Música e Shows às 18:00

Mãe de Ana Benevides não quis conhecer Taylor Swift. Saiba o motivo!

Mãe de Ana Benevides, fã de Taylor Swift, não encontrou a cantora
Mãe de Ana Benevides, fã de Taylor Swift, não encontrou a cantora – Fotos: Reprodução/Instagram/@drika.benevides; Reprodução/Twitter/@thxaguito

Durante o último show de Taylor Swift em São Paulo, no dia 26 de novembro, a cantora convidou ao camarim familiares e amigos de Ana Clara Benevides, fã que morreu durante a estreia no Rio de Janeiro, no último dia 17. Porém, a mãe, Adriana Benevides, não foi ao encontro da cantora e explicou o motivo.

Estiveram no local o pai de Ana, José Weiny Machado, as primas Jaine e Estela, a amiga Daniele, que estava com ela no show do Rio, e o amigo Lucas. Adriana não compareceu, mas recebeu uma foto da filha assinada pela cantora. 

“Ainda não chegou nas minhas mãos, mas sei que ela mandou um bilhete pra mim. Vou guardar com muito carinho, isso encheu o meu coração de alegria, por saber que a minha família foi lembrada”, disse a mãe da fã ao G1. 

Além disso, ela detalhou como foi o contato da equipe da diva pop: “A produção da Taylor entrou em contato com a família se disponibilizando a nos levar para assistir o último show da turnê no Brasil. Fiquei muito feliz que a Dani pode realizar esse sonho dela, ela não assistiu o show por conta de tudo que aconteceu e agora teve todo suporte e também tirou foto com a Taylor”.

Adriana também explicou o motivo de não ter ido a São Paulo para conhecer pessoalmente a artista. “Eu não tinha condição de ir, ainda é muito difícil pra mim. Sei que a Ana ficaria muito feliz em me ver no show da vida dela, mas eu não tinha condição de realizar esse sonho por ela. Ela sempre falava que era pra eu me cuidar e ser feliz, mas é muito difícil sem ela”, finalizou.

Taylor Swift e familiares de Ana Benevides
O encontro aconteceu antes da última apresentação da cantora no Brasil – Foto: Reprodução/Twitter @jnflesch

Entenda o caso

Ana Clara Benevides Machado tinha 23 anos e estudava psicologia na Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), em Mato Grosso. Ela concluiria a graduação neste ano.

Fã incondicional de Swift, Ana estava realizando um sonho ao viajar para assistir ao show da artista. Mas não contava que o forte calor e a proibição da entrada de copos e garrafas de água no estádio pudessem resultar no pesadelo. Ela passou mal logo após a cantora subir ao palco e precisou ser levada ao hospital, mas não resistiu.

Após a morte dela, a organizadora dos shows decidiu autorizar a entrada de copos de água lacrados e garrafas plásticas flexíveis. Nos três dias de evento em São Paulo foram distribuídos copos d’água desde a fila.

Notícias Relacionadas