Música e Shows às 21:00

Samuel Rosa e Capital Inicial lançam a faixa ‘Amor em Vão’

Samuel Rosa e Capital Inicial
Créditos: Marcelo Rossi

Nesta sexta-feira, 1 de julho, a canção “Amor em Vão”, parceria inédita do Capital Inicial com Samuel Rosa, chegou às plataformas digitais. Essa é a primeira faixa autoral da banda após um período de quatro anos. Composta por Dinho Ouro Preto com Alvin L e produzida por Dudu Marote, “Amor em Vão” possui um arranjo de cordas e orquestração pelo maestro Arthur Verocai.

“Amor Em Vão” é uma música canção sentimental que aborad os efeitos e a espera de um amor, sendo perfeita para um romance a dois, uma viagem ou uma manhã de domingo. Ela também veio acompanhada de um lyric video, disponibilizado no canal da banda no YouTube, que recentemente superou a marca de 1 milhão de inscritos.

Leia+: Juliette lança single em clima de romance: “Espero que as pessoas dancem muito!”

“A história que ‘Amor Em Vão’ busca contar, de modo resumido, é que o amor é com frequência complicado, mas sempre vale a pena. De um modo resumido e conciso, eu diria que é isso. E que é uma força transformadora, mas nem sempre é simples. É algo fundamental, que revitaliza a alma, cujo poder é transcendental. A participação do Samuel é algo quase que predestinado. Eu tenho uma admiração muito grande pela obra do Samuel, pela voz dele, por ele como compositor, músico. Ele é brilhante, único, realmente um diamante. Eu ouvia a voz dele ao longo dessas décadas todas e imaginava se não poderíamos fazer algo juntos um dia. E o Verocai é uma entidade, uma coisa quase sagrada. Quem sugeriu a participação dele foi o Dudu Marote e a gente ligou meio na cara de pau, não sabíamos qual seria a resposta, mas toparam! Gravamos em Copacabana, foi super na boa, ele é muito acessível, topou algumas sugestões nossas. Isso soma mais ainda à importância da canção, ter essas participações”, relata Dinho.

Leia+: Beyoncé divulga capa do novo álbum ‘Renaissance”. Veja!

Samuel Rosa também fez questão de relatar como foi o encontro com a banda. “Era verão ainda, eu estava na praia, quando o telefone toca e era o Dinho me chamando para fazer uma participação em um projeto do Capital. Ele perguntou se eu queria ouvir a canção e, se gostasse, se toparia participar com eles. A gente cruzava muito com o Capital em bastidores, festivais, shows, eles sempre muito simpáticos. Eles viraram uma espécie de colegas de classe e de geração, ainda bem que rolou, fico muito feliz que tenha finalmente acontecido! E quando eu ouvi a música, fiquei mais feliz ainda, com mais certeza, porque ela me diz respeito. Está dentro de um gênero que eu gosto, a canção do violão, e o Capital tem isso no DNA deles também. O produtor foi o Dudu Marote, que é um velho conhecido do Skank, fiquei muito à vontade no estúdio, pude opinar em algumas coisas. Acho que a música tem um grande potencial de repercussão, porque é uma grande canção”, disse.

Confira!

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!