Morte às 16:11

Morre Richard Roundtree, intérprete do primeiro herói negro dos cinemas

retrato de Richard roundtree tomando um drink
Foto: Reprodução/Instagram @officialrichardroundtree

Uma triste notícia deixou os fãs do cinema mundial de luto: morreu Richard Roundtree, aos 81 anos de idade, nessa terça-feira, 24 de outubro. A informação foi confirmada pelo portal Deadline, um dos maiores dos Estados Unidos no mundo do entretenimento.

O astro foi vítima de um câncer no pâncreas, e vinha enfrentando a doença há um tempo. Seu maior papel foi o detetive John Shaft em “Shaft”, um dos longas pioneiros do chamado “Blaxploitation”, movimento cinematográfico dos anos de 1970 que pôs foco a atores, produtores e cineastas negros.

Graças a esse papel, ele acabou vivendo o primeiro grande herói protagonista negro de Hollywood em filmes de ação, chegando a ser indicado ao Globo de Ouro pelo prêmio de Ator Revelação. O longa ganhou as continuações “O Grande Golpe de Shaft” e “Shaft na África”.

“Eu costumava considera uma faca de dois gumes. Mas muitas pessoas de todo o país – e na verdade de todo o mundo – me procuraram e falaram sobre o que aquele filme significou para elas em 1971”, revelou Richard Roundtree à emissora NPR em 2019.

Luta contra câncer e outros papeis marcantes

Sobre a luta contra o câncer, o artista recebeu o diagnóstico em 1993, e deu detalhes à ABC em 2009: “Ouvi primeiro a parte do câncer – só mais tarde ouvi a parte da mama. Eu não pude acreditar. Não falar sobre meu câncer foi muito difícil”.

“E agora que falo sobre isso o tempo todo, realmente se tornou uma bênção indireta. Eu estava entrando em um avião recentemente e uma comissária de bordo correu até mim e disse: ‘Você salvou a vida do meu marido’”, completou ele.

Outros papeis marcantes foram em filmes como “Ponto Fatal”, “Seven: Os Sete Crimes Capitais”, “George, o Rei da Floresta”, “A Ponta de um Crime” e “Speed Racer”. Na TV, apareceu na aclamada minissérie “Raízes” e em séries como “Um Maluco no Pedaço”, “Barrados no Baile”, “Heroes”, “Desperate Housewives” e “Grey’s Anatomy”.

“O trabalho e a carreira de Richard serviram como um ponto de mudanças para os protagonistas afro-americanos do cinema. O impacto que ele teve na indústria não pode ser dimensionado”, afirmou Patrick McMinn, empresário do artista, à Variety. O ator deixa cinco filhos.

Notícias Relacionadas