Morte às 16:05

Morre promoter Alicinha Cavalcanti, após luta contra doença rara

Astrid Fontenelle com filho e Alicinha Cavalcanti

Reprodução/Instagram

Morreu, nesta segunda-feira, 2 de julho, a promoter Alicinha Cavalcanti, 58 anos, que era muito querida e respeitada pela classe artística. Em 2017, Alicinha foi diagnosticada com esclerose lateral amiotrófica (ELA). No Instagram, Astrid Fontenelle escreveu uma mensagem sobre a amiga.

Perdi hoje minha amiga mais sapeca e deliciosa. Mulher forte. Mulher amorosa. Lutou bravamente contra uma doença que até hoje não reconheço o nome. Alicinha era puro AMOR. E pelo Gabriel então… seria sua madrinha de consagração. Hoje virou estrela. Meus sinceros sentimentos ao Rodrigo que esteve com ela nessa luta num dos pactos de AMOR mais lindo que vi.”

Nos comentários, Eliana, Felipe Andreoli, entre outros deixaram suas mensagens.

Maria Gabriela comentou: “Minha amiga mais linda, mais generosa, amiga que não se abatia com nada, que a tudo vencia com ânimo e alegria, Alicinha Cavalcanti, nos deixou hoje para sempre. Foi super combativa em sua luta contra a infelizmente invencível Afasia Progressiva Primária. Lutou e lutou até hoje pela manhã. Vai deixar um imenso vazio em cada pessoa que passou pela sua vida. E teve a sorte grande de ter um marido especial e amoroso durante 16 anos, o Rodrigo Biondi, seu companheiro até seu último suspiro. Ah, Lilizinha querida, você vai fazer uma falta danada. Até qualquer hora, se for assim que as coisas se dão. Obrigada por tudo, obrigada por tanto. Vai em Paz, querida.”

ELA é uma doença degenerativa que provoca a destruição dos neurônios responsáveis pelo movimento dos músculos voluntários, levando a uma paralisia progressiva que acaba impedindo tarefas simples como andar, mastigar, falar ou respirar.