Música e Shows às 19:33

BTS fica no topo da Billboard pela quarta semana consecutiva

Meninos do BTS, sentados lado lado, em sofá, nos bastidores de show

Reprodução/Twitter

Larga o topo, BTS! Não largo, não! Nesta segunda-feira (21), saiu mais uma lista do TOP 10 da “Billboard Hot 100” e o grupo sul-coreano está no topo novamente. Pela quarta semana consecutiva! A marca foi alcançada com o single “Butter”, o mais recente do septeto.

Com isso, a banda bateu o próprio recorde. Durante três semanas initerruptas, “Dynamite” ficou em primeiro lugar na parada musical. Além disso, o BTS tornou-se, no início de junho, o grupo a ter quatro músicas em primeiro lugar na tradicional parada americana de forma mais rápida desde o Jackson 5, em 1970.

Em segundo, a atual estrela Olivia Rodrigo colocou a faixa “good 4 u” e, fechando o TOP 3, “Levitating“, mas o remix entre Dua Lipa e o rapper DaBaby, mantendo a mesma sequência da última semana. E no número 10, Olivia Rodrigo apareceu de novo, mas dessa vez com “deja vu”.

Outras mudanças em relação a lista anterior foram a saída de “Yonaguni”, de Bad Bunny; a entrada de “MONTERO”, de Lil Nas X; e as trocas de posições envolvendo as músicas “Leave The Door Open”, “Peaches”, “Save Your Tears” e “Kiss Me More”.

Veja +: BTS vira assunto com lives de aniversário

Vem feat por aí

Ao que parece, tem mais artista querendo parceria com o BTS. Segundo o “Mirae Asset Securities”, banco de investimento e corretor de valores por capitalização de mercado da Coreia do Sul, há uma agenda especial para o grupo até o final deste ano.

A previsão é que no terceiro semestre de 2021, iniciado este mês, role uma parceria entre BTS e Justin Bieber, que lançou o álbum “Justice” em março. No disco, aliás, Bieber trabalhou com diversos artistas, entre eles Daniel Caesar no hit “Peaches”.

Será que vai rolar esse encontro? A banda de RM, Suga, Jimin, J-Hope, Jin, V e Jungkook já tem no currículo colaborações com Halsey (“Boy With Luv”), Ed Sheeran e Lauv (“Make It Right”), e Zara Larsson (“A Brand New Day”), por exemplo.

Veja +: Integrante do BTS é comparado a astros da música

A agenda aposta também em mais shows, porém, no quarto trimestre. Essas apresentações devem ser online e offline (gravadas). Além disso, um álbum especial é possível, em dezembro, fechando 2021 com chave de ouro.

Lembrando que as novidades são previsões, ou seja, ainda podem acontecer ou não e foram feitas pensando no mercado financeiro, para os investidores. Mesmo assim, vale a pena ficar em alerta!

O mais recente lançamento do BTS foi o single “Butter”, totalmente cantado em inglês. A canção está há três semanas no topo da “Billboard Hot 100”, principal parada musical dos Estados Unidos. E o sucesso vai se estender para um álbum que deve ser lançado em julho.

Veja +: BTS é confundido com outro grupo famoso de K-pop