23/04/2020 | 18h44m - Publicado por: Luigi Civalli | Foto: João Cotta/Globo

Mari Gonzalez quer trabalhar na TV: ‘Se rolar, eu vou amar’

Mari já trabalhou no Pânico na TV durante alguns anos

Mari Gonzalez quer trabalhar na TV: ‘Se rolar, eu vou amar’ - João Cotta/Globo

Mari Gonzalez é a mais recente eliminada do BBB20 e conversou com o site oficial do programa. Para quem não se lembra, ela já foi Panicat, no Pânico na TV, e até trabalhou como repórter na atração durante três anos.

Saiba tudo sobre o BBB20

Questionada sobre a possibilidade de voltar as telinhas e seguir o mesmo caminho que ex-BBB’s como Sabrina Sato, Ana Clara, Vivian Amorim e Fernanda Keulla, Mari Gonzalez não descarta.

BBB20: 'Fiquei com a cara no chão', diz Manu sobre Dua Lipa

“Quero continuar com o meu trabalho como digital influencer, me comunicando com as pessoas, que é o que eu amo fazer, e montar novos projetos também. E se aparecesse alguma oportunidade para trabalhar na TV, eu iria amar!”, afirmou.

“Eu quero organizar toda a minha vida. Eu não tenho nem metas e objetivos para 2020 ainda, meu ano vai começar agora! (risos)”, acrescentou.

Mari ainda relembrou de algumas confusões na casa e revelou que tinha “uma situação” com Rafa Kalimann, que vinha de antes do programa começar.

BBB20: Thelma se emociona com música e chora

“A minha opinião sobre a Rafa é independente da Bianca. Antes de entrar no BBB, eu já tinha algumas ideias sobre ela tiradas por mim mesma. E quando eu entrei na casa, decidi dar uma oportunidade a tudo isso, conversar com ela e apresentar o que eu penso. E assim fizemos. Quando houve a briga da Rafa com a Bianca, a Bia não sabia o que eu pensava porque eu não tinha falado com ninguém da casa, era uma coisa muito minha. Claro que depois nos sentimos à vontade para falar sobre isso e alguns pontos bateram. Mas ela não me influenciou nem eu a ela. Cada uma tinha seu próprio pensamento quanto a isso”, contou.

“Todas as pendências e conflitos que eu tinha com alguém eu fiz questão de conversar com a pessoa para a gente se entender. Com a Rafa conversei no início, durante o programa inteiro ficamos mais distantes, e nos acertamos agora no final. Com a Thelminha a gente logo sentou e se resolveu. Diversas vezes conversamos eu e Babu. E a Manu, apesar de eu querer muito conversar, ela não queria conversar comigo (risos). Mas depois nos falamos e ficou tudo bem. Eu sempre estive aberta ao diálogo. Para quem quisesse falar comigo, eu estava ali e disposta”, acrescentou.

BBB20: Equipe de Babu ofende Thelma e fãs ficam revoltados

Mari finalizou contando que sua torcida ficará para Babu nesta reta final e contou que via levar muitos aprendizados para sua vida.

“Eu tinha muita dificuldade de ouvir o outro, de me colocar no lugar. E lá dentro eu tentei fazer muito isso. Também aprendi a valorizar as pessoas. Durante o confinamento eu pensava muito na minha família, em todo mundo que eu tinha que agradecer. Eu acho que falei coisas desnecessárias, que não têm a ver comigo. Não sei o porquê, mas às vezes a gente se expressa mal, e eu me julguei muito por isso. Eu poderia ter tido mais cuidado com a forma de me expressar”, finalizou.

Mari Gonzalez sobre BBB20: ‘Virei uma máquina de memes’





Notícias Relacionadas

23/04/2020 | 18h20m - Caroline Huertas

Entidade desmente cargo da ex-BBB Gizelly Bicalho

23/04/2020 | 17h30m - Caroline Huertas

BBB20: Thelma se emociona com música e chora



Instagram

Instagram

OFuxico