Entrevista às 05:00

Maria Cecilia e Rodolfo preparam show épico

maria cecilia e rodolfo
Divulgação/Rubens Cerqueira

Em 1º de dezembro, Maria Cecilia e Rodolfo sobem ao palco do Villa Country, em São Paulo, para celebrar um dos momentos mais especiais da carreira. O maior desejo é, junto aos fãs, amigos e convidados, lançarem o projeto “Maria Cecilia e Rodolfo 15 Anos”, nome que batiza o álbum gravado em 26 de abril, em Belo Horizonte.

Em “Maria Cecilia e Rodolfo 15 Anos” os fãs relembraram os hits “Os Dias Vão”, “QuemAma Cuida/Você Não Merece”, “Lendas e Mistérios”, “Você de Volta” e “Coisas Esotéricas”. Ainda no repertório, os artistas trazem composições inéditas que já contabilizam números expressivos, como ‘Suspeitas’, ‘Por Isso Que Eu Bebo’ e ‘Além da Cama’.

maria cecilia e rodolfo
Foto (Divulgação/Rubens Cerqueira)

A dupla conversou com a reportagem de OFuxico e falou da expectativa para o show. Confira:

OFuxico: O que o público pode esperar do show no Villa Country?
Maria Cecilia:
“É um show muito importante! Tocar no Villa é sinônimo de felicidade e estamos chegando com uma apresentação que marca o lançamento do nosso novo álbum, Maria Cecilia e Rodolfo – 15 Anos. É um novo show, um repertório que inclui os sucessos de carreira, claro, mas também as novas, como “Suspeitas”, por exemplo. Será uma noite linda, de comemoração pelo momento tão único e especial que estamos vivendo. Bora comemorar com a gente no Villa Country? Esperamos todo mundo com a gente, afinal, são 15 anos de história, vivendo da música, para a música e em companhia dos nossos fãs.”

OFuxico: Como vocês avaliam o crescimento e a diversificação da música sertaneja nos últimos anos? Rodolfo: “Penso que a música pra ser boa ela não tenha que estar ligada a um gênero específico, ela precisa conectar de verdade. Nós mesmos vivemos essa experiência lá atrás, trazendo uma nova forma de cantar o sertanejo e isso deu muito certo. Depois, vimos essa transformação acontecer com a mistura de outros ritmos, elementos, e também deu certo. Existe espaço pra todo mundo e existe espaço para o novo. Sou fã de um bom modão, mas não deixo de ouvir coisas novas também.”

OFuxico: Como vocês costumam interagir com os fãs?
Rodolfo:
“Nossos fãs são tudo e eles sabem disso. Costumo dizer que somos uma grande família, a família MCeR. Essa interação é direta e sempre carinhosa em nossos encontros. Todos, sem exceção, têm acesso a nós dois nos shows, por exemplo. Fazemos questão de recebê-los e a nossa tratativa é sempre pessoal. Não existe Maria Cecilia e Rodolfo sem eles.”

OFuxico: 2023 teve gosto de vitória e superação para vocês? Por que?
Maria Cecilia:
“2023, sem dúvidas, foi um ano bem especial pra gente. Estamos levando as nossas músicas a locais que ainda não tínhamos ido e revisitando cidades onde o público sempre nos abraçou. Gravamos um projeto novo, ‘Maria Cecilia e Rodolfo – 15 Anos’, que é muito significativo mesmo, apenas para fãs e convidados. Dividimos o palco com pessoas muito queridas, Lauana, Day e Lara, Isarel e Rodolffo e Guilherme e Benuto… Foram 10 novas faixas dentre mais de 600 que ouvimos, e 5 releituras de sucessos conquistados em 15 anos. Ivan, que assinou álbuns anteriores, estava conosco, produzindo. Foi tudo muito, mas muito especial. Nas plataformas e no YouTube nossas músicas estão muito bem e isso está ligado diretamente a nossa agenda. Então, é agradecer mesmo a este ano tão incrível, cheio de surpresas, filhos com saúde e o carinho dos nossos fãs.”

Sobre Maria Cecilia e Rodolfo

Em 2008, o mercado musical brasileiro passou por uma intensa transformação. O sertanejo ganhou uma nova roupagem e junto do movimento identificado como “sertanejo universitário” estavam Maria Cecilia e Rodolfo, amigos de faculdade que formaram dupla de forma muito despretensiosa. O formato, homem e mulher cantando juntos, também era novidade, já que naquele momento o sucesso era comum apenas aos homens no modelo duo ou carreira solo. 

Em pouco tempo, a campanha que teve início em Mato Grosso do Sul tinha conquistado o país. O gênero modernizado com as novas batidas e letras atuais chegou ao público jovem, às festas universitárias e se tornou febre. Futuros zootecnistas, Maria Cecilia e Rodolfo ganharam ascensão no palco, de forma rápida e expressiva. Logo no primeiro álbum a explosão, “Você de Volta”. Depois dele, uma infinidade de faixas que ocuparam o topo das paradas musicais, dentre elas, “Coisas Esotéricas”, “A Fila Andou”, “Tchau Tchau”, “Quem Ama Cuida” e “Os Dias Vão”.

Desde então, somam números e marcas que impressionam. Contabilizam 15 anos de carreira, mais de 10 milhões de cópias vendidas, discos de platina, discos de ouro e dezenas de canções que se transformaram em hit.

Em 2012, a relação profissional que já tinha se transformado em amor foi oficializada e juntos, Maria Cecilia e Rodolfo se tornaram o único casal da música sertaneja. Pais de Pedro e, agora, de Martín, dividem os palcos e a família que construíram tendo os fãs como base fundamental para o sucesso que atravessou o tempo e se mantém em ascensão.

Notícias Relacionadas