Morte às 10:30

Ex-namorada de Matthew Perry revela que ele teve recaída antes de morrer

Matthew Perry, programa de Jennifer Hudson
Matthew Perry, programa de Jennifer Hudson / Reprodução TV / YouTube

A amiga e ex-namorada de Matthew Perry, Kayti Edwards, que namorou o ator em 2006, não acredita que ele “simplesmente se afogou” depois de possivelmente ter um mal súbito em sua banheira de hidromassagem. Edwards, que é enteada da atriz Julie Andrews, afirma que Perry pode ter sofrido uma recaída antes de sua morte. Isso porque o ator usou o apelido ‘Mattman’ em uma postagem no Instagram. Para ela isso prova que ele poderia estar usando drogas novamente. Kayti contou que Matthew costumava chamar-se a si mesmo como ‘Mattman’ [porque era fã de Batman], seu alter ego, quando estava drogado.

Os exames iniciais da autópsia revelaram que ele não tinha fentanil ou metanfetamina em seu sistema, mas um relatório toxicológico completo ainda está pendente para determinar a causa da morte. Agora Edwards questionou a narrativa oficial, afirmando que tem “muitas coisas que não estão fazendo sentido” para ela.

“Não acredito que ele tenha se afogado na banheira de hidromassagem, isso não parece certo. Eu conheço Matthew e sei que ele não teria simplesmente se afogado. Acho que ele pode ter tomado comprimidos na semana anterior a isso. Disseram que não havia analgésicos prescritos no local, o que não me surpreende, porque ele não deixava remédios espalhados. Ele era paranóico e pegava todos eles, então não havia nenhuma evidência, e depois saía para buscar mais quando estivesse pronto”, disse em uma entrevista ao jornal “The Sun”.

Perry foi sincero sobre sua luta contra o vício em álcool e drogas, revelando que certa vez ele consumiu 55 Vicodin por dia. E Edwards afirma que o uso de ‘Mattman’ para assinar uma de suas postagens no Instagram foi um sinal revelador de que Perry havia recaído novamente.

A postagem mostrava Perry relaxando na banheira de hidromassagem onde seu corpo sem vida teria sido encontrado: “Aquela coisa de ‘Mattman’ não é algo que ele fazia quando estava sóbrio. Mattman aparecia quando ele não estava sóbrio e se sentia invencível”, assegura Kayti. “Eu estava por perto quando ele estava drogado, embora não estivesse chapada com ele, e quando eu dizia que talvez ele devesse esfriar um pouco com as drogas, ele dizia: ‘Não, eu sou Mattman'”.

A mulher ainda fez outra revelação chocante: disse que quando Matthew Perry estava drogado, ela ficava obcecado com água. Ela acrescentou: “Uma vez, seu vizinho em Hollywood Hills encontrou Matthew nu e chapado em sua piscina. Tive que ir até lá e tirá-lo da piscina do vizinho. Ele tinha uma coisa com água quando usava drogas… Ele sempre queria estar na piscina ou na jacuzzi”, assegura.

O fato de Matthew Perry estar sozinho no momento de sua morte também alimentou as suspeitas de Edwards: “Quando ele ficava chapado, estava sempre sozinho… ele era estratégico e muitas vezes se esforçava para esconder o uso de drogas”, comentou, em referência à que o ator teria pedido a seu assistente há 25 anos, Kenny Iwamasa, que fosse buscar um Iphone novo na loja para ele, fazendo com que ele saísse de casa.

Notícias Relacionadas