Carnaval às 08:17

Paolla Oliveira reina na Grande Rio rumo ao carnaval 2022

Paolla Oliveira sambando na quadra da Grande Rio

Foto: AgNews/Francisco Silva

Sem a companhia de Diogo Nogueira, Paolla Oliveira marcou presença no primeiro ensaio presencia da Acadêmicos do Grande Rio, realizado na noite de quinta-feira, 30 de setembro, na quadra da agremiação, no município de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. De body vermelho e saia verde, cores da agremiação. A atriz foi incansável e mostrou que está pronta para a maratona rumo ao Carnaval 2022.

Vale destacar que as regras de restrições por conta da pandemia estão mais flexíveis no estado do Rio de Janeiro, e atividades como ensaios em escolas de samba já são permitidos, com redução de público.

Animadíssima, Paolla se empolgou com a escolha do samba que a Grande Rio levará para a avenida no próximo desfile, de autoria de de Arlindinho Cruz, Gustavo Clarão, Jr. Fragga, Claudio Mattos, Thiago Meiners e Igor Leal. O filho de Arlindo Cruz, em suas redes sociais, ainda brincou com Diogo Nogueira: “Perdeu”, escreveu ele ao posar ao lado de Paolla.

Veja+: Midas? Diogo Nogueira diz que Paolla Oliveira ‘transforma tudo em ouro

Confira a letra do samba campeão:

Boa noite, moça, boa noite, moço
Aqui na Terra é nosso templo de fé (Fala Majeté!)
Faísca da cabaça de Igbá
Na gira… Bombogira, Aluvaiá!
Num mar de dendê
Caboclo, andarilho, mensageiro
Meu ovo firma ponto no terreiro
A voz de Palmares, Zumbi Agbá
Exu! O Ifá nas entrelinhas dos odus
Preceitos, fundamentos, olobê
Prepara o padê pro meu axé

Exu caveira, sete saias, catacumba
É no toque da macumba, sarava, alafiá
Seu Zé, malandro da encruzilhada
Padilha da saia rodada …. Ê Mojubá

Sou capa preta, tiriri, sou Tranca Rua
Amei o sol, amei a lua, marabô, alafiá
Eu sou do carteado e da quebrada
Sou do fogo e gargalhada … Ê mojubá

Ô luar, ô luar… Catilo reinando na segunda-feira
Ô luar … dobra o surdo de terceira
Pra saudar os guardiões da favela
Eu sou da ira e meu bloco é sentinela
Laroyê, laroyê, laroyê

É poesia na escola ou no sertão
A voz do povo, profeta das ruas
Tantas estamiras desse chão
Laroyê, laroyê, laroyê

As sete chaves vem abrir meu caminhar
À meia-noite ou no sol do alvorecer pra confirmar

Adakê exu, exu é mojubá
Ê bará ô, elegbará
Lá na encruza, a esperança acendeu

Sou Grande Rio e Grande Rio sou eu

Adakê exu, exu é mojubá
Ê bará ô, elegbará
Lá na encruza, ode a flor nasceu raiz
Eu levo fé nesse povo que diz

PAOLLA OLIVEIRA REVELA MOTIVO DE TER CONGELADO OS ÓVULOS

Paolla Oliveira é uma das maiores estrelas da atualidade, sendo uma das atrizes mais queridas na TV Globo após uma série de papéis marcantes em novelas da emissora, como “Amor à Vida”, “A Força do Querer” e “A Dona do Pedaço”.

Atualmente, ela está em um relacionamento com Diogo Nogueira, e em entrevista ao canal do Youtube seja seu, a atriz falou de seu namoro e das pressões que frequentemente recebe da sociedade, afirmando que congelar seus óvulos foi um “ato de liberdade”.

“Existe uma pressão, sempre existiu. Você tem um andamento da vida que tem que seguir isso da casa, família e propriedade. Vim de uma família onde era bem-vindo casar-se com buquê de flores de laranjeira e filhos e tudo mais”, contou a artista de 39 anos.

“Essa coisa dos óvulos veio como liberdade. Meu desejo é que mais mulheres tivessem a oportunidade e ter isso como opção. Eu não quero ter filhos agora”, explicou ela.

“Foi o que me fez congelar os óvulos. Eu tive a opção de congelar como opção de liberdade e como opção de que daqui a pouco as coisas possam mudar para mim”

Paolla continuou: “Sou uma figura que tem muita gente construindo coisas e criando expectativas a meu respeito… A gente tem que sempre estar sempre descontruindo e quebrando as barreiras para fazer o que a gente acha o que deve ser feito”

“Já mexeram e hoje em dia já não me atingem. Mas tem uma coisa que pode pegar em mim e em outras mulheres, quando dizem ‘Você não lutou para conseguir isso? Então aguenta’”, completou Paolla Oliveira.