Hospital às 10:50

Bolsonaro tem alta hospitalar depois de sofrer outra obstrução intestinal

Jair Bolsonaro em quarto de hospital com médico em sua volta

Reprodução/Twitter/@jairbolsonaro

Na manhã desta quarta-feira, 5 de janeiro, o Presidente Jair Bolsonaro anunciou sua alta hospitalar depois de dois dias internado Hospital Nova Star, na Zona Sul de São Paulo. Ele deu entrada no local na madrugada de segunda-feira, 3 de janeiro, devido a uma obstrução intestinal. 

“Alta agora. Obrigado a todos. Tudo posso NAQUELE QUE ME FORTALECE”, escreveu o chefe do Executivo em uma rede social.

Na terça-feira, 4 de janeiro, o médico Antônio Luiz Macedo, responsável pelo caso do Presidente, descartou a necessidade de uma nova cirurgia para corrigir a obstrução intestinal. Ela se desfez e o político teve boa aceitação da dieta líquida oferecida durante o dia.

O Presidente Jair Bolsonaro com equipe médica após receber alta hospitalar (Foto: Reprodução/Twitter/@jairbolsonaro)

Bolsonaro estava de férias em Santa Catarina, afirmou ter passado mal após o almoço de domingo. Logo, embarcou rumo à São Paulo e foi encaminhado diretamente ao hospital, onde deu entrada em razão de um “desconforto abdominal”, de acordo com a Secretaria de Comunicação Social da Presidência.

A obstrução intestinal ocorre quando há bloqueio de parte do intestino, impedindo o funcionamento normal do sistema digestivo ou a passagem das fezes. 

Veja+: Zé Felipe tem vídeo a favor de Bolsonaro revivido e deixa de segui-lo

Essa é a segunda vez em seis meses que Bolsonaro é internado em São Paulo por conta de dores abdominais. Em julho do ano passado, ele foi internado no Nova Star devido a uma obstrução intestinal também. Uma cirurgia foi cogitada na época, mas acabou descartada. 

Na ocasião, Macedo afirmou que o Presidente deveria se ingerir alimentos não fermentados para evitar a formação de gases, e descartou a realização de uma sétima cirurgia.

No dia 6 de setembro de 2018, pouco antes das eleições, Bolsonaro sofreu um atentado a faca e teve traumatismo abdominal. Desde então, passou por cinco cirurgias na região do abdômen. A última aconteceu no dia 25 de setembro de 2020, quando retirou um cálculo na bexiga. No mesmo período, precisou tratar uma hérnia no lado direito da parede abdominal.

REPOUSO

Depois da alta, Jair Bolsonaro participou de uma coletigva de imprensa com a equipe médica responsável pelo seu tratamento. Após cumprimentar os jornalistas, o político passou a palavra para Macedo.

“O Presidente sofreu um atentado, uma facada, e passou por uma cirurgia muito bem feita [na época]. Mas depois disso ele teve uma peritonite que gerou uma grande quantidade de reação imunológica no abdômen dele. Normalmente, nesses casos, não fazemos uma cirurgia de imediato, colocamos a sonda nasogástrica e cortamos a alimentação. […] Agora ele fará caminhadas, sem exercícios intensos”, explicou o médico.

Veja+: Pocah apoia Lula e dança ao coro de ‘Ei, Bolsonaro, vai tomar no c*’

PRINCIPAIS NOTÍCIAS
Apresentador do SBT desmaia ao vivo, mas passa bem. Veja!
Vocalista da banda Mastruz com Leite denuncia assédio sexual de colega
Charlotte, filha de Kate e William, é proibida de ter um melhor amigo na escola

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!