Notícias

25/05/2011 | 17h01m - Publicado por: Laura Agossini | Foto: Divulgação

Warner é processada por uso de tatuagem em persongem de Se Beber Não Case 2

O criador da imagem, que a tatuou no rosto de Mike Tyson, quer cancelar a estreia do filme

Warner é processada por uso de tatuagem em persongem de Se Beber Não Case 2 - Divulgação

O filme Se Beber Não Case 2 está envolvido em problemas, um dia antes da estreia. Um tatuador está processando a Warner Bros. por violação de direitos autorais relativos a uma tatuagem que fez em Mike Tyson.


O longa, dirigido por Todd Phillips, estreia nesta quinta-feira (26), nos Estados Unidos, e na sexta-feira (27), no Brasil.

O enredo da sequência retoma a ideia do primeiro filme da série, onde um grupo de amigos viajam para a Tailândia para a despedida de solteiro de um deles. Com medo de que os acontecimentos na despedida de solteiro de Doug (Justin Bartha), em Las Vegas, se repitam, Stu (Ed Helms) planeja muito bem a comemoração, mas nada ocorre como o esperado. No paraíso sexual, as confusões prometem ser catastróficas e inimagináveis.

E é a partir das confusões inesperadas do grupo que surgiu agora o mais recente problema para a Warner.

Stu acorda no dia seguinte à noitada selvagem do grupo com uma tatuagem no rosto: um desenho que reproduz uma tatuagem de estilo Maori que Tyson tem, na vida real, em seu rosto.

Victor Whitmill, que fez o trabalho em Tyson, não gostou de vê-lo reproduzido no filme em um de seus personagens e, por isso, o tatuador apresentou um processo por violação de direitos contra a Warner.

O tatuador diz no processo que “nunca foi consultado sobre a utilização do desenho nem lhe pediram autorização para isso” e que “nunca consentiu o uso, a reprodução ou a criação de um trabalho derivado da tatuagem original,” segundo o New York Times.

Os estúdios de cinema se apressaram a enviar advogados para o tribunal para ressaltar os custos que um adiamento da estreia pode suscitar, apontando também que a pretensão de Whitmill não tem precedente legal. E a Warner alega em sua defesa que fez “uso correto” da tatuagem alegando tê-la utilizado no personagem como uma forma de paródia.

Mike Tyson, que participou do primeiro filme e da sequência, também já se pronunciou. E parece que ele ficou do lado de Whitmill.

O ex-campeão de boxe disse ter ficado surpreso quando viu a tatuagem, pois ninguém lhe disse que Ed Helms ia aparecer com um desenho igual ao seu no rosto.

Tyson disse ter gostado da surpresa, mas agora se posicionou claramente quanto aos direitos de seu tatuador, afirmando que “todo o trabalho artístico, esboços e desenhos relacionados coma minha tatuagem ou quaisquer fotografias da minha tatuagem são de propriedade de Whitmill.”

 

O Fuxico: O site que é referência sobre famosos. Notícias apuradas, sempre em primeira mão. 

Instagram

Instagram

  • @anamaria16 ensina aos repórteres e aos participantes do Superchef Celebridades a fazer a melhor coxinha do Brasil 📽 @flaviacirino
  • @robertoljustus e @ticipinheiro comemoraram os oito aninhos de #RafinhaJustus, neste sábado
Foto: Manuela Scarpa/Brazil News
  • Filha caçula de @eliana é pura fofura na festa do irmão mais velho, Arthur 
Foto: Manuela Scarpa/Brazil News
  • @oceara e @misantosoficial realizaram uma festança para @valentinamunizreal. Veja tudo no #OFuxico 
Foto: Leo Franco/AgNews
  • @marinaruybarbosa e @brumarquezine arrasam na Grécia! Confira as fotos no #OFuxico 
Fotos: Reprodução/Instagram
  • @fatimabernardes é pura elegância no lançamento do livro Poesia que Transforma, de @brauliobessa, na Livraria da Travessa, no Barra Shopping, Rio de Janeiro.

Foto: Wallace Barbosa/AgNews
  • @simoneses e @simaria cantando dutente coletiva de imprensa em São Paulo

OFuxico