Morte às 07:35

Corpo de Caike Luna será velado e cremado em Maringá

Caíke Luna normal e caracterizado

Foto: Reprodução/ Instagram @caikeluna

O corpo do humorista Caike Luna, que morreu em decorrência de um câncer, chegou a Maringá, na região norte do Paraná, na noite de domingo, 03 de outubro, por volta das 20h30. De acordo com a funerária responsável, o velório está previsto para esta segunda-feira, 04, na sala 2 do Cemitério Parque. Após o velório, segundo a funerária, o corpo de Caike será cremado. A atriz Katiúscia Canoro foi quem deu a triste notícia da morte do artista.

O ator, que ficou nacionalmente conhecido por interpretar o personagem Cleiton no programa “Zorra Total, tinha 42 anos e estava internado em um hospital de Curitiba, onde tratava o Linfoma não Hodgkin, o mesmo tipo de câncer enfrentado pelos atores Reynaldo GianecchiniEdson Celulari e a ex-presidente da República Dilma Rousseff.

Durante o tratamento, o ator demonstrou bom humor e brincou nas redes sociais dizendo que viraria uma diva: “

“Depois do rímel a prova d’água que comprei, quem é Kim Kardashian na fila do pão? Quando os cílios caírem, cílios postiços… Logo, peruca… Até junho, eu viro a Cher”, afirmou ele, compartilhando uma selfie fazendo carão.

Veja +: Caike Luna descobriu o câncer em abril deste ano

Ao falar da doença pela primeira vez, o artista fez um comovente relato: “Não gosto muito da vida real. Prefiro ficar imaginando coisas pra um mundo particular que tento manter incorrupto. Gosto de acreditar que as pessoas são boas e querem o bem umas das outras. Me alimento da emoção verdadeira do outro. Do seu riso sempre e de quando conveniente ou necessário, do seu choro. Gosto de inventar pessoas que fazem as pessoas rirem se identificando com as suas pessoas. Fazer de conta que a vida real pode ser como imagino. E ela existe pra mim, por que eu Creio”, escreveu.

“Ser feliz é uma Promessa, mesmo que as vezes tenhamos que chorar um pouco. Não podemos deixar que a realidade nos sequestre a capacidade de voar apenas fechando os olhos. Ela sempre vai tentar. Quando esse vírus da vida real bateu lá em casa e levou meu pai, fiquei triste, perdi peso, perdi um pouco meu dom de iludir. Achei que era tristeza, mas era acúmulo desse medo da vida como ela é. Daqui a pouco colocarei um cateter para iniciar um tratamento contra um Linfoma Não-Hodgkin que me habitava enquanto eu iludia. Vida real. Qualquer recado, me mandem por Jesus, o Cristo… estarei sedado… mas Ele, comigo e com que crê, não dorme nunca. Então acorda pra cuspir que o tempo muge! Bom dia!”, escreveu ele na legenda da imagem, onde aparece no leito de hospital”, disse.

TRAJETÓRIA PROFISSIONAL

Caike Luna começou a carreira em Curitiba, onde morou por 13 anos e estudou na Faculdade de Artes do Paraná. A família dele é de Cruzeiro do Oeste, no noroeste do estado.

Enquanto morou na capital, Caike participou de 45 peças de teatro e comerciais. Em 2007, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde começou a fazer diversos trabalhos para a TV.

Além do personagem que o consagrou, no programa “Zorra Total”, o ator também participou da novela “Rock Story”, na Globo. Atualmente, Caike fazia parte do elenco de programas do canal Multishow, como “Xilindró”, “BabyRose” e Treme-Treme”.

PRIICIPAIS NOTÍCIAS

Mariana Lima assume casamento aberto com Enrique Diaz
Rebelde completa 17 anos com turnê e vem com tudo na Netflix
Filhas de Pelé asseguram que o eterno rei do futebol está bem
Britney Spears ainda não pensa em voltar aos palcos
Rainha Elizabeth vê Kate Middleton como sua sucessora