Hospital às 09:19

Charlie Watts fica fora de turnê do Rolling Stones, após passar por cirurgia de emergência

Charlie Watts, baterista do Rolling Stones

Foto: Reprodução Facebook

O baterista da banda Rolling Stones, Charlie Watts, de 80 anos teve que passar por um “procedimento bem-sucedido” na cidade de Londres, logo depois de fazer um check-up de rotina, que apontou o problema, não revelado até o momento. O procedimento de emergência aconteceu em um hospital de Londres.

A recomendação agora é de que Watts se afaste do trabalho, ou seja, da turnê atual “Rolling Stones USA No Filter Tour”. Quem assume as baquetas do grupo é Steve Jordan, que acompanha os Stones há muitos anos.

O fato sobre Charlie Watts foi divulgado nas redes da banda, formada por Mick Jagger (vocal), Keith Richards (guitarra), Ron Wood (guitarra de apoio) e Charlie Watts na bateria.

Veja+: Rolling Stones tem própria marca de gin

“Temos certeza de que todos vocês se juntarão a nós para desejar a Charlie uma rápida recuperação. Todas as datas da turnê de 2021 ocorrerão conforme o planejado”, diz parte do comunicado.

PORTA VOZ FALA DO REPOUSO

O porta-voz da banda disse: “Charlie passou por um procedimento que foi totalmente bem-sucedido, mas suponho que seus médicos concluíram que ele agora precisa de repouso e recuperação adequados. Com os ensaios começando em algumas semanas é muito decepcionante, para dizer o mínimo, mas também é justo dizer que ninguém previu isso”.

Veja+: Keith Richards vence o vício e comemora

Ao The Sun, o próprio baterista contou que está batalhando para ficar em forma logo e retornar ao trabalho.

Pela primeira vez, meu compasso ficou um pouco errado. Estou trabalhando duro para entrar em forma, mas hoje aceitei o conselho dos especialistas de que isso vai demorar um pouco. Depois de todo o sofrimento dos fãs causado pela COVID, eu realmente não quero que os muitos fãs que têm os ingressos para esta turnê fiquem desapontados com outro adiamento ou cancelamento. Portanto, pedi ao meu grande amigo Steve Jordan para me substituir”.

PRIVILÉGIO

Steve Jordan agradeceu a oportunidade e revelou a ansiedade de tocar com a banda.

“É uma honra absoluta e um privilégio ser o substituto de Charlie e estou ansioso para ensaiar com Mick, Keith e Ronnie. Ninguém ficará mais feliz do que eu em abrir mão do meu lugar no banco da bateria tão cedo Charlie me disser que ele está bom para continuar.”

Esta é a primeira vez que Charlie Watts fica de fora das apresentações do Rolling Stones. Ele arrasa na bateria desde 1963.

Veja+: Keith Richards já xingou Mick Jagger. Vem saber!