Família às 10:00

Adele assegura que fez as pazes com o pai antes dele morrer

Adele, em Saturday Night Live

Foto: Reprodução/Instagram/@adele

Adele assegurou em uma nova entrevista à revista Vogue que fez as pazes com seu pai Mark Evans, antes dele morrer este anos. A cantora de 33 anos tinha uma relação difícil com o pai – que se separou de sua mãe, Penny Adkins, quando ela tinha três anos.

A artista confessa que o fim de seu casamento com Simon Konecki a ajudou a ‘humanizar’ seus próprios pais e ela então conseguiu se reconectar com ele antes dele perder sua batalha para o câncer no começo deste ano.

Ela disse a edição britânica da revista Vogue: “Na verdade fizemos as pazes, ao contrário do que dizem. Eu toquei meu CD para ele uma semana antes dele falecer, pelo Zoom. Uma das coisas que aconteceu com o meu divórcio foi que isso humanizou meus pais para mim. Eu fui ao inferno e voltei! E nisso achei paz para perdoá-lo. Ele estava pronto para isso e esperou um bom tempo”, explica.

Veja+: Adele solta trecho de nova música

A cantora afirmou que teve uma ‘reação física’ quando seu pai faleceu, e elogiou sua mãe pelo apoio durante os momentos finais da vida dele.

“Eu sei que ele me amava, e nós fizemos as pazes antes dele morrer. Quando ele morreu, eu meio que tive uma reação física. O medo deixou meu corpo. Minha mãe foi incrível quando meu pai estava no estágio final. Ela estava lá ajudando-o”, revelou.

Veja+: Adele já conhece os filhos do namorado

SEM RECONCILIAÇÃO?

Em maio passado surgiu a notícia de que Mark Evans, o pai de Adele, morreu após uma longa e dolorosa doença. Segundo o jornal The Sun o homem de 57 anos sofria de câncer de intestino, e perdeu a batalha contra a doença, sem que houvesse uma reaproximação entre ele e a filha.

De acordo com a publicação, Adele nunca perdoou seu pai por abandonar ela e sua mãe quando ela tinha apenas três anos.

No passado, a cantora já fez menção sobre isso quando recebeu um prêmio, e durante o agradecimento agradeceu seu representante Jonathan Dickins:

“Eu te amo como se você fosse meu pai. Não amo meu pai, é o que acontece, não significa muito para mim. Eu te amo como teria amado meu pai”, comentou na época.

Veja+: Adele é processada por compositor brasileiro

No entanto, o jornal The Sun publicou que, apesar das diferenças, Adele e sua família foram muito afetadas pela morte de Mark Evans.

Uma fonte comentou que o homem nunca perdeu a esperança de uma reconciliação com sua filha, mas Adele nunca aceitou uma reaproximação, e agora se sente mal após saber de sua morte.

Em 2019 Evans tornou público seu diagnóstico de câncer de intestino e, embora rna época vários meios afirmavam que Adele queria se aproximar dele, isso nunca aconteceu.

Mark Evans admitiu que foi um “pai podre” para sua filha quando ela estava crescendo, culpando seu alcoolismo, causado pelo colapso de seu relacionamento com a mãe da cantora, Penny Adkins, pela maneira como ele a tratou.

Ele confessou que estava “profundamente envergonhado” do que havia se tornado, acrescentando: “A coisa mais gentil que eu poderia fazer por Adele era garantir que ela nunca me visse naquele estado.”.