Hospital às 10:00

Zeca Pagodinho canta no hospital e dá recado: ‘Não sinto nada!’

Foto: Divulgação

Atualizada ás 13h30

Esqueça a imagem de uma pessoa deitada no leito do quarto de hospital, debilitada. Em se tratando de Zeca Pagodinho, tudo muda! O sambista de 62 anos, uma das pessoas mais queridas do Brasil, segue internado na Casa de Saúde São José, no Humaitá, na Zona Sul do Rio de Janeiro, para tratar da Covid-19, mas fez a alegria de enfermeiros e médicos que estavam de plantão no domingo, 15 de agosto.h

O cantor mostrou seu lado seresteiro e cantou “para os de branco” músicas do repertório de Lupicínio Rodrigues e de Silvio Caldas. Zeca disse que estava se sentindo bem e que feliz com as mensagens que tem recebido dos amigos.

“Não sinto nada”, disse ele.

No Instagram, Zeca postou um vídeo, diretamente do hospital, mostrando que está bem, seguindo seu tratamento.

“Obrigado a todos que oraram por mim, torceram por mim. Já estou acabando meu tratamento aqui. O importante é se vacinar pra poder se recuperar mais rápido. Em breve estaremos aí, pelo mundo.”

A assessoria de Zeca Pagodinho deu mais detalhes sobre a internação do cantor: “Ele não teve nenhum sintoma. Uma pessoa da família precisou fazer o teste e o laboratório testou a todos, então ele soube que estava positivo. Está no hospital para fazer um monitoramento de praxe. Está bem e, em breve, estará em casa”, disse a assessoria do sambista.

CELEBRIDADES MANDAM ENERGIA POSITIVA

Internado desde o sábado, 14 de agosto, Zeca Pagodinho tem recebido muito apoio nas redes sociais, fãs, artistas e amigos desejaram melhoras para o artista.

“Saúde, mestre! Melhoras, sai logo dessa”, escreveu Marcelo Adnet.

O ex-senador Eduardo Suplicy compartilhou uma mensagem com a música “Deixa A Vida Me Levar” (2002), um dos maiores sucessos do cantor.

“Caro Zeca Pagodinho, toda força para que possa se recuperar plenamente, para levar com suas canções a alegria enorme que nos proporciona a todos no Brasil. Abração”.

“Toda energia positiva ao Zeca Pagodinho! O Botafogo deseja força e uma rápida recuperação para o sambista alvinegro”, escreveu o time do coração do artista.

“Xô, vírus! Melhoras já, Zeca Pagodinho!”, disse o cantor Ritchie.

Em nota divulgada no domingo, 15, a Casa de Saúde São José informou que Zeca Pagodinho – cujo nome de batismo é Jessé – está em bom estado geral e não precisa de suporte de oxigênio.

“A Casa de Saúde São José informa que o cantor Zeca Pagodinho está internado na unidade, desde ontem (14/08), para monitoramento e tratamento de Covid-19.”

“O paciente apresenta bom estado geral, com sintomas leves, sem necessidade de suporte de oxigênio”, disse o hospital em nota.

IMUNIZAÇÃO COMPLETA

Zeca Pagodinho já recebeu as duas doses da vacina contra o novo coronavírus. A primeira em abril, e a segunda no último mês de julho. Vale lembrar que a infecção de pessoas já imunizadas não indica ineficácia da vacina contra a Covid-19.

Quando o cantor tomou a segunda dose da vacina contra a doença, em julho, disse que as pessoas devem “apreciar sem moderação” qualquer imunizante. Em seu Instagram, à época, Pagodinho alertou sobre a importância em se vacinar e pediu para que as pessoas não esquecessem a segunda dose.

“Vacina boa é a que vai no seu braço! Sem essa de ser sommelier de vacina, pois todas as que estão disponíveis são super eficazes e salvam vidas! Vamos juntos nessa? Ah! E não esqueça da segunda dose!!”, escreveu em seu Instagram naquele momento.

VARIANTE DELTA AVANÇA NO RIO DE JANEIRO

A vigilância genômica do vírus Sars-CoV-2, causador da Covid-19, na cidade do Rio de Janeiro aponta que a variante Delta (B.1 617.2), surgida na Índia, já é responsável por 56,6% dos casos da doença no município.

O anúncio foi feito pelo secretário Municipal de Saúde, Daniel Soranz, em sua conta no Twitter.

Na última sexta-feira, 13 de agosto, a prefeitura já havia anunciado que a cidade é o epicentro da variante Delta no Brasil. A análise genômica, que identifica as variantes do novo coronavírus, é feita por amostragem.

Apesar do apelo do secretário para que as pessoas evitem aglomerações e exposições desnecessárias, já que a variante Delta é mais transmissível que as outras. No sábado 14 de agosto, e no domingo, 15, a Secretaria de Ordem Pública interditou duas festas clandestinas, uma com 2 mil pessoas e outra com 600.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS:

Morre o publicitário Duda Mendonça

Marcos Mion quer abraçar Tony Ramos na vinheta de final de ano da Globo

Baixista Simon Gallup deixa a banda The Cure após 40 anos

Família prepara cerimônia de despedida para jogar cinzas de Tarcísio Meira na fazenda onde ele vivia