Gravidez às 10:10

Viúva de Paulinho, do Roupa Nova, diz que vai engravidar do cantor: ‘Quero esse bebê’

paulinho-roupa-nova-e-companheira-elaine-soares-bastos
Reprodução/Instagram

Viúva do cantor Paulinho, do Roupa Nova, Elaine Soares Bastos abriu o coração e revelou que vai voltar com o processo de fertilização in vitro para gerar um filho. Nove meses depois da morte do cantor, uma das vítimas da Covid-19, a esposa de um dos vocalistas do grupo revelou que pretende ser mãe.

“A morte dele é como se tivessem arrancado um pedaço de mim. Por isso que eu quero ter esse bebê agora, porque eu quero eternizar o meu marido na minha vida. Eu vou olhar para ele e entender que ainda tem um pedacinho do meu marido”, confessou ao R7.

Mais tarde, nas redes sociais, Elaine admitiu que ainda segue muito abalada com a morte do amado, além de garantir que Paulinho deixou uma autorização para que os embriões possam ser utilizados. Por conta de um tratamento de leucemia, o cantor congelou os espermatozoides, possibilitando, agora, o tratamento.

VEJA TAMBÉM:

Viúva de Paulinho, do Roupa Nova, quer ter direito à herança do cantor

Carolina Dieckmann homenageia Paulinho e canta hit de Roupa Nova

Relembre os famosos que morreram por conta da Covid-19

“Eu perdi o meu marido no dia 14 de dezembro. Eu nunca saí do lado dele. Você sabe o que é nunca sair do lado da pessoa? Nunca! Eu perdi o meu marido e ainda tenho que enfrentar esse monte de mentira. Vai ter essa gravidez, mas ainda não tem. Ele deixou uma autorização. Eu não falei que aquela barriga era minha. Quem me conhece sabe que eu tenho tatuagem e que aquela barriga não é minha. Eu não iria fazer um papel ridículo desses”, desabafou.

DIREITO A HERANÇA

Dias após a morte de Paulinho, ex-vocalista do grupo Roupa Nova, em dezembro do ano passado, Elaine Soares Bastos, companheira do artista, entrou com uma ação por não ter sido incluída na abertura do inventário e solicitou reconhecimento de união estável com o músico, a contragosto dos filhos de Paulinho. Mas no último dia 27 de março, ela conseguiu ser declarada inventariante em decisão da juíza Rose Marie Pimentel Martins, da 7ª Vara de Órfãos e Sucessões, no Rio de Janeiro.

“Considerando que os herdeiros reconhecem a senhora Elaine como companheira do de cujus, nomeio inventariante a senhora Elaine Soares Bastos”, decidiu.

“Ressalte-se que, ainda que os herdeiros a reconheçam como companheira do de cujus, faz-se necessária a declaração da união estável com a declaração da data que teve início a união, para fins de meação dos bens”, acrescentou a juíza.

LEI DO SILÊNCIO

Supostas testemunhas dos filhos teriam declarado que Elaine e o músico não tinham uma relação conjugal, dormiam em quartos separados e que a mulher já teria, até, agredido o cantor e percussionista.

A ex-companheira e os herdeiros legais entraram em um acordo e decidiram por não darem mais declarações à imprensa.

E setembro do ano passado, Paulino foi submetido a um transplante de medula para tratar de um linfoma. Em novembro, o artista foi internado com Covid-19 e morreu no dia 1 de dezembro, aos 68 anos.

O artista estava na banda Roupa Nova desde sua formação, no início da década de 1980.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS:

Fernando Zor abre o jogo sobre término com Maiara: ‘Melhor decisão’

Internado, Pelé presta homenagem a Dudu Braga e manda recado para Roberto Carlos

Ex-Panicat Dani Bolina está grávida do primeiro filho

Viúva de MC Kevin gasta fortuna em compras e diz: ‘Atura ou surta, bebê’

Kourtney Kardashian se irrita e exclui fotos sem photoshop

Perfil de Roberto Carlos no Instagram presta homenagem a Dudu Braga

Evaristo Costa fala de demissão e detona a CNN: ‘Totalmente despreparados’