Carnaval Rio de Janeiro às 09:07

Diogo Nogueira fica sem camisa após Paolla Oliveira ‘invadir’ show

Diogo Nogueira e Paolla Oliveira dançando no baile de 45 anos do Clube do Samba
Diogo Nogueira e Paolla Oliveira dançando no baile de 45 anos do Clube do Samba (Foto: Paulo Tauil/AgNews)

Mantendo vivo o legado de seu pai João Nogueira, Diogo Nogueira comandou o Baile do Clube do Samba, marcando o início das atividades em comemoração aos 45 anos do movimento. E claro que Paolla Oliveira compareceu no local para prestigiar seu amado.

Paolla Oliveira reflete sobre machismo e fofoca no Carnaval

Em uma grande folia de carnaval, Diogo convidou a cantora Sandra Sá e o tradicional Cordão do Bola Preta para a nova edição do Baile do Clube do Samba, que aconteceu nessa quinta-feira, 08 de fevereiro, no VIVO Rio.

Sendo pré-Carnaval, o setlist contou com muito samba de raiz, marchinhas de carnaval e clássicos dos sambas de enredo. A abertura será da DJ Cris Pantoja, em uma noite de reverência ao samba e aos imortais carnavais da cidade.

Primeiramente vendo toda a performance dentro dos bastidores d palco, era notável que Paolla Oliveira estava muito feliz com a apresentação de Diogo Nogueira. A atriz sorria sempre e vibrava com o que o cantor apresentava aos presentes, enquanto esbanjava beleza com vestido justo e decotado.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular!

Todavia, ela chegou a “invadir” o show em determinado momento, e Diogo Nogueira e Paolla Oliveira dançaram juntos, arrasando no passinho e esbanjando carisma e amor. Eventualmente, ele tirou a sua blusa azul e chapéu branco, ficando apenas de calças brancas e com corpão à mostra.

Veja as fotos!

Além do show de Diogo Nogueira, veja detalhes do Clube do Samba

Enquanto as estações de rádio e televisão privilegiavam apenas as músicas de discoteca americana, João Nogueira no dia 5 de maio de 1979 criou o Clube do Samba para fortalecer as raízes brasileiras.

Fabiana Justus é apoiada por Diogo Nogueira: ‘Pessoa muito forte’

O movimento sociocultural primordialmente nasceu como um espaço de resistência à “invasão” da música americana no país. De forma humilde, o evento surgiu dentro da casa de João Nogueira, no Méier, zona norte do Rio de Janeiro.

João Nogueira eventualmente presidiu o Clube por 21 anos, até seu falecimento em 2000, quando Ângela Nogueira assumiu a presidência. Assim ela segue no cargo segue até hoje, com o objetivo de perpetuar o samba e formar culturalmente crianças e adolescentes carentes.

Patrimônio imaterial da cultura brasileira, o Clube do Samba celebra 45 anos em 2024 e ganha diversas ações culturais e socioeducativas. Para enaltecer a sua importância, a Família Nogueira lança o Clube do Samba 45 anos, um movimento especial que promoverá ações o ano inteiro.

Paolla Oliveira surge de fio-dental agarradinha ao amado, Diogo Nogueira

Iniciando com o baile e seguindo o ano com rodas de samba no verão, bloco de carnaval, espetáculo musical, oficinas para crianças e muito mais!

Notícias Relacionadas