Cinema e Série às 21:00

Advogada de Johnny Depp surge em programa de TV e faz revelação

Camille Vasquez com Mario Lopez
Foto: Reprodução/Instagram/@mariolopez

Graças ao seu desempenho notável no julgamento de Johnny Depp, a advogada de origem latina, Camille Vasquez, ganhou popularidade em várias plataformas de mídia social, incluindo TikTok, YouTube e Instagram, e conquistou os corações e o respeito dos fãs do ator.

Leia+: Amber Heard ainda quer provar sua inocência

Camille está entre um dos profissionais mais pesquisados ​​no Google e sua vida privada despertou o interesse dos fãs que queriam saber mais sobre ela; incluindo como conheceu Depp, seu cliente de longa data, sua criação em uma família latina, de pai colombiano e mãe cubana.

Esta semana o apresentador Mario Lopez a entrevistou e Camille mais uma vez comentou que não buscava a fama e está achando estranho ter perdido sua privacidade dessa maneira, mas está feliz por ter se tornado inspiração para muitas jovens mulheres.

“Tem sido uma experiência surreal e, para ser honesta, um pouco esmagadora e algo para o qual eu não estava preparada. Eu estava apenas fazendo meu trabalho. Eu tinha a sensação de que por causa do cliente e da natureza do caso, ele se tornaria algo maior, mas, a atenção da equipe jurídica, especificamente em mim, tem sido interessante”, comentou.

Leia+: Advogada de Johnny Depp se irrita com boatos de affair

“Si pudiera servir de inspiración para otras mujeres jóvenes, especialmente hispanas y latinas, entonces todo ha valido la pena. Al final del día, eso es lo importante”.

Questionada por Mario, se em caso de Hollywood fazer um filme sobre o julgamento, quem ela gostaria que a interpretasse na telona. Vasquez riu sobre a possibilidade e respondeu que teria que ser uma latina como ela:

“Quem sabe, Salma Hayek ou Eva Longoria”, comentou rindo.

MEMBRO DO JÚRI FAZ REVELAÇÕES

A juíza do caso de difamação de Johnny Depp contra Amber Heard, Penney Azcarate, disse que as sete pessoas que formaram parte do júri que deu a vitória ao ator de “Piratas do Caribe” devem ficar no anonimato durante um ano para evitarem represálias e para proteger sua integridade, porém já tem integrante do júri falando sobre o julgamento mais assistido da história das redes sociais.

Leia+: Amber Heard fala em entrevista sobre resultado do julgamento

Em entrevista ao programa “Good Morning America”, o homem, que manteve sua identidade em segredo, contou algumas coisas que aconteceram nos bastidores durante o julgamento e durante a deliberação.

Ele revelou que a decisão do júri foi unânime, e que eles ficaram desconfortáveis em diversas vezes com o testemunho de Amber Heard.

Sobre as expressões faciais de Amber no tribunal, ele comentou ao programa:

“Muito de sua história não se encaixava… a maioria do júri sentiu que ela era a agressora. O choro, as expressões faciais que ela tinha, o olhar para o júri. Todos nós estávamos muito desconfortáveis… ela respondia a uma pergunta e ela chorava e dois segundos depois ela ficava gelada… Alguns de nós usamos a expressão ‘lágrimas de crocodilo’”, acrescentou.

Leia+: Relembre as polêmicas envolvendo Johnny Depp

Sobre Johnny Depp, ele disse: “Muitos jurados acharam que o que ele estava dizendo, no final das contas, era mais crível. Ele só parecia um pouco mais real em termos de como ele estava respondendo às perguntas. Seu estado emocional era muito estável o tempo todo”, comentou o homem.

Sobre o que eles achavam de Amber não doar o acordo de divórcio de US$ 7 milhões, ele disse: “Ela vai a um talk show no Reino Unido. O vídeo mostra ela sentada lá dizendo ao apresentador que ela deu todo aquele dinheiro. E os termos que ela usou no vídeo foram ‘eu dei de presente’, ‘eu doei’”.

Sobre se a mídia social desempenhou um papel na decisão deles como jurado, o homem assegurou que não:

“Seguimos as provas. Eu e pelo menos dois outros jurados não usamos Twitter ou Facebook. Outros que tiveram [acesso] fizeram questão de não falar sobre isso.”, indicou.

Leia+: Advogada de Johnny Depp agora é sócia de escritório

Sobre o que este jurado pensou até o final, ele disse: “O que eu acho que é verdade é que eles eram abusivos um com o outro. Não acho que isso faça com que nenhum deles esteja certo ou errado, mas para subir ao nível do que ela estava alegando, não havia evidências suficientes que realmente apoiassem o que ela estava dizendo”, finalizou.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!