Família às 09:00

Brad Pitt entra com novo pedido na corte, contra Angelina Jolie

Brad Pitt em entrevista com Adam Sandler

Foto: Reprodução/YouTube/Print

Brad Pitt voltou à briga em sua luta pela custódia de seus filhos, e segundo o jornal New York Post, o ator entrou com um novo recurso na Suprema Corte da Califórnia, para apelar a última decisão da longa batalha legal que travou com sua ex-mulher, Angelina Jolie.

De acordo com documentos da corte, Pitt tenta anular a vitória que a atriz conquistou há alguns meses, ao conseguir que o juiz particular que atuou como mediador no processo, John Ouderkirk, fosse afastado do caso, após ter reconhecido o direito de Brad de passar mais tempo com seus filhos, obrigando Angelina a ser mais flexível com os horários de visitação do ex-marido, acrescentando que a decisão é ‘ruim para as crianças’.

Agora, e devido ao novo recurso interposto pelos advogados do ator, o caso poderá ser submetido a uma nova avaliação.

Veja+: Angelina Jolie está mais próxima de seu ex-marido

Os advogados de Pitt argumentam que a decisão de eliminar ‘de um só golpe’ a figura do juiz intermediário, pode constituir um precedente perigoso para futuros casos relacionados à guarda conjunta de menores: “Esta medida pode colocar em questão o sistema de teste temporário, já que levanta inúmeras questões sobre sua viabilidade. O sistema judiciário da Califórnia está saturado demais para adicionar mais pressão à sua operação”, afirmam.

“Este juiz temporário havia sido escolhido e avalizado por ambas as partes, e foi indevidamente desclassificado após tomada de decisão criteriosa, fundamentada nos fatos e amparada na esfera judicial pelo depoimento de testemunhas e peritos”, acrescenta.

Veja+: Novo filme de Brad Pitt já tem data de estreia

Uma nova audiência deve ser marcada, se a corte reconhecer o pedido do ator. Ele já tem a guarda compartilhada, mas de acordo com os horários e decisões da ex-mulher.

FIM DOS NEGÓCIOS

Angelina Jolie quer seguir adiante com sua sua vida pessoal e também com seus negócios após vários anos lutando na corte em sua separação de Brad Pitt. E agora a atriz, por meio de seus advogados, pediu ao juiz que retire a ordem de restrição de transferência de bens, que foi colocada automaticamente quando o divórcio deles começou.

Segundo a revista People, a artista não quer ter mais nada com Pitt nem mesmo no âmbito empresarial. Ela quer conseguir dividir o restante de seus bens com o ator, incluindo a vinícola que eles têm juntos, da qual ela quer sair imediatamente.

Jolie está interessada na Nouvel, LLC, a vinícola francesa deles.

Veja+: Angelina Jolie se tatua frase da discórdia

É algo padrão que a corte faz em casos como esse, de bloquear os bens até que tudo seja esclarecido, mas agora a atriz diz que quer essa barreira removida imediatamente, para que ela venda sua parte do negócio para uma terceira parte. Um acordo que provavelmente já está feito, mas precisa retirar a ordem de restrição para concluir.

Os advogados dela disseram que falaram com a equipe de Brad para tentar resolver isso sem uma audição formal, mas o advogado do atord disse que ele responderia depois. Angelina diz nos documentos que está preocupada em perder o acordo durante esse tempo, então pediu a um juiz para intervir.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS:

Morre o ator Sergio Mamberti, aos 82 anos

Famosos lamentam a morte de Sergio Mamberti

Neymar solta o verbo após virar meme por conta da forma física

Juliette responde fãs no Spotify e revela: “Dizer que sou cantora é muita audácia”

Luciano Huck sobre antecipar estreia do ‘Domingão’: ‘Foi um parto prematuro’