Cinema e Série às 10:50

Netflix anuncia Paulina Chávez como intérprete da Fada Flora em “Fate – A Saga Winx”. Saiba Mais!

Paulina Chávez olhando para a câmera e a Fada Flora, personagem de Winx

Paulina Chávez olhando para a câmera e a Fada Flora, personagem de Winx (otomontagem: Reprodução Instagram/Divulgação)

O mundo das “Winx” tem fada nova no pedaço! Explico! A Netflix anunciou na terça-feira, dia 20 de julho, quem escolheu como atriz para interpretar a fada Flora na segunda temporada de “Fate: A Saga Winx”.

Quem “dará vida” à fadinha é Paulina Chávez, nos próximos episódios.

A plataforma publicou um vídeo mostrando os bastidores da série, onde o elenco aparece mega feliz durante as leituras para a preparação das gravações.

Numa das cenas, Paulina Chávez (Flora) e Brandon Grace, que vai dar vida ao personagem Grey, aparecem esbanjando simpatia. E também está confirmado a entrada de Éanna Hardwicke no elenco, como Sebastian, na produção.

No anúncio, a plataforma disse: “É oficial! A atriz Paulina Chávez será Flora na 2ª temporada de Fate: A Saga Winx.”

QUEM É PAULINA CHÁVEZ?

Paulina Chávez é uma atriz de TV que nasceu no Texas. Ela ficou conhecida ao protagonizar “O Universo em Expansão de Ashley Garcia”, da Netflix, série que ganhou a direção de Eva Longoria em vários episódios. Ela também atuou como Isabella na série “Padre Pio”. A estreia de Paulina foi no ano de 2016, numa aparição na série “Day 5″. Dois anos depois, ela ganhou mais visibilidade ao integrar o primeiro longa da vida: ” Juventude em Marcha “.

Paulina Chávez também canta! Ela criou canções em parceria com Jeancarlos Canela.

DIFERENÇAS DA PRODUÇÃO COM A ANIMAÇÃO ORIGINAL

Com um clima mais sombrio e adulto, diferente do que foi criado pelo italiano Iginio Straffi, a Netflix criou a adaptação live-action de O Clube das Winx, mudando até mesmo o nome.

Foi uma grande expectativa quando a empresa anunciou a produção. A nostalgia tomou conta daqueles que acompanharam as histórias das fadas e suas aventuras enfrentando as Trix, o lado malvado do mundo mágico. No entanto, toda essa ansiedade gerou alguns questionamentoS quando o trailer saiu.

Quem esperava algo puxado para a fantasia, as cores e todas as personagens acabou recebendo um elenco não muito completo e roupas mais discretas, além da grande ligação a era moderna e o universo das redes sociais.

NA ERA DIGITAL, CADÊ A TECNA?

Guardiã da Tecnologia e do planeta Zenith, onde nasceu, Tecna foi esquecida no churrasco. Conhecida por ser a mais inteligente do Clube das Winx, a fadinha não tem nem sequer uma personagem modificada, mas em referência a ela.

MUSA E FLORA SÃO AS MESMAS

Caindo na falta de representatividade, Musa Kimura é interpretada por uma atriz branca – na animação, ela é asiática – e virou uma fada com o poder da mente, sendo capaz de sentir a emoção de todos ao seu redor, diferente da Guardiã da Música no desenho (mas música é emoção, então há um pouquinho de semelhança).

Já a Guardiã da Natureza, Flora agora é Terra e sem suas raízes latinas inspiradas em Jennifer Lopez. Ela tornou-se branca e é vivida por Eliot Salt.

ORIGEM DE BLOOM

A principal fada da história foi adotada por uma família humana no desenho original, depois que seu planeta é destruído. Na adaptação, isso é até citado, porém suas raízes nobres acabaram excluídas do roteiro e não há conexão com Alfea.

QUE RUINDADE

Stella não é uma personagem que conquista a simpatia alheia logo de cara em O Clube das Winx. Entretanto, a Guardiã do SOl e da Lua foi pintada como malvada em Fate: A Saga Winx.

Outra diferença é que na série live-action, ela foi criada em um ambiente abusivo por sua mãe.

Os Queimados – zumbis sinistros que causam infecções severas em suas vítimas – foram criados exclusivamente para a série da Netflix. 

Há teorias de que eles sejam inspirados no Lord Darkar, o principal vilão da animação, mas nada foi confirmado quanto a isso.

Veja o trailer oficial de “Fate: A Saga Winx”!