Covid-19 às 10:34

Viúva de Chico Anysio respira sem ajuda de aparelhos

Malga di Paula deve deixar a UTi

Malga di Paula continua internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul. A víuva de Chico Anysio deu entrada no dia 27 de junho, com quadro grave de Covid-19. Segundo o novo boletim médico divulgado pela assessoria de comunicação da unidade na quarta-feira, dia 07 de julho, a empresária tem melhora gradativa, está respirando sem ajuda de aparelhos e deve sair da UTI em breve.

Segundo boletim médico, Malga Di Paula, de 51 anos, está sem sedativos. Apesar da saúde da escritora e empresária ainda ser delicada e demandar de tratamentos, a sua melhora está sendo gradual e positiva.

Veja+: Mãe de Malga di Paula, viúva de Chico Anysio, está internada por covid-19

De acordo com o ex-marido de Malga, o professor Felipe Batista, a empresária e a mãe, Udila, foram internadas em junho em hospitais diferentes no estado gaúcho. O estado de Malga chegou a ser considerado muito grave, mas o da mãe foi considerado estável.

Dona Udila realizou uma traqueostomia na tarde de quarta-feira, dia 07 de julho, e o procedimento foi um sucesso. A idosa já havia tomado como duas doses da vacina Coronavac.

Nas redes sociais, Batista publicou uma foto ao lado da ex-mulher.

“Desejo melhoras, Malga Di Paula”, escreveu.

Laços cortados

Chico Anysio morreu em 2012 e no ano assado a viúva afirmou que gostaria de retomar o contato com os oito filhos do saudoso humorista. Malga di Paula trava uma briga na justiça com eles para ter reconhecido seu direito aos bens do humorista.

“Eu quero muito falar com vocês. Nós passamos momentos tão lindos juntos. O Chico amava vocês tanto e vocês sabem que o Chico me amava e que o amor era verdadeiro. E eu o amei tanto. E eu cuidei dele tanto, com tanto amor . Fiz tudo o que eu podia pelo pai de vocês “, escreveu.

A Justiça anulou o testamento deixado pelo artista porque o primogênito, Luiz Guilherme, conhecido como Lug de Paula, o Seu Boneco da “Escolinha do Professor Raimundo”, não era contemplado na divisão de bens.

Malga ficou casada 14 anos com o humorista e teria direito a 50% de todo o patrimônio dele. Os bens, segundo a empresária, foram deixados para ela e todo o patrimônio intelectual foi integrado aos filhos.

Em 2013, um ano e meio após a morte do comediante, ela se casou com o empresário Felipe Batista, de quem se separou no ano passado.