LGBTQIA+ às 13:00

Douglas Souza quebra silêncio e relata ataques homofóbicos na Europa: ‘Muito difícil’

douglas-souza-nos-stories-do-instagram

Reprodução/@douglasouza

Depois de revelar ter sido vítima de ataques homofóbicos em um aeroporto na Europa, o ponteiro da Seleção Brasiliera de Vôlei, Douglas Souza, usou as redes sociais para contar o que teria acontecido. O jogador estava de passagem pelo aeroporto Amsterdã para fazer um voo de conexão para a Itália, onde começará a atuar no clube Vibo Valentia.

De acordo com Douglas, quando ele e o namorado, Gabriel Campos, chegaram ao aeroporto e foram passar pelo controle de passaporte, o funcionário da alfândega questionou o que o namorado de Douglas estaria indo fazer na Itália. O jogador explicou que eles são namorados, com união estável. Foi, então, que o tratamento começou a mudar.

“Quando falei que era meu namorado, a fisionomia dele mudou na hora e o tratamento também”, disse. “Ele perguntou o que o Gabriel ia fazer lá, eu mostrei o documento de união estável, disse que ele ia me acompanhar, trabalhar lá. Ele chamou um cara no telefone e disse que ele ia cuidar da gente. Levaram a gente para um outro lugar do lado da fila, onde tinha umas 20 pessoas, largaram a gente ali por umas cinco horas sem nenhum tipo de explicação”, continuou.

VEJA TAMBÉM:

Jogador de vôlei Douglas Souza se encontra com Pabllo Vittar

Tóquio 2020: Conheça Douglas Souza, o Gil do Vigor do volei

Onlyfans: Douglas Souza se diverte com fake news sobre vídeo íntimo com namorado

Ainda no aeroporto, Douglas já tinha postado um storie sobre a situação. “Puro preconceito, homofobia, vocês não têm noção. Eu vou, sim, explanar isso, porque eu não mereço, ninguém merece isso. Eu só não vou contar realmente o que aconteceu hoje porque eu tenho medo deles tirarem a minha passagem e me deportarem”, afirmou.

Douglas disse que tentou perguntar várias vezes o que estava acontecendo, mas ninguém explicava nada, e eles acabaram passando mais de 15 horas no aeroporto. Só foram liberados 23 horas, depois que não tinha mais voos para Roma, por isso eles tiveram que dormir no aeroporto para poder embarcar às 7h.

“Depois de umas cinco, seis horas me chamaram em uma salinha e fizeram uma entrevista para perguntar o que eu ia fazer lá. Até então achei normal, tranquilo. Mas aí bateram de novo na tecla de quem era o Gabriel, e eu tentava explicar que era meu namorado e eles tinham muita dificuldade de entender”, contou. “A gente ficou literalmente o dia inteiro lá esperando. Quando deu 23h, que o aeroporto já estava fechado, não tinha mais voo para Roma, aí liberaram a gente”.

Além disso, Douglas ainda relatou que as pessoas que também estavam aguardando ou eram negras ou latinas, como ele e o namorado. “Eu comecei a perceber um padrão no tratamento deles, porque fomos colocados ali com mais 20 pessoas. Dessas, 18 eram pretas ou latinas”, lembra. Ele ainda lembra que as pessoas que não tinham esse padrão eram as primeiras a serem atendidas.

“Foi uma situação muito estranha, muito difícil, porque a gente se sente fragilizado nessa situação, porque não pode fazer nada. Era contra a polícia, então se a gente falasse alguma coisa, se se exaltasse poderia ter dado problema para a gente. Se eu não tivesse vindo a trabalho, se fosse turismo, com certeza nem estaria aqui, teria voltado para casa. Eu não achei normal essa situação. É uma coisa que acontece em todas as partes do mundo. Eu vivi aquilo, eu sei o que vivi, sei o olhar, o jeito que trataram eu e meu namorado na frente de todo mundo e foi uma situação muito constrangedora”, contou.

DESABAFO

Douglas Souza preocupou os fãs ao revelar, na última terça-feira (7), que foi vítima de ataques homofóbicos em um aeroporto da Europa. Acompanhado do namorado, Gabriel Campos, o jogador de vôlei da seleção brasileira, que estava a caminho de Roma, na Itália, não conteve a tristeza e relatou os momentos turbulentos durante a sua viagem.

“Hoje é um dos piores dias da minha vida. Foi horrível. Está sendo horrível. […] Puro preconceito, homofobia, vocês não têm noção. Eu vou, sim, explanar isso, porque eu não mereço, ninguém merece isso”, disparou ele nas redes sociais.

Com medo de ser repreendido ao expor a situação, o atleta afirmou que só revelará o que de fato aconteceu quando estiver em casa. “Eu só não vou contar realmente o que aconteceu hoje porque eu tenho medo deles tirarem a minha passagem e me deportarem”, finalizou. O episódio teria acontecido durante uma ponte aérea de Amsterdã, na Holanda, para Roma, na Itália.

MEDO DO CANCELAMENTO

Douglas Souza fez sucesso durante as Olimpíadas de Tóquio, no Japão. Tanto que, ele que chegou aos Jogos com pouco mais de 200 mil seguidores, agora está com 3 milhões.

Os vídeos divertidos e com muita irreverência por parte do atleta vem chamando a atenção de todos, tanto que Galvão Bueno já se rendeu ao carisma do atleta e até Boninho já fez o convite para o Big Brother Brasil.

No entanto, Elisangela, mãe do jogador, apesar de acreditar que ele se daria bem na casa mais vigiada do país, faz uma ressalva quanto ao “cancelamento”, que sempre acontece em reality shows deste tipo.

“É medo, medo do cancelamento, medo de tudo, meio complicado. Mas eu acho que ele se daria bem lá dentro”, afirmou, em entrevista no Encontro, da TV Globo.

Veja+: “Não posso, tô grávida”, brinca Douglas Souza após passar nervoso em jogo do Brasil

Questionada sobre a popularidade de Douglas desde que a Olimpíadas começaram, Elisangela revelou que o filho não está fazendo um personagem, pois é assim o tempo inteiro.

“Ele falou que ia para as Olimpíadas e que seria a Olimpíada da vida dele, mas não imaginava essa repercussão, nem tem como imaginar. Nos vídeos dele, quando está jogando videogame para o canal dele, é o tempo todo assim, essa zuação. É a personalidade dele aqui fora”, afirmou.

Veja+: Douglas é você? “Sósia” impressiona com semelhança ao jogador

Partindo para um ponto mais delicado, Patrícia Poeta falou dos ataques homofóbicos que o filho poderia sofrer, mas Elisangela revelou que o filho sabe lidar muito bem com essa situação.

“É complicado falar que já passou e pode acontecer algumas coisas, mas ele lida bem com isso, ele consegue se sobressair em qualquer situação, então eu fico mais tranquila por isso”, finalizou.

BONINHO FAZ CONVITE PARA DOUGLAS IR AO BBB 22

Durante a abertura da Olimpíadas de Tóquio, quem assistiu pela TV Globo, pode ver um papo que o narrador Galvão Bueno conversou com o carismático Douglas Souza, atacante de vôlei, que vem arrasando nas redes sociais.

Na oportunidade, Galvão falou do Big Brother Brasil e disse que Boninho não iria deixá-lo fora da casa mais vigiada do país. E se depender do Big Boss, Douglas Souza já está garantido no reality show.

“Depois que o Galvão fez aquela provocação na abertura, eu fui lá olhar as redes do Douglas e o cara é muito bom, jogar muito vôlei e ainda tem humor, passeia nas passarelas, então, Douglas, se você gostou da ideia de vir para o Big Brother… o convite está feito”, disse Boninho.

PRICIPAIS NOTÍCIAS:

Fernando Zor abre o jogo sobre término com Maiara: ‘Melhor decisão’

Internado, Pelé presta homenagem a Dudu Braga e manda recado para Roberto Carlos

Ex-Panicat Dani Bolina está grávida do primeiro filho

Viúva de MC Kevin gasta fortuna em compras e diz: ‘Atura ou surta, bebê’

Kourtney Kardashian se irrita e exclui fotos sem photoshop

Perfil de Roberto Carlos no Instagram presta homenagem a Dudu Braga

Evaristo Costa fala de demissão e detona a CNN: ‘Totalmente despreparados’