Morte às 14:22

Morre Sérgio Paulo Rouanet, criador da Lei Rouanet

Sergio Paulo Rouanet, de terno preto
O acadêmico e diplomata criou a Lei Rouanet – Foto: Divulgação

Diplomata, ensaísta e ocupante da cadeira de número 13 da ABL há 30 anos, Sérgio Paulo Rouanet morreu neste domingo, 03 de julho, aos 88 anos, no Rio de Janeiro. 

Formado em ciências jurídicas e sociais, o professor e ensaísta realizou doutorado em ciência política e deu aulas no Instituto Rio Branco.

O carioca, que era portador da doença de Alzheimer há alguns anos, foi embaixador na Dinamarca, cônsul-geral em Zurique, na Suíça, e ocupou postos na Organização das Nações Unidas, na Organização dos Estados Americanos e chefias de departamento no Itamaraty, em Brasília, antes de integrar o governo federal.

Como secretário de Cultura do governo Collor foi o responsável pela criação da lei brasileira de incentivos fiscais à cultura, em 1991.Fundamental para o financiamento do setor nas últimas três décadas, a lei acabou sendo batizada com o seu sobrenome, Lei Rouanet.

LEI ROUANET É O ALVO FAVORITO DO GOVERNO BOLSONARO

Nos últimos anos, a Lei Rouanet se tornou quase “carro-chefe” da guerra cultural bolsonarista, tornando-se alvo de fake News. A Lei de incentivo à cultura serviu de munição para os aliados do governo de Jair Bolsonaro, enquanto passou a ser aind amais defendida pela classe artística.