Covid-19 às 13:50

Ed Sheeran está com Covid e cancela compromissos

Ed Sheeran, camiseta vermelha

Foto: Reprodução/Instagram/@teddysphotos

Em uma postagem no Instagram no domingo, 24 de outubro, Ed Sheeran revelou que está com Covid. A notícia foi confirmada dias depois dele ter se apresentado na premiação Earthshot em Londres, evento organizado pelo Príncipe William e a Duquesa de Cambridge Kate Middleton.

O cantor esclareceu que está atualmente isolado, desde que deu positivo para Covid-19.

Sheeran está totalmente vacinado e contou que está bem, apesar de seu diagnóstico.

Apesar dos cuidados, o cantor prometeu que continuará dando entrevistas e shows planejados em casa, como parte do lançamento de seu novo álbum, intitulado “=” (Equal), que será lançado na sexta-feira, dia 29, mas precisou cancelar outros compromissos presenciais.

Veja+: Ed Sheeran comemora 10 anos de seu primeiro álbum

“Desculpas a todos que eu decepcionei, fiquem seguros”, ele escreveu em seu post.

Em sua postagem, Sheeran disse: “Ei, pessoal, uma nota rápida para dizer que, infelizmente, testei positivo para Covid, então agora estou me isolando e seguindo as diretrizes do governo. Isso significa que agora não posso seguir em frente com meus compromissos pessoais, portanto, farei o máximo de entrevistas / apresentações planejadas, de casa”, explicou.

Veja+: Ed Sheeran lança remix de Shivers

NOVO SINGLE

O cantor Ed Sheeran está perto de lançar o seu mais novo álbum de estúdio, mas antes disso, ele lançou a mais nova versão remix para o single de sucesso “Shivers”. Depois de divulgar “Shivers (Navos Remix)”, o cantor e compositor estreou em todas as plataformas digitais “Shivers (Ofenbach Remix)”.

A canção ganhou também uma versão acústica e é o segundo single oficial do britânico que integra o disco “=” (“Equal”), marcado para chegar ao mercado no dia 29 de outubro pela Asylum/Atlantic – uma distribuição nacional Warner Music Brasil.

Produzido por Sheeran, Steve Mac and FRED, a versão original veio também acompanhada de vídeo oficial, explorando o sentimento de euforia ao se apaixonar, com a direção visual eletrizante de Dave Meuers, revelando vários frames metafóricos e cheios de energia.

Veja+: Ed Sheeran tem império imobiliário

Anunciado no último mês, quarto capítulo da série de álbuns intitulados por símbolos matemáticos promete ser uma evolução pessoal e profissional do artista. Um corpo de faixas feito ao longo dos últimos quatro anos seguintes encontra Ed fazendo um inventário de sua vida e das pessoas nela enquanto explora diferentes tipos e níveis do amor (“The Joker And The Queen”, “First Times”, “2step”), da perda (“Visiting Hour”), da resiliência (“Can’t Stop The Rain”) e da paternidade (“Sandman”, “Leave Your Life”), enquanto também processa sua realidade e carreira (“Tides”).

Sonoramente, “=” incorpora a versatilidade do rapaz, abarcando assinatura, faixas guiadas pela guitarra e baladas, com momentos de produção eufóricos, como o apresentado pela primeira vez na faixa de retorno este semestre “Bad Habits”.

Sheeran, que ganhou como “Artista Solo” o prêmio da GQ Britânica “Homem do Ano”, completou sua décima semana consecutiva como número 1 no Reino Unido por “Bad Habits”, vendo a faixa alcançar o mais longevo número 1 em semanas consecutivas da parada desde 2019, quando Tones and I conseguiu o mesmo feito por “Dance Monkey”.