Cinema e Série às 03:00

Lori Loughlin vai voltar à televisão após passar dois meses na prisão

Lori Loughlin, selfie no set

Foto: Reprodução/Instagram/@loriloughlinfans

Depois de ter cumprido tempo na prisão no ano passado, após ser declarada culpada de fraude na Universidade da filh, Lori Loughlin se prepara para voltar ao trabalho. Segundo a revista US Weekly, a atriz de 57 anos está entusiasmada em participar do spinoff da série When Calls the Heart (2014-2019), ‘When Hope Calls’.

Uma fonte contou que Lori e o elenco estão muito felizes:

“Todos no set estão muito animados por ter Lori de volta na segunda temporada. A equipe está ciente do escândalo pelo qual ela passou, mas acredita fortemente que ela merece uma segunda chance.”, comentou um informante.

A fonte acrescentou ainda que Loughlin já conversou com seus companheiros de elenco e está ‘emocionada’ por voltar a fazer ‘o que ama’:

Veja+: Lori Loughlin e o marido pagaram US$ 400 mil de multa

“Nas reuniões e ligações, ela tem sido muito doce com todos e sempre respeitosa, então é empolgante para todos os envolvidos. Já houve conversas sobre outros projetos com ela no futuro.”, contou.

Loughlin vai reprisar seu personagem como Abigail Stanton.

“Lori mal pode esperar para voltar ao trabalho, ela está esperando há muito tempo para voltar ao set (…) está ansiosa pelo futuro e está pronta para voltar às filmagens de When Hope Calls”, disse.

Veja+: Lori Loughlin e o marido querem férias longe dos Estados Unidos

TEMPO NA PRISÃO

A atriz Lori Loughlin, que esteve presa por dois meses após ser declarada culpada de participar em um fraude universitário para que as filhas entrassem na USC (Universidade do sul da Califórnia), e o marido, o estilista Mossimo Giannulli, que também acaba de cumprir quase cinco meses de prisão pelo mesmo motivo, fizeram um pedido para deixar os Estados Unidos.

Mas aparentemente o casal não está tentando fugir de sua liberdade condicional e serviço comunitário. Eles querem apenas tirar umas férias longe de Hollywood.

Segundo a revista US Weekly, Lori e Mossimo entraram com documentos nos tribunais para poderem sair de férias com a família.

De acordo com a publicação, o casal enviou cartas ao tribunal pedindo permissão para viajar para San José Del Cabo, no México, para férias, no próximo mês de junho.

Veja+: Lori Loughlin queria lucrar com ida à prisão

E tudo indica que as autoridades apoiaram o pedido, que foi apresentado por seu oficial de liberdade condicional.

Também foi revelado nos documentos que Lori terminou suas 100 horas de serviço comunitário ordenadas pelo tribunal, enquanto Mossimo ainda está trabalhando para completar suas 250 horas.

Ambos estão sob dois anos de liberdade condicional supervisionada. Mossimo cumpriu pouco mais de quatro meses de sua pena de prisão de cinco meses, sendo libertado no início de abril.

Lori entrou na prisão em outubro de 2020 e foi libertada dois meses depois, em dezembro.