Morte às 16:35

Julianne Trevisol anuncia morte do pai com homenagem emocionante

Julianne Trevisol e seu pai, Paulo César, posando para foto
Foto: Reprodução/Instagram

A atriz Julianne Trevisol, que estreou a peça “Hell Center” em janeiro deste ano, utilizou suas redes sociais neste domingo, 3 de julho, para noticiar a morte de seu pai, Paulo César de Almeida. A artista publicou uma série de fotos ao lado do amado e não deixou de fazer uma homenagem a ele com um texto emocionante.

“Meu pai foi um homem de garra, valores, coração gigante. Ajudou tantos, passou por tantas superações e construiu uma história linda. Minha mãe me ensinou a amá-lo e admirá-lo desde que eles se separaram quando eu tinha apenas 3 anos. Esse amor só cresceu e caminhamos juntos em todos os momentos da vida. Hoje nos despedimos do nosso rei Paulo César de Almeida”, começou ela.

“Embora tenhamos consciência da vida no plano espiritual, a dor da perda é avassaladora e o apego inevitável. Mas saber que a vida terrena é apenas uma passagem me acalenta o coração e reafirma minha fé de que em breve estaremos juntos novamente. Missão cumprida pai. Siga no caminho da luz, receba todo meu amor e minhas orações. Caminhe em direção a mais poderosa luz divina amparado pelos mentores e anjos de Deus”, continuou.

“Obrigada meus irmãos por estarmos unidos sempre, obrigada meus amigos que seguraram minha mão e me deram colo neste dia tão difícil e muito obrigada a todos que me mandaram mensagens lindas de carinho e seguem me dando força. Rip @paulocesardealmeida7”, finalizou Julianne. 

Confira o post:

HELL CENTER

Hell Center é um espetáculo teatral idealizado coletivamente pelos amigos Luanna Barbosa, professora de teatro musical, e pelos roteiristas Rodrigo Boecker e Maurício Gyboski, que entre outros trabalhos, estiveram envolvidos em produções globais de sucesso como Império e Lado a Lado, ambas vencedoras do Emmy Internacional.

A ideia da peça, que contou com a atriz Julianne Trevisol no elenco, entre outros atores, nasceu no auge do isolamento social, que limitou os recursos de muitos artistas de teatro a se manterem na ativa. Segundo os criadores, a concepção do espetáculo surgiu da inquietação por criar coisas novas e manter ativo o fazer artístico, e não apenas consumir o que já estava pronto antes da quarentena. A peça se passa num call center que com a quarentena passou a funcionar por chamada de vídeo!

Hell Center, que está em fase de ensaios, é livremente inspirado em Sleep No More, renomado espetáculo off Broadway baseado em Macbeth, de William Shakespeare.  A montagem americana traz um novo conceito de teatro, em que a plateia é itinerante e acompanha toda a ação – que se passa em um hotel – junto com os atores.

Boecker, um dos idealizadores de Hell Center, sonha em no futuro trazer para os palcos brasileiros uma peça com os mesmos mecanismos de criação da produção americana em espaço físico. Com o conceito de Sleep no More adaptado para o teatro online, a ideia é subverter as plataformas online de exibição, transcendendo e ressignficando os recursos que elas oferecem, para trazer ao expectador mais do que entretenimento, uma verdadeira experiência virtual.

A trama de Hell Center se passa em cinco salas virtuais ao mesmo tempo. São múltiplas possibilidades de construção, e o público tem o controle do que assistir. “Em Hell Center, cada escolha é uma renúncia. Por isso, convidamos a plateia a assistir ao espetáculo outras vezes, para que os pontos de vista possam ser somados”, ressaltou o trio de autores.

O espetáculo se propõe, por meio da simultaneidade de histórias, a criar uma linha condutora em que o público constrói os (res)significados.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!