Futebol às 10:50

Messi viaja à França para acertar com o PSG, time de Neymar

Lionel Messi em coletiva de despedida do Barcelona

Reprodução/Instagram

Lionel Messi é do PSG, segundo o jornalista Fabrizio Romano e o jornal espanhol El País. Na manhã desta terça-feira, 10 de agosto, Romano divulgou no Twitter o acerto do argentino com o time francês, o qual vinha negociando a contratação do ex-Barcelona.

Por motivos financeiros, Messi não teve seu vínculo com o clube catalão renovado e o deixou após mais de 20 anos e 17 temporadas jogadas. Apesar da emoção de sua saída, muito sentida por ele, pela equipe do Barça e pelos torcedores, isso abriu espaço para o interesse de outros times, claro.

“Lionel Messi aqui, no Aeroporto de Barcelona, com a sua família. Ele estará em Paris ainda na tarde de hoje”, disse Romano.

De acordo com o El País, a apresentação dele ao PSG acontecerá na próxima quarta-feira, 11 de agosto.

Veja +: Neymar dispara contra torcedores que não torceram para o Brasil na Copa América

CONTRATO

Como noticiado por Fabrizio Romano, Messi fechou um contrato de dois anos com o PSG, tendo a opção de renovar por mais uma temporada, até a metade de 2024. No “Parque dos Príncipes”, receberá cerca de 35 milhões de euros (aproximadamente 214 milhões de reais anuais), já incluindo bonificações de contrato. 

Isso o deixaria no nível dos vencimentos do futuro companheiro Neymar Jr. no elenco. Vale lembrar que ambos jogaram juntos no Barcelona e em 2017, o brasileiro transferiu-se para o clube francês.

Veja +: Lionel Messi presta homenagem a Maradona

ANIMAÇÃO DOS FÃS

Ainda na segunda-feira, 9 de agosto, torcedores do PSG ficaram alvoraçados por Paris, acreditando na chegada de Messi ao país e prontos para receberem o camisa 10. Algumas pessoas até mesmo marcaram presença no Aeroporto de Le Bourget diante dos rumores de que o craque desembarcaria no local. No entanto, nada do argentino, que curtia o dia em sua casa, em Barcelona.

A imprensa francesa apontou que apenas nesta terça o acordo com o Paris Saint-Germain seria completamente fechado, depois de uma reunião do jogador com diretores do clube.

Veja +: Messi avalia futebol e vida pessoal pós-pandemia