LGBTQIA+ às 05:00

Billie Eilish se sentiu pressionada a ‘sair do armário’: ‘Gosto de meninos e meninas’

Billie Eilish
Billie Eilish / Reprodução TV / YouTube

A cantora Billie Eilish perdeu mais de 100 mil seguidores ao ser ‘forçada’ a sair do armário durante entrevista à revista “Variety”. Embora a artista tenha dito que achava que a maioria do seu público já tinha conhecimento da sua orientação sexual, parece que havia milhares de homofóbicos que não imaginavam isso, quando ela foi exposta pela publicação, por gostar de mulheres.

A cantora de 20 anos falou sobre sua atração por mulheres em sua entrevista de novembro à Variety, que foi publicada em 2 de dezembro. Eilish disse que não pretendia fazer uma declaração pública sobre sua orientação sexual, mas estava simplesmente sendo honesta sobre seus sentimentos.

Ela disse à revista: “Nunca senti que pudesse me conectar muito bem com as meninas. Eu as amo tanto. Eu as amo como pessoas. Sinto-me atraída por elas como pessoas. Sinto-me atraído por elas de verdade (…) Me sinto fisicamente atraída por elas. Mas também fico muito intimidada por elas, pela sua beleza e pela sua presença”.

Sobre a repercussão de suas supostas declarações ‘saindo do armário’, Eilish confessa que ficou surpreendida: “Não, não fiz isso, mas pensei: ‘isso não era óbvio?’”, comentou. “Eu realmente não percebi que as pessoas não sabiam.”

A artista disse que já se sente atraída por mulheres há muito tempo, mas não sentiu necessidade de falar sobre isso antes, mesmo com a repórter perguntando se agora ela já assumiria que faz parte da comunidade LGBTQIA+.

“Eu não acredito nisso”, disse Eilish. “Pergunto-me porque é que não podemos simplesmente existir? Já faço isso há muito tempo e acabei de falar sobre isso… Oops”, criticou.

No Instagram, ela criticou a revista: “Obrigado Variety pelo meu prêmio e também por me expor no tapete vermelho às 11 da manhã, em vez de falar sobre qualquer outra coisa que importe, eu gosto de meninos e meninas, deixe-me em paz sobre isso, por favor, literalmente, quem se importa.”

A declaração de Billie Eilish foi recebida com elogios de seus fãs e da comunidade LGBTQ+. Muitos elogiaram Eilish pela sua honestidade e por ajudar a normalizar a diversidade sexual.

“Estou muito feliz por Billie”, disse a cantora Demi Lovato no X. “É importante que as pessoas LGBTQ+ tenham modelos como ela.”

“Estou tão orgulhosa de você, Billie!”, disse a atriz Laverne Cox no Instagram. “Obrigado por ser um modelo tão corajoso e inspirador.”

Notícias Relacionadas