Carnaval Rio de Janeiro às 01:15

Carnaval 2024: Grande Rio busca a vitória nas pegadas da onça

Paolla Oliveira e Adriana Bombom na Grande Rio
Leo Franco /AgNews e Daniel Pinheiro / Brazil News

Campeã do carnaval de 2022, a Acadêmicos do Grande Rio primeiramente apostou na beleza, na força e na garra da onça brasileira para encantar torcedores e jurados na Marques de Sapucaí.

Paolla Oliveira - Grande Rio
Paolla Oliveira – Daniel Pinheiro / Brazil News

Com o enredo “Nosso Destino é Ser Onça”, os carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora foram buscar inspiração na mitologia indígena da tribo Tupinambá. Eles têm no animal um símbolo divino e poderoso.

Guiados pelo livro de mesmo nome do escritor Alberto Mussa, os carnavalescos da escola de Duque de Caxias, que foi a grande campeã de 2022, propõem uma reflexão sobre a simbologia da onça no cenário artístico-cultural brasileiro, tocando em temas como antropofagia e encantaria.

Mileide Mihaile - Grande Rio
Mileide Mihaile Daniel Pinheiro / BrazilNews

O desfile da Grande Rio

A escola apresentou diferentes brasilidades ao longo da apresentação da Acadêmicos do Grande Rio na Marquês de Sapucaí.

Adriana Bombom - Grande Rio
Adriana Bombom – Daniel Pinheiro / Brazil News

“Há uma visão para a criação de tudo que existe, que é um mito Tupinambá, que possui a onça como símbolo central. É esse ser criador, perfeito, divino. Um ser mais poderoso, pois é aquele que tudo come, tudo devora, da criação, recreação e destruição”, explicou Leonardo Bora, inicialmente.

Gabriel Haddad, do mesmo modo, lembrou também a força da onça como símbolo de lutas atuais, bem como a preservação das florestas brasileiras e contra o preconceito. Ele destacou, por exemplo, a representatividade do felino.

“A onça ganhou uma força muito grande como símbolo de luta, como símbolo de resistência, como símbolo na luta da demarcação de terra indígena, a onça como símbolo da população LGBTQIA+. Ou seja, você fazer a diferença ou fazer a ‘diferonça’, é a gente unir esse grupo todo e lutar contra o fim do mundo”, explicou Haddad.

Além disso, de acordo com o presidente da agremiação, Milton Perácio, reforça cada vez mais sua equipe, antes de mais nada, estará na avenida para brigar pelo primeiro lugar do Carnaval.

Antes de mais nada, a Grande Rio valoriza sua comunidade. Sob o mesmo ponto de vista, a escola igualmente abre espaço para todos, desde que tenha comprometimento.

Enredo: Nosso Destino é Ser Onça
Carnavalesco: Gabriel Haddad e Leonardo Bora
Diretor de Carnaval: Thiago Monteiro
Intérprete: Evandro Malandro
Mestre de Bateria: Fabrício Machado (Fafá)
Rainha da bateria: Paolla Oliveira
Mestre-sala e Porta-bandeira: Daniel Werneck e Taciana Couto
Comissão de Frente: Hélio Bejai e Beth Bejani
Famosos: Mariana Goldfarb, Mileide Mihaile, Xamã, Adriana Bombom, Deolane Bezerra, David Brazil, Mel Muzillo, Mulher Melão e Monique Alfradique

Confira a letra do samba

Trovejou! Escureceu!
O velho onça! Senhor da criação
É homem fera! É brilho celeste, devora e se veste de constelação
Tudo acaba em fogaréu e depois transborda em mar
A terceira humanidade
Cuaraci vem clarear
Ê Sumé nas garras da sua ira
Enfrentou Maira
Tanto perseguiu
Seus herdeiros vivem esta guerra
Povoando a terra
O bicho mais feroz rugiu

É preta, parda, é pintada feita a mão
Sussuarana no sertão que vem e vai
Maracajá, jaguatirica ou jaguar
É jaguarana, onça grande mãe e pai

Yawalapiti, Pankaruru, Apinajé
Na voz do povo Wareté
Na flecha de tupinambá
Do tempo que pinta pedra
A fé de ser encantada
Onça loba, onça alada
Na memória popular

Kiô… kiô kiô kiô kiera
É cabocla e mão torta
Pé de boi que o chão recorta
Travestido de pantera
Kiô… kiô kiô kiô kiera
A folia em reverência
Onde a arte é resistência
Sou Caxias bicho fera

Werá werá aue naurú wera que
A aldeia Grande Rio ganha a rua
No meu destino a eternidade
Traz no manto a liberdade
Enquanto a onça não comer a lua

Notícias Relacionadas