Morte às 15:00

Paulo Gustavo ganha estátua em Niterói no aniversário da cidade

estatua de paulo gustavo colocada em niterói

Reprodução/Instagram @curtoniteroi

(atualizado às 18h25)

Paulo Gustavo foi um dos maiores comediantes do Brasil, tendo feito sucesso com diversos projetos humorísticos na televisão e do cinema, como o programa “Vai que Cola” do Multishow e a franquia “Minha Mãe é Uma Peça”.

Por conta disso, a morte dele no início do mês de maio deste ano por cota de complicações da covid-19 deixou todo o país de luto, principalmente Niterói, a cidade em que o artista nasceu.

Nesta segunda-feira, 22 de novembro, a cidade está fazendo aniversário e completando 448 anos de existência, e para comemorar, instalou uma estátua em homenagem ao humorista.

Além de uma estátua do próprio Paulo Gustavo, sua maior personagem, Dona Hermínia, também ganhou uma, sendo ambos os objetos de 1,82 metros de altura, ou seja, em tamanho real. A inauguração ocorreu a partir de 16h.

Veja+: Rio ganha Dia Estadual do Humor em homenagem a Paulo Gustavo

CUNHADA FEZ HOMENAGEM PELOS SEIS MESES DE MORTE

Tamara Bretas, irmã do dermatologista Thales Bretas, fez uma publicação em homenagem ao humorista Paulo Gustavo na manhã o último dia 05 de novembro, seis meses após a partida precoce da morte do ator.

“Hoje faz seis meses e eu ainda nem consegui acreditar. Ou aceitar. Não sei muito bem qual o verbo do meu sentimento. Não me manifestei muito sobre tudo o que aconteceu até agora. É que só de pensar me dói tanto, ainda. Uma dor múltipla: pela falta que você me faz, pela perda do meu irmão, dos meus sobrinhos. Pela tia Déa, pela Juju. Tio Júlio. Pelo Brasil. Também perdi um irmão, vi meus pais perderem um filho. É uma dor que não cabe no peito, é a maior dor do mundo. Perder PG é uma dor em camadas”, começou ela.

“E tão longe, não pude oferecer um abraço, chorar junto, segurar a mão do meu irmão. Nada me doía mais do que assistir impotente a dor da minha família. À distância eu acompanhava cada dia, cada melhora, cada piora. E rezava tanto, e chorava tanto. E ainda rezo, e ainda choro. E já faz 6 meses. Eu não consegui me despedir. Eu ainda não dei aquele abraço no meu irmão. Essa noite sonhei com PG. Um sonho bom. Ah, que falta você faz aqui”, continuou ela.

Veja+: Tatá Werneck critica internauta que a ataca usando Paulo Gustavo

“Essas foram as últimas fotos que tirei dele, quando vivíamos o momento mais alegre da família: a chegada de Gael e Romeu. Sempre que fico triste busco na minha galeria de fotos as tantas, tantas lembranças felizes que guardo dele. Tenho poucas fotos. Evitava apontar qualquer câmera pra PG, pensava que ele devia ficar de saco cheio com tanta foto, tanto assédio. Mas tenho tantas, tantas lembranças”, prosseguiu ela.

“A última vez que falei com ele, eu disse pra ele não ter medo. E contei que era mesmo um menino o sobrinho dele que eu esperava. Ele estava tão animado por ser tio. Nesse mesmo dia, ele foi intubado, e nunca respondeu minha última mensagem. Ah cara, que falta você faz”, finalizou a irmã de Thales Bretas.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS:
A Fazenda 13: Dayane Mello bola outra estratégia de jogo
MC Mirella sai de casa pra não encontrar com Dynho e ele nem sabe sobre o divórcio
A Fazenda 13: Aline vai indicar três peões para a roça
A Fazenda: Sthe Matos perde 100 mil seguidores após polêmica com Dynho
Nadja Pessoa ameaça esposa de Liminha com processo: ‘Quer me usar’