Família às 17:00

Aline Wirley e Igor Rickli avançam fase no processo de adoção

Aline Wirley, Igor Rickli e Antônio, seu filho mais velho
Foto: Reprodução/Instagram

Nos últimos meses, Aline Wirley e Igor Rickli vêm compartilhando com os seguidores os detalhes do processo de adoção de um casal de irmãos. Os famosos já são pais de Antônio, de nove anos.

A família avançou mais uma etapa do processo de adoção e viajou a Manaus, no Amazonas, para conhecer pessoalmente os futuros filhos adotivos, cujos nomes não podem ser divulgados por questões legais. 

Eles já haviam conversado por uma chamada de vídeo, mas agora puderam passar um tempo juntos e se derreteram pelos irmãos. Igor contou que eles ficarão 17 dias na cidade para um período de convivência. 

“Convivência física, porque a gente fez um mês [de convivência] via vídeo. E esse momento é o mais delicado. Agora a gente se conhece, a gente se conecta. Se tudo der certo, no final desses 17 dias, eles vão para a casa com a gente. Eles são demais, gente”, explicou Aline.

Antônio também se mostrou muito empolgado com os novos membros da família: “Muito simpáticos, gente. Eles são os melhores irmãos da vida que eu poderia ter no universo inteiro”. Ele ainda disse que pedia aos pais para ter irmãos desde que tinha três anos e enfatizou que está muito feliz com a chegada deles.

View this post on Instagram

A post shared by Igor Rickli (@igorrickli)

Casal de irmãos

Em meio ao processo de adoção, Aline e Igor se depararam com uma surpresa. A princípio, eles esperavam encontrar um irmão para Antônio, mas acabaram escolhendo duas crianças para serem seus futuros filhos.

Isso porque o casal pretendia adotar um menino de sete anos, mas mudaram de ideia quando descobriram que ele tinha uma irmãzinha. “Chegou esse menino. A gente descobriu, depois de um tempo, que ele tinha uma irmã. Conhecemos a história dela e nos encantamos com ela. Entendemos que era inviável separar os dois”, contou Igor. 

Aline explicou que eles não podem compartilhar muitas informações ainda, mas destacou a felicidade de receber o casal de irmãos. “Os nomes a gente não pode falar ainda. Estamos muito felizes. Não estamos conseguindo esconder. Vão chegar logo. É um processo super cuidadoso, lento, que demandou muita paciência, mas estão cada dia mais próximos”, disse a ex-Rouge há duas semanas.

Notícias Relacionadas