20/02/2020 | 16h20m - Publicado por: Flávia Almeida | Foto: Anderson Borde/AgNews

Carnaval 2020: Paraíso do Tuiutí faz um encontro de santo e rei na avenida

Lívia Andrade é Rainha de Bateria

Carnaval 2020: Paraíso do Tuiutí faz um encontro de santo e rei na avenida - Anderson Borde/AgNews

O carnavalesco João Vitor Araújo vai promover um encontro entre São Sebastião, padroeiro do Rio de Janeiro e o rei Sebastião I, de Portugal - o jovem monarca que morreu em batalha no norte da África e que deu origem a lendas no Maranhão - em “O Santo e o rei: encantarias de Sebastião”.

A Tuiuti vai manter seu espírito crítico no enredo que fará relação com a situação atual do país. Ao fazer um paralelo entre as histórias do rei de Portugal e o santo padroeiro do Rio de Janeiro, a Paraíso do Tuiuti destaca em seu samba-enredo a luta diária da população humilde carioca.

Conheça a agremiação

Paraíso do Tuiuti - 4ª escola a desfilar  - 01h

Colocação em 2019: 8º lugar

Fundação: 05/04/1954

Cores oficiais: amarelo e azul

Presidente: Renato Ribeiro Marins (Thor)

Carnavalesco: João Vitor Araújo

Mestre de Bateria: Ricardinho Pereira

Mestre-sala e porta-bandeira: Daniele Nascimento e Marlon Flores

Diretor de Carnaval: Júnior Schall

Diretores de Harmonia: André Gonçalves, Júnior Cabeça e Rodrigo Soares

Rainha de bateria: Lívia Andrade

Intérprete: Nino do Milênio e Celsinho Mody

Comissão de Frente: Filipe Moreira e Élida Brum

Curiosidades: As melhores colocações da agremiação foram em anos pares. Eles apostam pesado em 2020.

Famosos: Regiane Alves

Enredo: O Santo e o Rei: Encantarias de Sebastião

Compositores: Moacyr Luz, Cláudio Russo, Aníbal, Júlio Alves, Pier e Tricolor

Tudo sobre o Carnaval 2020

Samba-Enredo

Todo 20 de janeiro
Nos altares e terreiros
Pelos campos de batalha
Uma vela pro divino
O imperador menino
Um Sebastião não falha

Nas marés, o desejado
Infiéis pra todo lado
Enfrentou a lua cheia

No deserto, um grão de areia
Dom Sebastião vagueia
Sem futuro, nem passado… (laiá laiá)

Renasce sob nós, um caboclo encantado
Na praia dos lençóis, é o touro coroado
Vestiu bumba-meu-boi
Até mudou o fado
No couro do tambor foi batizado

Poeira, ê! Poeira!
Pedra bonita pôs o santo no altar
Sangrou a terra, onde a paz chorou a guerra
Mas ele vai voltar!

Rio, do peito flechado
Dos apaixonados
Rio-batuqueiro

Oxossi, orixá das coisas belas
Guardião dessa aquarela
Salve o rio de janeiro!
Orfeus tocam liras na favela
A cidade das mazelas
Pede ao santo proteção
Grito o teu nome no cruzeiro
Ó padroeiro! Toda minha devoção!

No morro do Tuiuti
No alto do Terreirão
O cortejo vai subir
Pra saudar Sebastião





Notícias Relacionadas

30/10/2020 | 09h50m - Flavia Almeida

Carnaval de rua é cancelado no Rio de Janeiro



Instagram

Instagram

OFuxico