, na Russia, no dia 9 de agosto,  e está sendo ameaçada por autoridades locais com uma multa, caso ela faça propaganda homossexual, algo proibido pelas leis locais.

Tudo sobre a turnê MDNA de Madonna O Fuxico

Relembre mais algumas polêmicas de Madonna antes de MDNA:

1984: A virgem de noiva: Em sua apresentação no VMA – Video Music Awards, da MTV, Ela cantou Like a Virgin vestida de noiva. Sua performance esbanjou ousadia.

1986: O single Papa, Don't Preach, fez os conservadores e progressistas tremerem nas bases. A canção fala de uma adolescente grávida, que fugia claramente da rígida moralidade dos anos 80. Enquanto isso, as feministas consideravam que a cantora tratava com desleixo sobre um tema bastante delicado.

1989: O Like a Prayer balançou os alicerces do Vaticano. O vídeoclip mostra a cantora refugiada dentro de uma igreja, usando roupa decotada e contracenando com uma estátua de um Cristo negro. O clipe foi considerado uma blasfêmia pelos cristãos mais ortodoxos.

Neste mesmo ano a diva pop foi garota propaganda da Pepsi. Por conta do ódio despertado com Like a Prayer, O Vaticano ameaçou boicotar o refrigerante.

1990: A Blond Ambition Tour foi o momento de Madonna usar e abusar dos figurinos e coreografias provocativas. O show exalava sexo e sensualidade, e mostrava dançarinos tocavando as partes íntimas da estrela. Em um momento inesquecível, Madonna se masturbava em uma cama, enquanto cantava Like a Virgin.

1992: Mais Erótica do que nunca
O quinto álbum de estúdio da cantora, lançado em 1992, é considerado seu primeiro fracasso. Mas a verdade é que Erotica causou mais do que nunca. Nele Madonna falou tudo o que queria sobre liberdade sexual, denunciando o preconceito e a hipocrisia.

O clipe de Justify My Love foi proibido na MTV, mas o single vendeu milhões de cópias. Mas a MTV seguiu firme no boicote a Madonna e o vídeo de Erotica também foi esquecido pela emissora, que o exibiu apenas três vezes.

Sexy Book, bafão:
Nossa estrela resolveu revelar sua porção sex symbol e não economizou exageros. O livro traz cenas fortes de sexo hardcore, lesbianismo, sadomasoquismo, além de ser um retrato das aventuras sexuais e fantasias de Madonna. A publicação traz até uma fotonovela prá lá de abusada.

2003: Durante a Guerra do Iraque, liderada pelo ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush, Madonna lançou o polêmico clipe de American Life, que traz imagens de conteúdo bélico em um desfile de moda.

2006: Durante a Confessions Tour ela voltou a alfinetar os cristãos quando interpretou a canção Live To Tell, onde desceu dos céus, pregada em uma cruz e com uma coroa de arame farpado, enquanto rostos de crianças sofrendo apareciam por trás.

Ainda em Confessions Tour Madonna usou projeções de algumas personalidades do mundo em seu show e incluiu fotos do Papa Bento XVI, ao lado de Adolf Hitler, George W. Bush, Benito Mussolini, Vladimir Putin, Osama Bin Laden e Saddam Hussein.

2008: A turnê Sticky And Sweet, mostrava Madonna queimando imagens do candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, John McCain, assim como a de Adolf Hitler e de Robert Mugabe, presidente do Zimbawe, ao som da canção Get Stupid.

Instagram

Instagram

  • Nesta sexta-feira (25), o cantor @micael lançou o clipe da música Sem Ela Não Dá, e aproveitou a divulgação do trabalho para agradecer o carinho dos seguidores do #OFuxico. Veja!
  • @joaoboscoevinicius fizeram questão de convidar os seguidores de #OFuxico para conferir sua mais nova música de trabalho, Super Homem Chora. Confira!
  • @xandaviao e @wesleysafadao fizeram questão de convidar os leitores de #OFuxico para conferir sua primeira parceria, feita para o hit Eu e a Torcida do Brasil, lançado nesta sexta-feira (25). Confira!
  • Princesa Charlotte demonstrou todo seu espírito de liderança durante o casamento real, ao dar uma 'bronca' em uma das daminhas de honra que queria entrar antes da hora certa. Quer saber mais? Leia em OFuxico! (📷: @kensingtonroyal)
  • Gleici Damasceno, campeã do BBB18, apareceu de visual novo. O que acharam? 😍 (📷: Reprodução / Instagram)
  • Uma das convidadas do casamento de Príncipe Harry e Meghan Markle leiloou a bolsa que ganhou de lembrança por participar da cerimônia e conseguiu cerca de R$ 116 mil pela venda. Saiba mais em OFuxico! (📷: Reprodução)
  • Quer saber tudo sobre o casamento de MC Guimê e Lexa? Venha conferir em OFuxico! (📷: Manuela Scarpa / Brazil News)

OFuxico