Galerias

25/09/2019 | 16h30m - OFuxico

Memória: Casa de Domingos Montagner será centro cultural

Ver mais galerias

Ao longo da vida, seja como o ator, produtor, palhaço ou professor, Domingos Montagner sempre acreditou na educação e na arte como ferramentas de crescimento e de transformação.

Pouco mais de três anos depois da morte precoce do artista, aos 54 anos, seu legado virou inspiração para o sonho de transformar a casa onde o ator nasceu, no bairro do Tatuapé, em São Paulo, em uma referência de cultura e educação para a Zona Leste da capital.

A iniciativa é do Instituto DOM, associação sem fins lucrativos formada pela viúva do ator, a produtora executiva Luciana Lima, seu sócio na Cia La Mínima e grande parceiro, Fernando Sampaio, o irmão do ator e profissional da área contábil e tributária, Francisco Montagner e o amigo e gestor cultural com larga experiência em educação pela arte, Gustavo Wanderley.

O grupo vai transformar a casa simples na sede da Casa Domingos Montagner - Cultura & Educação, espaço que abrigará cursos, vivências, espetáculos, exposições, e oportunidades educativas, através do Circo e do Teatro, para jovens de 13 a 24 anos em situação de vulnerabilidade social.

O propósito não é formar artistas, mas facilitar a autonomia dos jovens na busca de conhecimento, na capacidade de trabalhar em grupo e cuidar do coletivo.

A pedra fundamental do projeto será lançada no próximo domingo (29) com uma campanha de crowdfunding que permanecerá no ar por 60 dias, na plataforma de financiamento colaborativo Benfeitoria.

A segunda etapa contará com outras ações de financiamento e prevê a construção de um edifício com três pavimentos.

No espaço para exposições haverá uma mostra permanente sobre a trajetória do artista.

"Domingos sempre falou com muito carinho do bairro onde nasceu, cresceu e onde se formou professor, se orgulhava de sua origem do Tatuapé. A casa foi doada pelos herdeiros da família Montagner ao Instituto para contribuir com o desenvolvimento de crianças e jovens. Nosso desejo é que se torne um centro para potencializar o convívio entre pessoas de todas as idades", declarou Luciana Lima.

O último trabalho de Domingos Montagner na TV foi na novela Velho Chico, da Rede Globo. O ator morreu em 2016, ao se afogar nas águas do Rio São Francisco, durante as gravações da trama.





Instagram

Instagram

OFuxico